sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Nos braços do vento

Em uma conversa ao pé do ouvido, Prometi ao vento por amor não mais chorar, Ele riu-se de mim, e me disse pra jurar, Antes de fazer o juramento, senti uma lágrima rolar. O vento com sabedoria, Em um abraço me dizia: Nunca deixa de chorar, Quem um dia soube amar! Ele então me convidou, Para um passeio em seus braços, Me levou por todos os lados, Me mostrou muitos abraços... Uns sorriam de mãos dadas, Outros se acariciavam nas madrugadas. Ainda outros, bailavam ao som do amor! Mas haviam os que sofriam de dor. Vi debruçada na janela, Aquela que ama de verdade. Esperando seu amado estava ela. Isso, o vento chamou saudade... Vi em um leito solitário, Uma mulher a desfiar o rosário, Fazendo preces desesperadas, Para que um dia fosse amada! Vi o desespero nos olhos de um homem , Sentado no banco da praça, Em sua feição pude ver que Por amar e não ser amado, Ele planejava uma desgraça. Vi uma mulher chorando , Pedindo aos céus ajuda e força, Implorando ao próprio coração, Para esquecer uma paixão. Vi amantes repletos de desejo, Caricias, toques e beijos! Vi a explosão do amor total, Eu vi, vi um amor real! Então o vento voltou... Em minha cama me deitou. Cobriu-me com tanta ternura, Que não temi a noite escura! Cantou-me uma triste canção, Que me deixou inebriada. Me disse que continuasse amando, Mesmo que não fosse amada. Com um sopro acariciou minha alma! Senti então uma doce calma. e o vento então me confessou: Só não chora quem nunca amou. Quando ver a chuva cair, pense em mim... Sou eu o vento a derramar minha dor, Um dia me apaixonei por uma flor, Quis beijá-la, mas sensível que era, meu beijo não suportou, E em minhas mãos se despetalou... Senti a dor do vento que falando sofria, Pude perceber então que lá fora chovia... Aprendi então , do vento uma lição, só não chora por amor, quem não tem coração. E o vento chorou... Eu e ele choramos a nossa dor... A nossa dor de amor! Sandra Botelho!

21 comentários:

Everson Russo disse...

Sabio esse vento, envolvente esse vento, e nesse munto taõ conturbado é tao gostoso chorar, lavar a alma, e depois sair correndo de encontro ao vento outra vez, pois quem sabe na proxima ventania nao venha junto o tao sonhado amor...beios bela menina e um lindo final de semana.

Elaine Barnes disse...

Pelo amor de Deus! Qse chorei junto! Que integração linda do amor com o vento. Que Deus coloque em seu caminho um brisa suave que te faça sorrir de amor. Gde bjo amiga poetisa. Vc arrasa!

Adolfo Payés disse...

Que belleza de poema, todo un privilegio disfrutar de tus versos..

Un beso con cariño..

Te dejo mis mejores vibraciones y deseos de paz y amor para estas fiestas navideñas y de año nuevo 2010...

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que tengas un feliz fin de semana…

A Magia da Noite disse...

o choro é um lamento ou a felicidade num só momento.

Sereia disse...

Boa tarde maravilhosa,eu me encanto com seus poemas...
Um beijo grande.

Paz
__________________União
_________________Alegrias
________________Esperanças
_______________Amor.Sucesso
______________Realizações★Luz
_____________Respeito★harmonia
____________Saúde★..solidariedade
___________Felicidade ★...Humildade
__________Confraternização ★..Pureza
_________Amizade ★Sabedoria★.Perdão
________Igualdade★Liberdade.Boa-.sorte
_______Sinceridade★Estima★.Fraternidade
______Equilíbrio★Dignidade★...Benevolência
_____Fé★Bondade_Paciência..Gratidão_Força
____Tenacidade★Prosperidade_.Reconhecimento

CAMPANHA: VAMOS FAZER ESTA ÁRVORE CIRCULAR
NOSSO ATÉ O FIM DO ANO PARA ENERGIZAR 2010!!!
PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM ENVIE PARA AMIGOS
QUE VOCÊ CONSIDERA ESPECIAL

Alvaro Oliveira disse...

Amiga SANDRA

AUTÊNTICA VERDADE LHE DISSE O VENTO!
SÓ NÃO CHORA, QUEM NÃO AMA!
SÓ NÃO CHOROU QUEM NÃO AMOU!
LINDO POEMA "NOS BRAÇOS DO VENTO". ADOREI!
LHE DESEJO UM BOM FIM DE SEMANA.

BEIJOS

ALVARO

Alquimista disse...

Vim retribuir a visita. Estou certo que me vou sentir bem nesse aconchego mineiro. Um bj deste lado do oceano.

angela disse...

Suave e melancolico poema, mas nos enche de ternura mansa.
beijos

Manuela Freitas disse...

OLá Sandra,
Venho aqui ao aconchego, cá na minha terra está um frio de tiritar, todos os aconchegos são poucos!...
Mais um poema transbordante, de facto chorar purifica, amortece raivas, abre espaços...quem nunca chorou, nunca amou!...Por amor tenho vertido lágrimas de alegria e de tristeza...
Excelente fim de semana para ti e daqui do frio te envio muitos beijinhos, amiga do coração.
Manuela

Elaine Barnes disse...

Tem um Selinho para você que fez toda diferença esse ano na minha vida .Ganhei da Luciana,achei bárbabo! Não tem regras http://amigosemimosdacoruja.blogspot.com/ Gostaria que aceitasse,mas, sinta-se a vontade ok!

Luna Sanchez disse...

Gosto de vento, de chuva, de mar, de raio e trovão.

Acho que existe uma beleza maior do que a que realmente se vê, nisso.

Beijo, flor.

ℓυηα

meus instantes e momentos disse...

Passando para desejar um feliz final de semana.
e agradecer o comentario...
o depois não dá medo, o que dá medo é não ter o "agora", o já .....
Maurizio

Ricardo Calmon disse...

OOOOOPPPAAAAAA!cheguei para ficar,e ares seus respirar,minina escriba,amada nossa!
A nossa dor do Amor......
M agistral Sandra sumidos sim...ambos les deux,não é verdade?Interagir é isso amada pessoa amiga,feliz fico em no apogeu do viver seu,perceber,tua vida chama,agor em alta labareda,a vida vivendo!
Comentou,comentei interagir é isso!
Vc também,du moi esqueceu!buááááááááááá´!
Sniffffffffffffffffffffffffffff!
Te amu ,pessoa linda nossa,um ntal intenso,junto aos que mais amas!

Viva Vida!

bzuzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Reflexo d Alma disse...

Sandra, que versos mais delicados e encantadores.Confesso que embalaram meu dia que não foi muito fácil....
"Com um sopro acariciou minha alma!
Senti então uma doce calma.
e o vento então me confessou:
Só não chora quem nunca amou."

Que bom esse bálsamo bendito chamado poesia.
Bjins entre sonhos e delírios

Geisa Machado disse...

Oi Sandra!
Irmanar-se com o vento é sentir o seu aconchego.
Qdo vc tem uma força da natureza a seu favor, tudo de bom pode acontecer, inclusive um novo amor, para trazer risos e alegrias, te fazendo esquecer a amargura e a dor do passado. Aproveite este seu novo amigo!
Querida, passa lá no meu cantinho que tem um selo pra vc (logo abaixo do meu perfil). Ficarei muito contente se aceitar.
Bjussss

Duanny!. disse...

Lindo! =)
adorei..

Razek Seravhat disse...

Mesmo ou apesar de tudo admiro sua força em acreditar que ainda vale a pena desejar este tipo de sentimento.

Acredite não quero chateá-la, só quero evitar que sofra um novo tropeço. Mas respeitarei sua decisão, afinal, o amor é um pote que enquanto não se estilhaça nos alimenta com sua doce e límpida bebida.

Ternura sempre...

Sandra disse...

Ola Amiga!


Venho lhe agradecer, pelo seu imenso carinho. Amizade e ternura. Vc. que me acompanhou por um bom tempo. Se fazendo presente todas as manhãs, em todos os meus blogs.
Hoje só tenho é agradecer esse momento lindo da nossa amizade.
Que 2010, seja repleto de a alegrias, amor e saúde. Que no próximo ano, nossa amizade, continue tão bela, quanto agora.
Muito obrigada pelo seu imenso carinho
Sentirei saudades suas. Estou indo de Férias, e só retornarei em Janeiro. Passe lá e leve seus cartões.
Deixo um grande abraço. FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!
Com muito carinho
Sandra

BANDEIRAS disse...

POEMAS LINDOS COMO NUNCA LI....

PARABÉNS AMIGA,

BEIJOS E UM LINDO FINAL DE SEMANA PRÁ TI.

Daniel Savio disse...

Que o vento acabe levando esta dor para longe...

E aproveitando o momento, feliz natal e um prospero ano novo.

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

José disse...

Sandra, quanto mais Leio os teus poemas, mais gosto de os ler, tu és uma maravilha a escrever.
Espero que flutuos nas asas de uma brisa suave,
e que nunca percas a inspiração para nos poderes
com os teu poemas.
Que tenhas um Natal muito feliz, e um Ano Novo Cheio de coisas boas.
Um beijinho grande,
José