sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Não silencie o meu amor

Não me peça para calar esse amor...
Ele grita dentro de mim ensurdecendo a razão,
e nesse grito agudo de felicidade,
o meu amor se espalha , atravessando mares montanhas , rios...
 E pousa suave sobre seus ombros...
Esperando receber de suas mãos o afago suave 
que o manterá por perto...
Ali, aconchegado em teu coração
Não me peça para calar esse amor...
Ele não me ouviria, está ensurdecido de paixão!


Sandra Botelho

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...