sábado, 25 de janeiro de 2014

E jamais terá fim o que me fez sorrir


Então fez-se dia e no pensamento a alegria
De saber você por perto quando tudo era deserto
E do pranto fez-se alegria, da noite se fez dia
Quando o sorriso voltou, a paz em mim aportou
E nas asas de um colibri, veio a felicidade pra mim
Não achei que fosse eterno, seria breve qual inverno
E nos dias que seguiram, foi  em sorrisos que me viram
Nas noites o desejo existia e nos dias com você eu sorria
Veio a mim feito o vento, e me deixaria um lamento...
Mas a tristeza não quero, serei feliz meu moço belo
Porque em meu coração guardarei, 
Todo o carinho que por ti sempre terei.
Agora vou viver o presente, seja como eu não lamente
Quando tudo isso acabar, quando o sonho desabar!
Um dia mando um beija flor lhe entregar
O melhor beijo que minha boca puder lhe dar!
Afinal...
Sandra Gonçalves

9 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muito lindo, Sandra. Como já disse num te4xto.. alguns beijos ficam para sempre.na boca da gente. beijos,amiga.

Tô Ligado disse...

Já estava com saudades dos seus textos...

beijos

Lorena Leitte disse...

Que lindo!
Um beijo levará o melhor beijo de amor! Adorei suas palavras
abraços...

ReltiH disse...

SE SIENTE PAZ Y ESPERANZAS EN TU HERMOSO TEXTO.
UN ABRAZO

PAULO TAMBURRO. disse...

Sandra,

excelente!

Um abração carioca.

Regina Rozenbaum disse...

Eiiii minha engordativa_maaada!
Se vale a pena (ainda)enviar o beija-flor, a gente manda né mesmo?!
Beijuuss saudosos

Manuel disse...

De vez em quando a Sandra foge e nos deixa com saudades.
Depois volta com um belo poema, fico feliz!

Manuel disse...

Deixar um beijinho!

Sueli disse...

Seja sempre um colibri. mas, não se esqueça que és uma flor, também. O colibri beija, suga, e a flor recebe, doa-se...

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...