terça-feira, 30 de junho de 2009

Menina- Mulher

E era ela apenas uma menina, quando a vida lhe roubou os sonhos e a alegria, sem os laços estreitos da família, foi submetida a dor precoce, logo teve uma família substituta, pois a natural ela já não tinha. O amor passou por ela despercebido, Virando o rosto a cada lágrima... cada carência vivida e a cada apelo desesperado... e ao seu lado a dor vivia. Afeição natural ela não tinha, era apenas alguém em mundo que não era seu. Todos os bens foram-lhe dados, Nenhum coração e amor lhe foi doado. chegou a idade em que seu corpo , se transformou no que a alma era a tempos, E ela se tornou mulher... Quisera ela uma gota de amor, mas isso ninguém lhe doou... Até que a vida por pena ou dó, ou por merecimento melhor, trouxe-lhe o amor em forma de anjo. E o amor desenhou o sol de volta, e a menina mulher tornou-se de novo criança, e inocente se entregou e o amor foi dividido e vivido... foi doado, e ela se entregou e jamais se arrependeu, por muitas lutas já passou, muitas batalhas venceu ou não. Aquele amor foi sopro de vida e mostrou-se eterno, uníssono e sincero, transformou o que antes era escuridão e dor em uma vida inteira de amor, E um coração magoado e ferido, fez-se chama flamejante, vida intensa e colorida! Cobrou-se da vida a recompensa... A vida lhe roubou a infância enquanto criança, mas lhe devolveu a menina em forma de mulher. Sandra Botelho

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Luto

Michael Joseph Jackson , foi um escritor, cantor, compositor, dançarino publicitário e empresário estadunidense. Morre um grande astro. Michael começou a cantar aos cinco anos de idade aos lados dos irmãos, surgia assim o Jackson five. Logo partiu para carreira solo, sendo apelidado de King of pop( o rei da musica pop) Cinco de seus álbuns tornaram-se os mais vendidos do mundo. Morre um homem que ao lado de Janis Joplin, Jonh Lennon, Elvis Presley, Bob Marley e Jimi Hendrix, vai ficar na história da musica e na memoria dos amantes desta. Michael era completo como artista, ele não só cantava...Ele compunha dançava, e produzia seus espetáculos, isso mesmo espetáculo, porque a apresentação de michael jackson não era apenas um show era sim um espetáculo. Michael foi o primeiro cantor afro-americano a receber exibição constante na M.T.V. Ele trouxe a musica black para os brancos, em uma época em que o preconceito racial ainda estava muito presente. Ele criou um estilo diferente de dança, onde se usava mais os pés e foi imitado e foi adorado, por adultos jovens e crianças. Onde se passava se podia ver crianças dançando thriller, tentando deslizar os pés para trás como fazia Michael Jackson. O menino pobre do subúrbio se tornou uma estrela de quinta grandeza. Mas como quase todos os astros, ele não soube lidar com a fama e o dinheiro. Passou por varias cirurgias plásticas na tentativa de obter traços mais parecidos com o de uma pessoa branca.Isso acabou o desfigurando. Sua cor de pele mudou devido ao vitiligo. Foi acusado de molestar crianças, o que nunca foi provado.e ele acabou inocentado. Um dos poucos artistas a entrarem duas vezes ao Rock And Roll Hall of Fame, seus outros prêmios incluem uma série de recordes certificados pelo Guinness World Records - um deles para Thriller como o álbum mundialmente mais vendido de todos os tempos - dezenove Grammys em carreira solo e seis Grammys com The Jacksons e 41 canções a chegar ao topo das paradas como cantor solo - e vendas que superam as 750 milhões de unidades mundialmente, sendo que alguns empresários da Sony já registram a incrível marca de mais de 1 bilhão. Sua vida, constantemente nos jornais, somada a sua carreira de muito sucesso como rock superstar fez dele parte da história da música rock e cultura popular por mais de quatro décadas Nos últimos anos, foi citado como o homem mais conhecido mundialmente. Mas o astro morreu... Porém os astros não morrem, eles adormecem porque estão fatigados. Permanecem vivos através de sua obra. E ainda encantando multidões, milhões de pessoas. Michael jackson nunca morrerá. Estará presente em cada canção, em cada dança, em todas as pessoas que amam a musica. Hoje a musica está mais triste, o dia mais escuro. Há de se dizer que todas as melodias choram. Que todas as notas estão em silencio. Hoje pude perceber que até os pássaros calaram-se. Nenhum coração sensível deixou de ficar triste, É como se parte da musica que há em cada um de nós perdesse uma nota. Mas ele continuará vivo. em cada um de nós, cada vez que cantarmos thriller, ou toda vez que dançarmos . Porque ele não foi só o rei da musica, foi também o rei da dança. Obrigado Michael por nos presentear com sua vinda a este mundo, que agora fica ainda mais carente de grandes astros como você. Descanse consciente que não está morto, você renascerá em cada canção, em cada nota, em cada dança. Michael Jackson:29 Agosto de 1958/25 Junho 2009 Sandra Botelho

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Sedução



O batom é mais vermelho,
a roupa mais colada,
O decote mais insinuante,
nada é mais como antes...
O perfume é mais doce,
A sandália deixa expostos
Pés mais bem feitos...
Mãos mais macias,
Vestir-se se torna uma arte...
Como uma leoa a se preparar para a caça...
E assim começa...
Um frenesi de corpos...
Um roçar de bocas entreabertas...
Um envolvimento de olhares...
A busca pelo êxtase...
um emaranhado de sensações
toques indecorosos e fugazes
a volúpia de desejos
desenhos feitos a quatro mãos
Em ardentes toques indecorosos
flamejantes ...
deliberadamente errantes...
Um olhar safadamente envolvente...
O desejo de querer-te mais...
O beijo...
Corpos a se embaraçar...
Sensações, reservadas ao segredo...
O arrepio ...
Toques mais salientes...
palavras soltas e indecifráveis,
ditas por lábios colados,
inexpressivas e insignificantes,
aquecem...
O corpo tomba, a razão declina,
e a vida obriga os amantes
a degustar o cálice doce do prazer...

Fez-se o desejo, fez o toque,
fez-se o sexo, fez-se o amor!

Sandra Botelho

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Soturno

Nas sombras da noite a delicadeza fria da dor. Nas ruas e becos e esquinas a morada do horror. Na virtude perdida, na consciência neurótica, na descendia desnudada de pudor. Nos sonhos, as ilusões de um olhar,sem brilho, sem vida,absolutamente só. Soturnamente doente por raiva e dó Nas trevas de um olhar, eu vi a dor, a dor infinita e muda de uma rosa negra, deixada ao canto. Esperando um encanto, uma mágica, uma cor. Na palidez da bela que sempre foi dor e fera No instinto doente de um palhaço carente que ri de dor e gargalha de mágoa Na vida fria ele viu a morte, se chocou com a sorte e ela foi embora. Deixou-o absolutamente, destemidamente jogado ao chão. Como fétido e desprezado lixo. Bêbado em suas drogas e mergulhado em seus temores Nas ânsias de um mundo que não era fim. Fez-se túmulo escuro e profundo com uma alma atormentada e vazia, A luz sempre sombra, e a sombra chegou por um pouco a se fazer luz. Mas apagou-se e tudo fez-se escuridão... faltou fôlego para trazer de volta a chama Desesperado e nu, pintou o corpo da cor da alma. e só se viu naquele dia uma mancha negra em lugar da cor. E de vermelho sangue a dor. Foi assim que mergulhou nas trevas aquele que era luz E que por um amor traidor e fraco. Perdeu a alma e destroçou o coração. Fez- se sombra de embriagues e drogas fez-se zumbi e magoa. Dor, magoa, paixão, traição, assim estuprou-se um coração. Sandra Botelho

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Viver

Sair, chegar, deitar sonhar, viver correr, saber chorar, sorrir, sofrer... Se dar, sem receber, receber sem se dar, amar, não amar, querer sem querer, ou simplesmente não saber. Se entregar , sentir sorrir, partir, chorar , sofrer, simplesmente ir sem partir, sentir a dor, morrer de amor, morrer de nada, morrer de mágoa, deixar a vida ir, parar, partir. sem lutar, ao menos lutando Chorando, Sofrer pra você, sem ninguém ver... gritar para a multidão, cochichar ao coração, ganhar, perder, vencer, lutar... Navegar em sonhos, em sonhos acordar, silenciar gritar, Gritar, em pranto, em pranto de dor, em alegria e ardor desejar querer, querer o desejo de desejar. Renascer para um amor falido perdido, extinguido, ressuscitar. Mudar as cores, escolher as flores. Viver lutar, correr, parar, Chegar, procurar... Chorar sorrir, Amar perder, ser só. Acabar, terminar, deitar, dormir. O nada, o sono, eterno, tranquilo, infinito. fechar os olhos, deitar o corpo, ser tudo, ser nada, ser eterno, ser fulgaz, ser nada ser tudo , Dividir, reter, ter não ter e ser sem ser. É luz é sombra e sombra de ninguem. Nunca ser ninguem, nunca ser dor, nunca ser morte, ser forte e coragem , ser fragil e doçura. Ser sensato e loucura. Viver sem morrer, morrer em vida, morrer depois, viver agora e viver hoje , e amanha e depois e acordar. Acordar e renascer para mais tarde morrer. Sandra Botelho

domingo, 14 de junho de 2009

Oração

Meu bom Deus, não permita que eu perca a sensibilidade, que eu deixe de chorar quando vejo um belo filme, ou quando ouço uma linda musica. Senhor, não permita que eu endureça o meu coração, a ponto de não parar para ouvir o canto melancólico de um passarinho. Ou ouvir o som doce do vento. Não permita que meus olhos se fechem a dor alheia, que eu sempre esteja aberta a um sorriso para aquele que só me pede isso. Que a chuva que molha a terra, lave a minha alma de todo mal. Pai que eu possa dividir todo bem que tenho, e nunca devolver o mal que me fizerem. Grandioso Senhor,que meus olhos possam ver a beleza em um sorriso enrugado pelo tempo e que a este sorriso eu possa retribuir em cuidados, em zelo, ou em um simples abraço, já que as pessoas de mais idade são tão carentes de contato fisico.Para elas um abraço ou um beijo terno tem tanto valor , é tão precioso... Que o breve sopro de uma brisa me traga sempre o perfume de quem eu amo,mesmo que este esteja tão distante que eu não possa toca-lo. E que o Senhor nunca me deixe feri-lo com palavras ou atitudes. Que eu nunca seja fria e deixe de notar quanta tristeza há no olhar de uma criança que não tem onde dormir. Que eu, quando for me alimentar, não me esqueça de lhe agradecer pelo pão que o Senhor não me deixa faltar. Meu Deus, que meu corpo ainda saudável e forte possa servir de apoio aquele que não tem mais forças para caminhar. Que o Soberano Senhor não me deixe fechar os olhos a beleza da sua criação e que eu sempre expresse minha gratidão por tudo.Que eu possa descobrir desenhos em nuvens e brincar com eles. Que eu possa ser um pouquinho de consolo para aquele que chora e que a sua dor seja a minha dor.Que meus amigos sempre sejam meu maior tesouro, e que eu esteja sempre presente para o sorriso, ou para a lágrima. Pai não permita que a vida tão corrida não me deixe parar para ouvir o meu coração. Que eu possa estender a mão todas as vezes que alguém fecha-la a outros. Que eu não seja absolutamente boa, porque não sou perfeita, mas que o Senhor me ajude a estar sempre presente e sempre ouvindo e enxergando todas as vozes que gritam por um afago , um abraço, um cuidado, um agasalho, um beijo terno, ou simplesmente um sorriso. Que em meus sonhos eu possa ver um mundo mais justo e que eu possa deixar minha pequena porção para que isso aconteça um dia. Meu Deus que eu respire aliviada ao me deitar e possa olhar pra dentro de mim e ver que a vida não esta me tornando pratica demais,coerente demais, justa demais,que eu me permita errar ,mas que eu me permita principalmente me arrepender, tentar corrigi-los e principalmente ter a humildade de pedir perdão. Que eu seja simples e que a minha vida seja sempre aberta e acolhedora.Senhor que quando eu me sentir triste eu possa olhar em volta e num só instante voltar a sorrir, porque de todas as dores a maior que existe é olhar o mundo ao redor com toda a dor que existe e não poder fazer mais...Isso faz de meus problemas pequenos demais. Que em minhas orações eu nunca seja egoísta , que eu sempre me lembre daqueles que choram, que sentem fome, que morrem na guerra absurda que o homem trava e mata inocentes, que eu me lembre dos que morrem nos desastres naturais, daqueles que mesmo vivos tem a alma morta. Ou simplesmente daqueles que choram a dor de ter perdido um grande amor. Olhai por eles Senhor Meu Deus que eu não tenha vergonha de chorar achando que só as crianças choram por coisas bobas, porque por pensar assim os adultos se tornam insensíveis e aceitam tudo como se fosse normal, que eu nunca perca a fragilidade de criança, a inocência de criança e a força de um adulto. Quero a musica a me levar, a me guiar, porque eu sei que a musica é a voz de todos os anjos. Ela está no vento, no correr dos riachos, no cair da chuva, ela está em todas as coisas boas, assim como o Senhor.Que ela me embale na dança da vida. E que tudo se torne uma bela canção. Grandioso Deus, perdoa-me por não poder fazer mais. Amem. Sandra Botelho

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Abandono

Você se foi fechou a porta atrás de si, Não olhou pra trás, não viu a lágrima no meu olhar, não se importou em me deixar. Meu desespero eu escancaro, meu corpo se esvaiu em dor, você ainda era o meu amor, e nem notou meu desamparo. Olhei fixamente para a porta. Esperei a sua volta, Mas foi tudo em vão. Era o começo da minha solidão Fiquei ali jogada ao chão, em soluços de dor e paixão, Meu amor foi embora, O que será de mim agora? Meu abandono é tamanho Que meu coração, de tanta dor Sente da vida horror, e parece morrer de amor. Sandra Botelho

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ame

Todo amor começa de repente, talvez de um olhar distraído, ou de um breve toque, ou de um sorriso gostoso, dado juntos, por algum motivo até esquecido... Pode começar sem querer, de um beijo gostoso dado ao acaso, sem planos ou projetos. Se tornar uma grande amizade crescer sem que se perceba, e nos assustar se tornando um grande amor, desses que duram para sempre. O amor não pode ser unilateral, ser solitário, amar sozinho(a)... esse é um tipo de amor que dói demais. O amor pode estar em pequenas coisas que você admira nele ou nela, pode estar na alegria que você sente quando ele sorrindo te olha com um carinho tão grande que te faz flutuar... Pode estar no abraço apertado naqueles momentos em que você se sente perdida, sem chão, sem rumo...E ele te trás de volta , te mostra o caminho, te indica a direção. O amor esta na paciência que um tem com o outro todos os dias, e no apoio que se dão quando as coisas parecem desabar. O amor pra ser pra sempre tem que ser deveras perdoador, compreensivo, e forte... É construído de pequenos tijolos, chamados palavras, transformados em dialogo... O amor não está só no sexo, não está somente naquela pegada gostosa que os amantes tem, está no olhar nos olhos, nas pequenas caricias, feitas com o coração, no sorriso doce e cheio de desejo, no enrolar de almas e não apenas de corpos. Amar é doar-se de corpo e alma, é divisão, é um amontoado de desculpas, transformadas em perdão. Amar é cegar-se aos defeitos, olhando-os de frente. É querer estar sempre perto, é ser verdade, é ser semente. É plantar compreensão, e colher reciprocidade. Amar é ser um, sendo dois . É respeitar a individualidade.. O amor é algo cheio de explicações e definições, mas não há no mundo sentimento mais indefinido.Sentimento mais contraditório, porem mais perseguido . Então não complique... Apenas AME. Ame, como se o amanhã não existisse,ame sem coerências, sem pensar em consequências. O amor não é racional, o amor é inconsequente , ele é força da natureza. E como toda força da natureza, ninguém pode detê-lo. Ele pode se esconder em algum lugar dentro de você , mas um dia explode, e ai ninguém pode vencê-lo, nem tampouco derrotá-lo. Então deixe que flua, e simplesmente...Ame! Sandra Botelho

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Metade

Este poema é um dos poemas mais lindos que já li e ouvi, tomei a liberdade de postá-lo, porque acho que ele é uma descrição simples e límpida de mim mesma.
Metade
Oswaldo Montenegro
Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.
Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste,
e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.
E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Vá...

Se você não soube entender todo meu amor, Vai embora... Se pra você não passei de uma mentira. Vai embora... Se não soube valorizar minha entrega plena e absolutamente sincera, vá saia... Se é daquelas pessoas que se julgam sempre vitima da situação... Sai, se manda. Quero me libertar de você,arrancar essa doença do meu coração, lutar contra ela como se luta contra um câncer . Quero que você vá embora, quero que leve consigo todas as palavras malditas, quero que se disperse como nuvem de fumaça, Tudo que fiz foi pra te proteger e você nunca entendeu, não é inteligente o suficiente pra entender sacrifícios em nome do amor, porque nunca faria um sacrifício por amor. Então vai embora. Arrume tudo que é seu e suma...Desapareça, já matei você em mim. Vá se enfiar debaixo de algum viaduto. Vá se entregar a pequenas histórias, medíocres como você. Va viver uma ilusão, porque você só serve pra viver ilusões, é covarde demais pra lutar por um amor real, ainda mais um amor tão complexo. Covardes são feitos para se esconderem, acham que falando palavras duras que ferem, se mostrarão fortes. Ledo engano, quem é realmente forte, luta, esbraveja...batalha...ou até mesmo espera Você foi mais um engano. De todos o pior, de todos os poemas o mais fantasioso.Não soube interpretar minhas poesias, não viu que eram todas suas. Porque você é como pluma que o vento leva e traz, mas que não tem peso, não tem forma, não é nada...é vão...inutil...imbecil. Foi beleza , hoje é horror... Foi suave hoje é fardo pesado demais pra suportar... Foi sorriso, hoje é lágrima...lágrima de dor de arrependimento... Você foi meu maior amor e hoje é minha maior dor,minha raiva, meu desatino, meu pavor, minha magoa meu desespero... Vá embora e leve com você todas as lembranças, todas as mentiras que conseguiu dizer com maestria, todos os enganos, ainda bem que tirou a mascara antes, ainda bem que se mostrou...Antes tarde que nunca... Vá embora e esqueça que um dia eu passei por sua vida. Quero que suma como fumaça, como nada...Você é um nada... É uma daquelas pessoas que passam pela vida dos outros e só deixam dor e destruição, como uma doença ruim, como um furacão, como um vendaval que leva tudo que temos e só deixa a desesperança... Não pense que quero o seu mal, a sua dor... Quero que seja feliz... Absolutamente e plenamente feliz, porem o mais distante de mim possível.Porque o bem que desejamos a outros volta pra nós com mais força.E não quero que o mal enorme que há em você me contamine.Vá...leve com você toda a sua capacidade de só ver o mal em tudo... Desista mais uma vez. Você não merece nenhum amor... Feche a porta atrás de você, porque a partir de hoje pra você ela nunca mais será aberta. Vai...Estou me despindo de você. Desapareça. Sandra Botelho

Recomeçar

Acordando para uma nova vida,

Despertando para um novo amor,

Para novos desejos

Descobrindo novos beijos.

Abrindo o coração, para uma nova paixão,

Se dando novas oportunidades

Se doando a um novo recomeço

Disposta a pagar qualquer preço.

Sonhando novamente

Sorrindo sozinha

Recomeçando , reconquistando,

Redescobrindo, caminhando...

Um novo desejo,

Ao som de um novo beijo

Um novo abraço

Sem delírios nem descaso

Um novo olhar, uma nova alegria,

Acordar sorrindo

Por ouvir seu bom dia!

Enquanto o dia ainda nascia.

Ser feliz devagar,

Sem medo de errar,

Ser novamente feliz,

Como agente sempre quis

O dia nublado e triste,

Torna-se ensolarado e alegre

Porque você é brilhante...

É luz, é vida nesse instante!

É bom acordar ouvindo a sua voz

É doce como uma bela melodia

É sol a me iluminar, a me aquecer,

É uma loucura desejada a me enlouquecer.

Que todas as manhãs

Tragam-me de volta você,

Que em meus sonhos você venha morar

E que nunca pense em me abandonar.

Quero te amar...

Sandra Botelho

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Mutiladas

Hoje ela já tem quinze anos, nasceu coberta por rotos panos! Nunca foi beijada com ternura! nem tão pouco se sentiu segura! De todo carinho foi destituída, ainda era tão menina! Quando se desenhou sua sina. Proveria o sustento, a comida. A primeira vez foi o pai, Sem direito a dizer um ai, Nas outras vezes foi vendida, A viajantes oferecida. E tudo ela aceitava, Jamais daquela sina reclamava. Algo dentro de si secou Nenhuma lágrima de seus olhos rolou. A sua infância roubada, a tornou amargurada. Não tinha mais esperança, afinal nunca foi criança. Seu corpo a todos pertencia. Era vendida por qualquer ninharia, para comprar um pão Não importava o coração. Quem a devia proteger , a vendia por saber, que precisava do dinheiro, para de fome não morrer. E ela ia crescendo, sem condições de mudar, sabendo que não adiantava lutar, aquilo nunca iria parar. Vendida sem culpa, sem medo, era uma vida sem sonhos. Vida sem enredo Simplesmente era nada, Ela luz apagada. E a história continua hoje ela vende a sua filha filha de pai desconhecido mas com destino repetido. Sandra Botelho

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Amor

Ah... O amor, cantado em verso e prosa
deliciosamente em rosa,
em vermelho em cores quentes
em sensações ardentes
Ah... O amor,
que nos deixa de bobeira,
flutuando sem gravitação,
escancarando o coração!
Ah... O amor!
rima-lo-ia com dor
não existe rima certa
o amor é o amor...
Ah... O amor
Essa coisa doida,
que chega sem pedir licença,
causando angustia intensa!
Ah... O amor
Que os céus digam amem,
que ele seja só felicidade,
para os que amam de verdade!
Ah...O amor!
tão pluralmente definido,
liberado ou proibido,
porem jamais esquecido!
Ah... O amor!
eterno ou breve,
casto ou indecente,
quero amar de corpo e mente!
Ah... O amor!
esquecido por uns,
inesquecivel em outros,
mortal para alguns!
Quero uma rosa prá te dar,
quero um coração prá acariciar,
Quero o amor a me matar ,
um corpo doce a saciar!
Quero amar até morrer
mesmo que em meu coração
exista aquele amor
que se chama solidão!
Sandra Botelho

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...