quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Simplesmente... Não foi amor


E nesta vontade ja antiga que sinto de você e por você... 

Sentimento desfalece,se esvai...

Os sentires não...

Eles prevalecem sobre qualquer sentimento "maior"! 

Esse desejo sempre envolto em versos, em rimas , em fantasias...

Como o lobo na montanha, como as visitas que minha imaginação criava...

O doce gosto da sua  boca que mesmo distante adoçava a minha.


Um desejo metafisico,


que nenhum mortal jamais saberá explicar.


desejo que não se sacia comendo a presença, 

devorando o corpo.

Mas que sobrevive por si só,

se alimenta de palavras...

tesão...Paixão!

E é assim...

Inexplicavel

e completamente insano!

Sandra Gonçalves

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Dona de mim


E na sinfonia da vida decidi compor minha canção,
em cada nota um riso,
em cada partitura uma historia...
Escrita por mim ao avesso do sonho
em si bemol desenhei a paz,
em ré maior um suave e doce riso,
No pulsar  da musica, valsei as palavras...
Quando o som nasceu, nasceu o amor
e ao sopro do vento orquestrei meu destino,
colocando em minhas mãos minha vida.
Me fiz agua, a dançar sobre o rio...
Me fiz onda a bailar sobre o mar...
Me fiz passaro a voar sob o céu!
Me fiz mulher...Dona de mim!

Sandra Gonçalves

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...