domingo, 17 de janeiro de 2010

Vento, Mar, Luar

Labaredas te aquecem, incendeiam. Com a alma em brasa e o corpo em chamas... Sei que me observa , me deseja. Teus todos sentidos me rodeiam. Vem no vento, vem no ar, vem no luar! Vem no doce sabor do vinho tinto, Que brindamos, estendidos, Em uma toalha na areia do mar. Beijos espalhados pelo corpo, Fazem da minha alma teu porto! Já não resisto aos teus apelos, de tatuar em mim teu selo. Vamos dormir e sonhar! Pois somente em nossos sonhos, Tudo vai se realizar. O amor tão desejado, Acontecendo a beira mar... Então inebriados de tanto nos amar, Vamos caminhar pela areia. Mergulhará no mar, tua sereia! Mas voltará para te amar. Já é hora de partir Vou, mas voltarei a ti Porque ainda vou cobrar A paz que prometeu me dar Sandra Botelho!

12 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo querida*
Sentires e sentidos em comunhão com a Natureza.
Beijos.
Boa Semana.
Renata

a magia da noite disse...

há amores que apenas os sonhos podem realizar.

Everson Russo disse...

Tudo isso tocando o corpo, vento, mar luar,,,labios,,,olhares,,,uma pedra bem alta, ,,,,um violão,,,um sonho de ser feliz....nossa,,,,uma viagem sem fim...vamos nessa? um beijo e uma semana muito linda pra ti.

ZezinhoMota disse...

Entrei e gostei, prometo voltar...

Boa semana.

Bjnhs

ZezinhoMota

El Brujo disse...

Este me fez sentar na beira da praia e ficar olhando as ondas, esperando!

Delirius disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luna Sanchez disse...

Paz de presente, em uma caixa dourada, com laço de fita...hummmmm

Gostei!

Beijo, beijo.

ℓυηα

Juliana Lira disse...

Sandra

Um milhão de perdões pela ausência!Tenho corrido um ppouco e quase não tem dado pra comentar.Mas vc querida sempre tão gentil lá em casa...Obrigada, mesmo.

E o que dizer desse poema?Que é lindo e romantico?Que imaginar essa cena inebriante no aconchego dos braços amado é um sonho?Você sabe como captar a essência do sonho e da alma feminina, seus poemas são também o que eu gostaria de dizer.

Sem duvida!

Milhões de beijos

O Profeta disse...

O troar do trovão, esta incessante chuva
As estrelas choram todas as mágoas na terra
Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

As casas do sul ruiram todas
Tal como a esperança desesperada
Toquei no rosto de uma criança triste
Senti uma paz surgir do nada


Mágico beijo

Chris disse...

Esse olhar que o mar devolve...
Parabéns pelo teu espaço
Chris

Everson Russo disse...

Minha querida amiga, acho que ainda não te disse isso, mas ler seus versos é como sair na chuva sem rumo,,,um alivio imediato a alma,,,ao coração, aquele arrepio gostoso de pele,,,aquela sensação boa....beijos e um dia lindo pra ti.

Daniel Savio disse...

Quem ama não esede reaente, só passa um tempo fiscamente distantes, mas detro do coraço o amado estará...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.