quarta-feira, 29 de junho de 2011

De corpo, beijo e desejo!

Suspiro...Por teus toques! 
Gemo... por teus beijos!
Me desmancho em teus braços!
Me perco em teus abraços!
Navego em teus desejos...
Naufrago em teus beijos!
Me arrepias a pele...
Quando ao meu corpo, teu corpo adere!
E respiramos no mesmo compasso...
Dois corações  em descompasso!
E nessa teia de desejo e paixão,
morro em suspiros , gemidos e tesão!
Grudo em teu corpo, me embriago com teu gosto...
Beijo-te  inteiro, e me perco nos contornos de teu rosto.
Nesse momento de puro prazer,
É de teu cálice que quero beber!
Abraçar-te com ternura e adormecer!
Ansiando recomeçar, logo que o dia amanhecer.

Sandra Botelho

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Intensidade


Não quero de ti as sobras, nem as migalhas que caem de teu coração!
Dê-me a plenitude de teus sentimentos e te ensinarei a viver  com paixão!
Venha me dê sua mão, quero te ensinar que basta 
O desejo, o amor e a vontade, para levitarmos longe desta prisão...
Quero tua intensidade, tua liberdade, teu sentimento mais profundo...
E juntos iremos por ai sem medo,conquistaremos o mundo!

Sandra Botelho


Uma batalha pela vida!
http://robertogalera.blogspot.com/

domingo, 19 de junho de 2011

Amor letal

A moça triste lentamente jazia fria, por detrás de um manto negro, que a noite infiltrada na alma teimava em lhe impor.
Nada mais havia alem de tristes pegadas, deixadas em contornos imprecisos,  e gravados em um coração mergulhado em dores.
Dores deixadas por lembranças árduas, cujo respirar se fazia difícil, sonhar impossível...sorrir absolutamente doloroso.
Naquela cama, sentimentos eram doses letais de morfina...
Os pensamentos não se acomodavam, gritavam desatinados a procura de compreensão.
mas ninguém os ouvia...Não era possível; tamanho o silencio contido nas palavras.
Nada mais havia, partiram-se as ilusões, o amor que antes fora fecundado em carinhos e gerado em cumplicidade,
fez-se solidão, desprezo.O gosto na boca cheirava a fel, veneno que lentamente cala a voz da alma...
Desejando a morte o corpo frio lhe implorava presença, calor do corpo amado, impossível, ele partira sem ao menos um adeus.
As luzes aos poucos se apagaram de seus olhos e ela inerte e fatalmente ferida,
se esforçou a um ultimo suspiro, que continha apenas tres palavras:Eu te amo
E fechou os olhos, encerrando assim a dor...A dor que a fez morrer de amor!
Uma derradeira lágrima correu-lhe pela face e seu ultimo pensamento pode ter sido ,acordar nos braços de um anjo!


Sandra Botelho

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Ardente, caliente, quente!



Sucumbo aos teus apelos
Eriço meus pelos...
Como gata selvagem...
Mistura de amor , paixão e  sacanagem
Arranho teu corpo...e me deito em teu dorso!
cavalgo..me viro, deliro...em teu corpo me inspiro!
.Desvairada os cabelos te entrego e com força seguras...
Me prende a teu corpo...me entrego...loucuras...
Permito... E nesse momento desvario...
De prazer sorrio,,,
E assim sinto...Apenas o teu gosto em minha boca!
Sou selvagem, menina, mulher e louca!
Deslizas tuas mãos tateando cada parte de meu corpo...
Em meus pequenos detalhes estás absorto!
Perdida em sensações enlouqueço...te mordo!
Quero-te agora, nesse instante...Um romance
ardente, quente, caliente...fervente ,vulcão! 
Que explode de desejo e tesão..
Dois corpos que ainda alimentam a mais ardente paixão...

Sandra Botelho

domingo, 12 de junho de 2011

Enamore-se

Hoje as mãos estão mais apertadinhas, 
grudadinhas umas as outras.
As bocas não se descolam de um beijo
e multiplicados os beijos compõem uma suave canção
que se espalha pela cidade e pelos campos, encantando...
E esse encantamento faz apaixonar-se aquele,
que não mais sabia o que era amar.
Um vicio gostoso de saber que apaixonados se desejam
e aconchegados no mesmo colo se fazem juras de amor!
Hoje as flores são distribuidas generosamente,rosas vermelhas e de todas as cores... 
Viçosas e felizes elas enfeitam o amor, iluminam sorrisos,
invadem lares e perfumam suavemente cada beijo!
Hoje as paixões se eternizam em palavras ..
Os olhares dizem tudo o que o coração teima em calar.
Hoje é o dia do amor, o dia de dividir o amor.
De dizer olhando nos olhos de quem se deseja ter por perto pelo resto da vida...
Eu te amo. , você é muito especial pra mim...è a minha vida
mas deixar o coração falar , a alma sair pela boca, o amor invadir...
Hoje é o dia dos namorados ...Então seja ridiculo, seja idiota, grite aos ventos o seu amor
sem medo sem vergonha, faça uma serenata, cause inveja ao luar...encante, cante!
Mostre a quem você ama o quanto você ama...
E permita que ao menos hoje esse amor seja pleno em você.
E simplesmente se entregue á felicidade de amar e ser amado

Sandra Botelho


Estou no Blog do amigo Daniel em uma linda homenagem.Obrigada querido amigo poeta.
Visitem...
http://ritmooptimismo.blogspot.com/

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Doce Risco


Vou mergulhar no teu mar, 
Não me importo se me afogar!
 Vou me esquecer do passar da hora, 
Não vou mais te deixar ir embora! 
Vou me despir para você, 
Mostrar tudo que quer ver! 
Vou derramar minha alma ao chão, 
Para você entrar em meu coração! 
Vou ser de novo sua menina... 
Vou ensiná-lo a ver a lua, 
A iluminar-me sua e nua, 
Vou amar-te ,em plena rua! 
Vou encher de flores a nossa cama, 
Mostrar ao mundo, que agente se ama! 
Sentir o sopro suave da brisa! 
Dando a suavidade que o amor precisa. 
Vou me tatuar em você, 
Pra nunca mais me esquecer! 
O meu e o teu cheiro misturado ,
 Um novo perfume inventado! 
Quero sonhar os nossos sonhos, 
Reviver nossas conversas, 
Nossas tantas controversias... 
Quase um mundo de promessas! 
Vou te contar todos os meus medos, 
Vou desvendar os seus segredos. 
Quando acordar pela manha, 
Sentir teu beijo de maçã! 
Quero invadir teus pensamentos, 
Tirar de lá todo lamento. 
Jogar ao vento seu sofrimento, 
E te aquecer em doce alento! 
Em meus braços aconchegado, 
De todas as chagas será curado!
 Pois em meus carinhos de ternura, 
Encontrarás a tua cura... 
Então depois de todo amor, 
Se quiser partir eu vou deixar, 
Mas se por acaso se apaixonar... 
Eu deixo você ficar! 

Sandra Botelho!

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Que seja eterno

E que seja eterno, não só enquanto dure o nosso amor,
mas que seja forte e mesmo que se dobre sob o temporal,
que se erga novamente e  que sempre floresça!
Que o nosso amor não seja na medida do nosso coração,
mas que se espalhe na noite escura,
que encante cada olhar sem esperança.
Que faça a criança valsar , que faça o pássaro cantar,,,
Que invada os becos, onde dormem criaturas sem sonhos,
e que as faça novamente sorrir e sonhar e que sejam felicidade!
Que nosso amor seja visto e desejado, mas nunca invejado...
Que faça sorrir os que caminham tristonhos ...
E que  lagrimas rolem nos olhos daqueles que diante do nosso beijo, do nosso carinho, da nossa plena entrega ,se emocionem...se encantem e cantem...
Que meu amado seja para mim o meu respirar, e que eu seja para ele a vida.
Um amor que não seja infinito, pois infinito é onde vai morar nossos sonhos,
quando na noite escura as estrelas se tornarem as unicas testemunhas de uma paixão que não coube no pequeno espaço de um quarto e voou e se transformou em estrelas iluminando todos os amores.
Que o mar nos leve embrulhados em suas ondas e que possamos mergulhar na imansidão de seus oceanos
e deixar a todos que ali naveguem gotas inesgotáveis de paixão.
Um amor que ha se tornar uma bela canção
Que o nosso amor seja perdoador, seja cúmplice, e que nesta cumplicidade, sejamos unissonos em nos apoiar em nos proteger, em nos compreender ...
Que esse amor seja paixão, desejo enquanto o corpo for jovem e viril...Cumplicidade e ternura 
quando os anos nos levarem a energia ...
Mas que possamos simplesmente nos olhar e apenas com esse pequenino gesto, expressar o que sentimos, sem
que para isso seja necessário sequer uma palavra.
E que por todos os anos, eu possa lhe olhar nos olhos e dizer com toda a sinceridade do meu coração:Eu te amo! Hoje e sempre!

Sandra Botelho

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...