domingo, 29 de maio de 2011

Entrega

São seus meus desejos...
A ti pertence meu corpo, meu ar.
Em meu corpo somente tu navegas...
Sem rumo, perdido, sem cais...
E a ti sou inteira sem reservas nem medo,
Beijo-te voluptuosamente , neste momento,
hipnotizada está minha mente!
Teu calor me consome e arde,
e   me perco em suspiros insanos!
 Me deito em teu manto de delicias, carícias...
Na cama ou em qualquer outro lugar em chamas!
Fazemos amor, sem pudor nem receio.
Entrega plena e constante nesse eterno instante.,
somos os melhores amantes!
Em teu suor me embriago,
bebo do teu gosto de mar..
E neste oceano de loucuras, insano é quem não se perde...
Quem não se entrega...
Quem não se deixa a deriva nas mãos do prazer.

Sandra Botelho

terça-feira, 24 de maio de 2011

Um amor que seja assim...



Eu quero um amor que seja assim...

 Inteiro e completo só pra mim,
 Quero seu toque tímido e quente.
 Alguém que no amor nunca mente!

 Quero um amor que me escute,
 Que ouça minhas palavras com carinho...
 De risada das minhas tolas piadas,
 e que sejam sinceras suas gargalhadas.

 Que faça amor com carinho e ternura,
 Que nosso amor não seja só loucura. 
Mas que termine em beijos e em caricias...
 E que seja por todo dia só delicias!

 Quero um menino, quero um homem,
 Quero um amigo que nunca some,
 Que me deite em seu colo quente,
 e afaste todos os fantasmas de minha mente!

 Eu quero alguém que diga eu te amo! 
Me olhando nos olhos, sem duvidar,
 Que com sinceridade, carinho, e amor
 Possa curar toda a minha dor! 

Que nunca deixe de ser romântico,
 Mas que seja sempre bobo e engraçado,
 Que faça de cada palavra um cântico,
 E que seja sempre por mim apaixonado! 


Sandra Botelho
(Sessão Nostalgia)

sábado, 21 de maio de 2011

Quando fica somente a saudade...


Foi-se o amor,,
O sonho bom que tão pouco durou.
Mas valeram a pena os momentos !
 E os sonhos que juntos, agente sonhou!
Um amor sem  maldade...
Que em mim deixou essa gostosa saudade!

Sandra Botelho

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A minha Princesinha

 







Assim como todos os contos de fada este não poderia ser diferente...
E como todos começam, esse tambem vai começar com:
Era uma vez...
Numa cidadezinha do interior, uma pequena princesinha dos cabelos cor de ouro.
Com um sorriso que encanta e ilumina, apenas uma menina.
Mas que desde bem pequenina já sabia iluminar o mundo, a vida , cativar todos ao seu redor
E a menina cresceu, e se fez mulher, alem de toda beleza ela ainda se tornou forte, sincera. 
Mas a doçura a fez ser  ainda mais amada.
Sempre rodeada de amigos ela era admirada e respeitada.
Era uma vez uma menina que se fez mulher sem perder a pureza da menina.
E que um belo dia se apaixonou, por alguem tão especial quanto ela.
A menina então sentiu no seu imenso coração o gosto doce de amar e ser amada.
E a este principe , ela se entregou,,,Um conto de fadas da vida real aconteceu...
Foi lindo, naquela noite em que se fizeram eternamente um do outro... Todas as estrelas do 
céu se uniram em unissono canto, e juntas despejaram sobre a terra toda luz que possuiam.
A lua sorria na imensidão do céu. Havia festa entre os Deuses do Olimpo e Afrodite bailou , um bailado 
levado por uma bela canção de amor, sentiu inveja da bela menina mulher...
Zeus sentiu inveja do principe que acabara de conquistar a menina- mulher que é mais que uma deusa do olimpo.
O vento soprava uma brisa mansa, pra não atrapalhar em nada a beleza daquele momento.
As flores de tão viçosas despejaram sobre aquele amor seu mais doce perfume,
O mar se calou em reverencia ao momento tão sublime.E a menina dos olhinhos amendoados e espertos, do sorriso angelical e cheio de vida, dos cabelos de ouro, valsou ao som do amor.
Isso não foi um sonho, um conto ficticio, tudo isso aconteceu abençoado por todos que a amam.
Era uma vez uma história com final feliz...
É uma vez uma menina mulher pela qual eu sou apaixonada, uma menina que vi crescer e que muitas vezes acalentei em meus braços...É uma vez a minha princesinha que encontrou seu amor e que agora debaixo das bençãos de Deus será ainda mais feliz.
Minha pequena eu te amo, e sempre você será especial demais pra mim.
Saiba que mesmo a distancia, nunca te esqueço, estás sempre em meu coração, em minhas orações, sempre presente.
Que você tenha toda felicidade que você merece.
SEJA MUITO, MUITO, MUITO FELIZ!


Sandra Botelho


* Minha sobrinha que eu cuidei com muito amor!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Apatia



Déspota sociedade de conceitos vis, 
por onde andará tua honra? 
Onde estão teus guerreiros que não mais lutam por ti?
Porque feristes de morte teu orgulho?
Ò infame Pátria antes tão amada, onde residem agora chacais em gula de riqueza e dor
Guerreiros de minha terra, porque amordaças-te tua voz que antes gritava aos ventos por liberdade e igualdade?
Povo que hoje é medíocre e acomodado, que se cala diante das atrocidades de urubus sedentos da carniça da corrupção, do preconceito e da ganância.
Guerreiros que puseram no coldre suas armas que agora enferrujam na covardia e no medo
Pátria que antes era adorada hoje adormecida não ostenta mais sua flâmula
 Risos mortos, amarelados em comodismo, 
Ri-se da corrupção, torna-se piada a malandragem, a fome a miséria, o crime.
E se multiplicam as comédias...
 Guerreiros que antes lutavam pela honra, onde estão?
Para onde voou a coragem, em que torre, de qual castelo morre emudecido e acorrentado o patriotismo?
Ó patria antes amada, agora abandonada a vis criaturas do mal,
 levante-se e grite, pois por ti ninguem mais luta.
Teus filhos choram, morrem, ranger de dentes é o que se ouve em todos os cantos.
Ó guerreiros onde foi se aninhar e adormecer tua coragem?
Veja! Sobre a terra o sangue de teus antepassados grita por justiça.
Brasil, meu brasil brasileiro, onde tem palmeiras e onde o sabiá não mais canta..Ele chora.

Sandra Botelho



quarta-feira, 11 de maio de 2011

Desejo


Desejo é fogo que arde e inflama!
Que invade o corpo e queima a cama!
É chama ardente que invade agente!
É vento quente que de forma estranha,
penetra a alma e as entranhas...
Desejo é sentir você na boca minha,
é teu corpo que no meu se aninha!
É respiração acelerada e coração disparado.
Desejo é me sentir fêmea , profana, tarada!
É alimentar o calor da chama jamais fenecida...
Desejo é te  esperar ,nua e enlouquecida!
É viajar , se desnudar.Desejo é se doar!
Desejo é fechar os olhos e fantasiar...
É te sentir, é te tocar, incendiar!
Desejo é acordar, te amar, dançar,
fazer tudo somente pra te assanhar,,,
Desejo é suspiro de vontade!
É tocar-me por saudade...
È ser submissa ou comandante,
Ser sua amada ou amante...
Desejo é nunca mais esquecer teu cheiro,
é senti-lo na cama, no banheiro e no travesseiro!
Desejo é querer te-lo sempre aqui, 
perto,grudado e dentro de mim!

Sandra Botelho

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Submissa ao desejo

Eu sou pluma que voa e aterrisa em você,
 sou seu desejo louco a me querer. 
Sou  tua pequena mulher menina.
Não consegues fugir de tua sina 
Eu sou o teu maior pecado, 
Um corpo que te deixa aprisionado!
 Eu sou aquela que te enlouquece, 
aquela que você jamais esquece.
 Sou o cobertor que teu corpo esquenta,
Sou suor e desejo com sabor de menta...
 Eu sou a mulher que sempre te espera.
 Nua e sua, estou sempre na janela.
 Sou a boca molhada por um beijo!
 Eu sou o seu enlouquecido desejo !
Sou quem faz suas vontades...
Quem compactua com suas maldades.
 Eu sou o emaranhar em seus cabelos!
 A arrepiar de tesão teus pelos .
Sou devoradora e cruel,
 Não sei ser doçura nem mel !
Mas sei que gostas do meu sabor de fel ...
Estou a te esperar em minha cama ,
com ares de menina sacana!
 Comendo chocolates com absurda gula.
 E te esperando com um falso olhar de ternura.
 Descoberta e vestida de vermelho...
 Faço pose em frente ao espelho!
 Eu sou seu desejo proibido,
 Sou eu que atiço sua libido... 
Estou aqui a te esperar, 
pronta para quando quiser me amar!
 Sem pudores nem medos,
 exponho a ti meus todos segredos...
 Livre como ave sem pouso, 
Gosto de depois do amor , e do sublime gozo...
 em teu corpo encontrar repouso.
E para que tu não venhas a me esquecer. 
Vou-me embora logo ao amanhecer... 

Sandra Botelho!

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...