sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Não silencie o meu amor

Não me peça para calar esse amor...
Ele grita dentro de mim ensurdecendo a razão,
e nesse grito agudo de felicidade,
o meu amor se espalha , atravessando mares montanhas , rios...
 E pousa suave sobre seus ombros...
Esperando receber de suas mãos o afago suave 
que o manterá por perto...
Ali, aconchegado em teu coração
Não me peça para calar esse amor...
Ele não me ouviria, está ensurdecido de paixão!


Sandra Botelho

O beijo

O beijo Sou um pouco de desejo, o inicio dele Sou o gosto de canela com chocolate Sou uma pitada de céu no gosto doce do mel ...