sábado, 28 de novembro de 2009

Interrogações de amor

Onde está você que pra longe navegou? Onde está você que nunca me beijou? Onde está você que um dia foi amigo? Porque me deixou sem abrigo? Onde anda seu sorriso que antes era meu ? Falta-me o calor do corpo teu ... Onde anda você que nunca me abraçou? Onde está o meu poema que você não desenhou? Onde anda o menino homem que me fez sonhar? Que me ensinou a gostosura de lhe amar. Por onde andarão seus passos? Já caminham para outros abraços? Onde andam os sonhos que juntos sonhamos? Os desejos que em nossos corpos desenhamos? Onde anda você alem de em meus pensamentos? Será que o tempo apagou nossos momentos? Onde anda você? Sandra Botelho!

17 comentários:

Sandra Ribeiro disse...

Que lindo amiga...Especialmente hoje que meu amorzinho navegou pra longe, e só volta na segunda,rsrsrs é pouco tempo, quase nada mas estou com saudade. Amo a banda Roupa Nova, amei ouvir a música aqui.
Lindo post, lindo tudoooo

Daniel Savio disse...

Mas o importante, é que o teu coração já o encontrou...

E boa poesia menina.

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

angela disse...

Inspirada poesia.
beijos

Luna Sanchez disse...

♪ "Eu só quero que você saiba
que eu estou pensando em você
agora e sempre mais..." ♫

* Para dar a trilha, o tom. ;)

Beijo, moça.

ℓυηα

Manuela Freitas disse...

Olá Sandra,
Como sempre lá venho eu ler os teus poemas.
Bjs,
Manuela

Lucas disse...

Nossa adorei, perguntas que todos se fazem no meio da noite pra o travesseiro e ainda rimadas...
se existe perguntas tb há respostas

AMO vento no litoral!!!

bjxxx

Everson Russo disse...

Seu poema é simplesmente lindo, acompanhado de Vento no Litoral ficou demais, agora só uma coisinha, tenho todas essas duvidas, se conseguir as respostas, ou ao menos algumas delas, por favor me diga...penso até que esses enigmas do amor que nos fazem sonhar....beijos querida e uma semana muito linda pra voce.

SAULO PRADO disse...

Onde esta você?

Tentando se reencontrar em outros braços
Fazendo do passado seus novos passos
Reconstruindo o que nunca destruiu
Eu e você? Fomos uma aventura de mês de abril

E para mim? Só sobrou o céu cor de anil...

Me desculpe as vezes seus versos me fazem viajar na maionese....

Sereia disse...

Boa noite minha querida...
Hoje ñ procuro mais por ninguém, minhas buscas tem sido muito dolorosas.Optei por ficar quietinha no meu canto esperando a banda passar, ñ é uma das opções mais agradáveis mas vai me poupar de fazer perguntas com a do texto q vc postou...
Beijos

Juliana Lira disse...

"Onde andará o meu amor", onde quer que esteja, se leu esse poema vai voltar viu?Por que esse poema é como um farol para um marinheiro perdido, se ele quiser voltar pra o porto com certeza vai seguir essa luz.


Milhões de beijos

Alécio Souza disse...

Como sempre a sua poesia me encanta, adoro os teus versos e a maneira como escreve!
Bjs

Ricardo Calmon disse...

Olá Sandra,brigadu pelo comentario solidario em post meu,respondi ,vá lá,atitudes como essa sua,me compele cada vez mais a escrever,como se do sol através compelido,daí em girassol me transmutar!acredito que à casa retorne amanhã,se alta receber,mas cada vez melhor estou,pois preventiva foi essa neurocirurgia aneurismática,a terceira em vida minha e de cérebro meu,percebo que cada mola de platina em meu cérebro ,mais binitu istoy,e cada vez mais cabeça kkkkk!

Bzu nessa alma livre e solta pela vida a semear amigos !

Huhuuuuuuuuuu!

Viva Vida!

Fatima disse...

Pois é Sandra,
e a gente sempre perguntando!
Bjs.

Ricardo Calmon disse...

Onze minutos da meia noite passam,transferido para um quarto fui,como mininu sapeca que soy,resolvi peraltar por blog seu,diante de tão doces ,ternas e solidárias palavras,quase um texto cronica post!em situações como essa,Sandra querida amiga irmã,imensurável é saber vivo estar,rico de amigos,nada nada virtuais,que me nutrem,refrescam a alma minha,me enternecem e irradiam luz e energia!pronto,levei uma bronca da enfermeira,tengo que embora ir!
bzu mãos suas,pessoa amada nossa,fique bem,sempre,entre os que mais amas!
Uma madruga infinita de sonhos e sono!
Ele está conosco!
Viva Vida!

Everson Russo disse...

Um beijo e uma rosa azul pra te desejar uma linda semana.

Elaine Barnes disse...

Pelos comentários, cada um tem sua maneira de responder aonde está você? Alguns se recolheram e não querem mais saber, outros já estão em outros braços, amigos que sentem o questionamento como um enigma.Para mim acho que não importa, se não está comigo é porquê não está a fim. O amor implica em responsabilidade e alguns não querem amiga. Como sempre seus versos são lindos e verdadeiros, tanto qto você. Amei! excelente semana pra vc.montão de bjos e abraços.
Meu blog já fará 1 ano dia 6 de dezembro amiga, passou depressa né?!

Ricardo Calmon disse...

Amada Amiga Nossa:

Pura emoção sim, contigo "falar e conviver", creia,na manifesta resposta que tens, não só de mim, em comentários deste oráculo de uma MULHER de Verdade,guerreira de batalhas inenarraveis,pois quem sofreu e por amor sofre,entre dores outras, sintonia tem com iguais, como ocê minina querida minha,e sintonia essa,me faz sentir mui mais que narras, e certa estás, poeta é ocê, em essencia e competencia, simplesmente eu exalo, a experiencia que as dores da alma nos graduou,em ternura forma,amando realmente pessoas, independente de genitálias, viver é uma arte, aos cincoenta e seis anos,aprendi e na vida me graduei, como semeador,de e da vida;um favor te rogo,acesse o Blog do Mensageiro e procure,entre os posts do André,um que tenha meu nome no título!não se emocione, e se lágrimas verter, que sejam doces e ternas,para brindar essa forma de amor voraz ,intensa e duradoura quase ad infinitum,que é a AMIZADE e o Respeito!
Te amo,pessoa amiga nossa!
I Vamu qui vamu!
Bzu nessa alma viva linda!
Viva Vida!