sexta-feira, 7 de maio de 2010

Minha MÃE...Uma historia de dor!

Nasci em uma familia pobre, extremamente pobre, nunca tive sequer uma cama que fosse minha, dormiamos eu e mais três irmãos em uma cama de solteiro. Dois dormiam para os pés e dois de cabeça para cima, eram chutes a noite toda. Nunca tive direito a infancia, acho que por isso sou tão criança hoje. Minha mãe e meu pai no mesmo quarto em outra cama pequena. A casa tinha dois comodos, feita de bambu e barro. O chão era chão mesmo, terra batida, para varrer era necessario jogar agua," aguar" o chão como minha mãe dizia. E era o que eu fazia todos os dias enquanto minha mãe trabalhava. Meu pai era bastante cruel, alem de alcoolatra espancava minha mãe e nós tambem.Um dia para que ele não matasse minha mãe. foi preciso meu irmão lhe bater na cabeça com o cabo da vassoura. E ele desmaiou, ao menos salvamos nossa mãe, a surra foi enorme depois, mas valeu a pena. Um dia minha mãe tomou coragem e o mandou embora. Ficamos nós, quatro filhos para ela criar e sustentar sozinha. Trabalhava em um restaurante durante todo o dia, era cozinheira. O dia todo durante anos com aquele calor no abdomem lhe custou uma insuficiencia renal grave. Eu com apenas cinco anos tive que me tornar a mulher da casa, somente um irmão era mais velho que eu e tinha que sair para arranjar uns trocados, vendendo picolé. Então a casa e os irmãos menores ficavam por minha conta.Não tinhamos agua em casa, então caminhava cerca de dois quilometros para lavar roupas, com o irmão na cintura e o balde na outra mão. Lá eu o colocava a brincar na agua, enquanto eu lavava as roupas. E tinha que voltar para levar agua pra casa. Apenas cinco anos, hoje custo a acreditar nas coisas que a vida me obrigou a fazer com apenas cinco anos. Cuidar de uma casa(se é que se pode chamar aquilo de casa.) e de dois irmãos pequenos. A comida era feijão com açucar, uma refeição por dia, minha mãe colocava um banquinho ao lado do fogão á lenha para que eu pudesse alcançar o fogão e esquentar e dar aos irmãos. No domingo era uma festa pois tinha arroz. Um dia meu irmão apanhou muito porque roubou couve do vizinho e o vizinho descobriu, contou a minha mãe e ela bateu muito no meu irmão. Ela dizia: Somos pobres mas somos honestos. Ela sempre saia para trabalhar de manhazinha e voltava tarde da noite. Não entendiamos porque trabalhar tanto, vim saber depois... Numa dessas noites chuvosas, e tristes onde sempre parece que alguma coisa muito ruim vai acontecer, realmente aconteceu. Ela gritava desesperadamente de dor, um grito horroroso que até hoje não me esqueço. Vi meu irmão sair correndo a procura de socorro, e minha mãe tempos depois, ser levada, já em silencio.Horas depois um caixão roxo, chegou e ela dentro. Na mesma hora em que vi o caixão eu me lembrei das palavras dela," quando eu morrer quero ser enterrada em um caixão roxo". E pensei: Ao menos agora fizeram a vontade dela. E ela só tinha trinta e seis anos. Não sai de perto dela até na hora do enterro, nunca soube onde minha mãe foi enterrada, não nos deixaram ir. E nunca ninguem nos falou. Nenhum tio, nem tia, nem primo, nenhum parente apareceu até hoje. Depois da morte de minha mãe ficamos um tempo sozinhos, já que meu pai mesmo sendo avisado não apareceu. Fui levada para casa do patrão dela e por lá fiquei. Fomos todos separados, e por muitos anos vivemos assim, cada um tem sua historia, sua dor suas dificuldades. Mas voltando a minha mãe, ela sempre trabalhou demais, até acho que não gostava muito de mim, sempre dizia que eu não prestava que me parecia muito com meu pai, nunca entendi o porque daquilo, mas sempre a perdoei e perdoo. Bom depois de muitos anos meu pai( adotivo) comprou outro restaurante e contratou uma cozinheira que havia trabalhado com minha mãe. E foi ela quem me contou o porque de minha mãe trabalhar o dia todo e a noite. Ela estava comprando uma casinha para nós. Somente o dinheiro do restaurante não dava. Então como era bonita de corpo e atraente, ela se prostituia a noite. Quando fiquei sabendo disso , não tive raiva, nem vergonha de minha mãe, mas sim orgulho. Ela se matava para tentar nos dar um futuro melhor. Mas não conseguiu , a morte a levou antes. Minha mãe, minha heroina, uma mulher que me ensinou a nunca deixar de lutar, que me ensinou a superar obstaculos desde bem pequenina, uma mulher que me ensinou a ser mãe aos cinco anos de idade. A cuidar, a proteger, a amar, a me doar. Minha mãe, uma cozinheira, uma prostituta, mas Minha MÃE, meu maior orgulho. Hoje eu sou mãe, procurei ser a melhor mãe que eu poderia ser para meus filhos, dei a eles todo o amor que nunca tive. E são meus presentes, Minha vida. espero um dia poder encontrar minha mãe e poder dizer a ela o que não tive tempo de dizer.
MÃE EU TE AMO!
Sandra Botelho

Para Sempre Por que Deus permite que as mães vão-se embora? Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento. Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio. Mãe, na sua graça, é eternidade. Por que Deus se lembra - mistério profundo - de tirá-la um dia? Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho.

45 comentários:

continuando assim... disse...

Carlos Drummond de Andrade

boa escolha ;)

gostei

bj
teresa

Luciana Klopper disse...

Sandra, que vida sofrida! Nossa que emocionante sua história!

Majoli disse...

Minha querida, no nosso encontro em São Paulo, você me contou um pouco de sua história de vida, mas agora lendo sobre sua mãe, estou chorando, não tem como segurar as lágrimas.
Ela foi sim uma heroína e você minha querida é um exemplo de vida pra mim.

Amo você, de ♥.

Linda escolha de Drummond.

Beijos com meu carinho mais sincero no teu ♥

Lianara **Lia** disse...

Oi Sandra!

Sua história me comoveu! Sua mãe foi uma mulher corajosa e, onde estiver, tenho certeza que tem muito orgulho de você!

Abraço carinhoso e FELIZ DIA DAS MÃES!

Lia♥

Felina Mulher disse...

Minha história é quase parecida com a tua, por isso hj quando as pessoas me dizem que é hora de parar de trabalhar tanto e cuidar somente da saúde, eu reluto.Foi td conseguido com mt esforço.Bela homenagem minha linda.
Parabéns pra vc pelo dia das Mães.

beijos.

Luna Sanchez disse...

Engasguei, nó na garganta...

ℓυηα

angela disse...

É muito triste começar a vida pelo seu lado mais duro e triste e que bom que conseguiu ir em frente e dar um salto para diante. Com certeza o coração só cresceu com essa vida dificil. Uma cepa boa a que a constitui.
Parabéns pelo dia das mães.
beijos

José Antonio disse...

Minha amiga Sandra... depois de ler sua historia de vida não vejo uma forma de homenagear a vc e sua Mãe a não ser pedidos PALMAS MUITAS PALMAS as duas neste dia das mães bjsss mill.

reltih disse...

cuando se es humilde de verdad, se es noble de verdad! y eso te hace setir grande!!!!!!!
amor, mucho amor para ti

Regina Rozenbaum disse...

Sandra, amada!
Se antes mesmo de ler sua história (e deixando as lágrimas correrem soltas) já a admirava tanto... Agora então, minina de bjos achocolatados, que orgulho em tê-la encontrado! Mãe é mãe...do jeito que for...e nossos filhos, como digo sempre, edição melhorada e revisada!!!! FELIZ DIA DAS MÃES!
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Fatima disse...

De tirar o folego a história da sua vida minha querida.
Uma história tão sofrida fez de vc uma pessoa tão especial.
Aprendi muito hoje aqui, com sua mãe e com vc.
Bjs.

moisés disse...

sandra ...fiquei muito emocionado ao ler a sua historia de vida .
que bom que hoje voce tem uma familia e com certeza tem muito o que ensinar para seus filhos.

pessoas como voce merecem toda felicidade do mundo.

voce tem todo o meu respeito e admiração.

um beijo grande pra voce!

Gilson disse...

Sandra

Fiquei lendo e meu coração desmoronando por tanta coisa que você teve que enfrentar, mas seu depoimento é uma bandeira a mais de que sempre conseguiremos vencer e que ser pobre é ter dignidade e honestidade, por isso sempre falo, todos nós podemos alcançar tudo se formos fortes e batalhadores. Parabéns por esse exemplo de vida,parabéns por Domingo e pelos seus filhos lindos.

Bjs

Hod disse...

Olá Sandra, comovente a história de vide de Sua Mãe, sua e seus Irmãos.

És um exemplo de seuperação.

Obrigado pelo carinho de sua visita.

Forte abraço e que o Domingo em sua homenagem seja repleto de alegria e contentametno.

Feliz dia das Mães com muitas bençãos.

Hod.

ღPat.ღ disse...

Tu quer é me matar do coração, né?
Com os olhos em mares aqui mais uma vez consegues me emocionar...
Não tenho muito o que dizer, apenas que tu és uma guerreira da qual me orgulho de poder tê-la como amiga...
Vencedora!
Linda!
Especial!

Beijos em ti amada amiga,
Feliz Dia para todas nós!

Chica disse...

Linda e emocionante tua história bem marcante.Linda homenagem!beijos,tudo de bom,chica

Margarida disse...

Vida sofrida amiga, mas a vida é assim. Beijos

Everson Russo disse...

Minha amiga, dificil ler sua historia de uma só vez, a cada palavra, a cada sentimento, lagrimas, enxugadas, seguia,,,,e mais e mais lagrimas,,,,a vida muitas vezes nos traz historias que jamais vamos entender,,,sonhos partidos, dores, cortes profundos na alma que vaõ conosco pra sempre,,,mas nada nessa vida supera um amor de mae,,,nada é mais verdadeiro,,,nada é mais simples e real,,,,e ao poema,,,Deus leva as mães porque elas sao anjos, e Ele precisa de anjos ao seu redor....beijos de carinho e paz....fique com Deus.

Lara Amaral disse...

Obrigada pelo comentário em meu blog.

Abraços.

Silenciosamente ouvindo... disse...

É um gesto de coragem se expor...
Eu luto (no momento) também por
o fazer ou não.
Beijinhos e obrigada por tudo.
Irene

Marilu disse...

Do sofrimento a superação, a vontade de crescer e vencer, e você venceu...Triste sua história de vida, e a mesmo tempo linda..
Feliz Dia das Mães...Beijocas

ALİ EKBER ÇELİK disse...

Parabéns pelo seu Dia das Mães

Clecilene Carvalho disse...

Desculpa, mas não contive o choro, sou assim mesmo... chorona e tenho um problema de sentir na alma a dor do outro...
Ma tudo bem, o resultado de tudo é esta mulher forte e doce que estou tendo a oportunidade de conhecer.

Mãe é dádiva divida...
Mãe é eterna.

Beijos e felicidades todos os dias.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Muito me emocionou a sua história e o poema de Drummond a complementou com chave de ouro!

Um feliz e luminoso Dia da mães para você junto aos seus filhos!

Deus a abençoe!

Um beijo!

Sonia Regina.

Sueli disse...

Amiga, estou muito emocionada, mas sabe o que mais me tocou? O seu carinho e o seu reconhecimento pela sua mãe! É lindo isso. E, esteja onde estiver sua mamãe, permita-me enviar-lhe um abraço forte e um beijo muito carinhoso. Plasmo neste instante um ramalhete de flores lindas e, através de você, ofereço a ela. Parabéns pelo seu amor, pois ela a levou onde está hoje. Beijo grande e Feliz Dia das Mães!!!

O Profeta disse...

Hoje ofereci as cores da minha paleta
A um amiga na sua dor
Ouvi seu choro ao meu ouvido
No fatalismo do desamor

Hoje o sono acordou-me
A nostalgia agitou suas asas cinzentas
Esqueci no acordar o ultimo abraço
E contei as nuvens que eram tantas


Bom fim de semana


Doce beijo

Wanderley Elian Lima disse...

Uma comovente história combinada com um belo poema de Drummond.
Beijos

Cadinho RoCo disse...

Parabéns pelo dia das mães.
Cadinho RoCo

Maria Bonfá disse...

OI QUERIDA..ESTOU DE VOLTA..APESAR DE CONHECER SUA HISTORIA..FOI DIFICIL LER AQUI.TRISTE..EMOCIONANTE.GOSTO DA PESSOA QUE VC É..CARINHOSA..AMIGA. CHEIA DE TERNURA PARA COMIGO..UMA AMIGA REAL QUE AMO E ADMIRO.PARABENS PELO NOSSO DIA.. PELA AMIGA QUE ENCONTREI EM VC.. PELA MÃE MARAVILHOSA QUE É..BEIJÃO QUERIDA.. FIQUE COM DEUS

M@ria disse...

No dia de hoje...
Escreva uma página
dourada
com tudo que sonhas
na vida...
Não deixe uma só linha
em branco
Agradeça pelo dia de ontem
e peça paz ao teu dia
de hoje....
Escreva um verso
de felicidade
não dobre a página
por nada...
Não esqueça
Você é o autor
da sua jornada.

D A

Feliz Domingo com amor no coração!


Obs:Venha conhecer meu novo blog......te espero
http://caminhospoetico.blogspot.com/

Amor feito Poesia disse...

No dia de hoje...
Escreva uma página
dourada
com tudo que sonhas
na vida...
Não deixe uma só linha
em branco
Agradeça pelo dia de ontem
e peça paz ao teu dia
de hoje....
Escreva um verso
de felicidade
não dobre a página
por nada...
Não esqueça
Você é o autor
da sua jornada.

D A

Feliz Domingo com amor no coração!


Obs:Venha conhecer meu novo blog......te espero
http://caminhospoetico.blogspot.com/

Fátima disse...

Amiga, sua história realmente é comovente e pode servir de exemplo,para tantas outras pessoas que tendo tudo ainda se lamentam e nada fazem para crescer na vida e saber valorizar o que recebem gratuitamente.
Tudo passou, o que conta agora é daqui pra frente mulher guerreira, ser feliz com seus filhos e a certeza da superação.

Beijo com carinho, e um dia das mães muito acarinhada e amada.

legalmente loira... disse...

amiga que lindo!!
emocionou...


desejo um
domingo muito feliz, com amor e paz no coração
Bjo carinhoso.feliz dia das mães!!

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do CÉU
E apenas menor que Deus.
(Mário Quintana)
vc é muito especial

Everson Russo disse...

Um abençoado dia das mães cheio de paz e serenidade....beijos de carinho.fique com Deus e ótima semana.

Fred Matos disse...

Uma história comovente, Sandra. As pessoas são sempre uma conseqüência das suas circunstâncias e das ações que empreendem para superá-las, disso resulta que pessoas mais sofridas se tornem pessoas mais fortes e, também, mais apegadas aos bons valores.
Parabéns
Beijos

Manuela Freitas disse...

Querida Sandra,
Senti-me esmagada com a tua vida, a vida que tão pequenina tiveste que enfrentar. A tua mãe para mim é uma heróina, com certeza não te deu o carinho que tu precisavas, mas tudo fez para dar aos filhos uma vida melhor. Tu e os teus irmãos também foram uns heróis, foram atirados ao nada e cedo tiveram que fazer pela vida.
Ao passar por tudo isso tens uma expressão doce, és carinhosa nas palavras, tudo isso justificava que fosses bem amarga!
Por tudo que és, um beijinho muito especial para ti, super-achocolatado!
Manuela

ellen disse...

Obrigada pela sua visita e volte sempre.
Seu Blog é muito bom.

Beijinho para si.

ellen disse...

Li sua história. Se é real e mesmo que não fosse deixou-me arrepiada... grande mãe e mulher ela foi!!! Que descanse em paz.

Beijinho

José disse...

Olá Sandra!
Eu já gostava muito de ti, pela maneira como escreves, pelo sentimento que pões nas palavras, pela pessoa humana que és, e agora fiquei a gostar ainda mais, pela história emocionante que acabas de contar, pela coragem que tiveste de a contar, parabéns por isso.
A minha história não foi muito diferente da tua,o meu pai era um santo, a minha mãe também era uma santa,amor nunca nos faltou,mas chegou a faltar o pão,somos sete irmãos,o meu pai trabalhava os dias todos do ano,mas foi sempre com patrões exploradores.
tive que me tornar homem desde muito novo para poder ajudar nas despesas da casa. Apesar de tudo tenho muito
orgulho dos meus pais.

Feliz dia das mães um beijinho grande para ti.
José.

M. Nilza disse...

Oi, Sandra!
Acho que esses dias que os homens inventaram para comercalizar mais, para propagar seus méritos em sentidos bons e ruins, aproveitamos para encontrar histórias como a sua, triste e tão rica de vivência. A minha não foi tanto quanto sua, mas algumas semelhanças,,, E quem sabe essas gotas de ternura não tenham vindo dessa vida ?? Só quem sofre e cresce como vc pode ter algo grandioso dentro de si.

Beijos

Elaine Barnes disse...

E assim nessa história triste e sofrida vemos que Deus está presente enquanto estamos perdidos sem um caminho pra seguir. Nesse instante realmente ficamos sem chão porque Ele está nos carregando no colo. Diz o ditato:" Filho de peixe,peixinho é"Posso até arriscar que "Filha de Heroína,heroína é" e não significa que se a vida não dá outra oportunidade para dar de comer aos filhos,sem saída, nos prostituiríamos também e no caso dela foi um ato Heróico por uma razão nobre. Era o que ela acreditava.Por algum motivo você nasceu dela,uma oportunidade de entender o amor nessa estrada, que só Deus pode explicar porque crianças tem que sofrer.Você é uma sobrevivente,uma heroína por ter chegado até aqui e superado no caminho do amor, enquanto tantos se revoltam e justificam seus atos violentos pela infãncia que tiveram. Parabéns por ser essa grande mulher tão sensível,tão doce e amorosa,deixo aqui meus aplausos de pé para o exemplo de mãe que voc~e é. Montão de bjs e abraços de admiração com carinho de "FELIZ DIA DAS MÃES!"

Daniel Savio disse...

E mães nos fazem um bem que nem notamos...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Hugo Botelho e Bruno Prado disse...

Sempre leio, nunca comento. Apenas agradeço a Deus por ter me dado a esposa que tenho.
Sua história de vida é a força que tenho para dar a ela tudo o que posso. Quero um dia poder dar muito mais.
Te amo! Por toda a vida.

Sandra disse...

Feliz dia das mães!

" Uma coisa é certa – A maior pretensão das minhas mulheres é mostrar que no aço da dureza humana, a flor da Graça divina costuma nos surpreender generosa. " [ Pe. Fábio de Melo ]

beijos

Amapola disse...

Sandra querida...
Que história emocionante... não tenho nem palavras!
Daria um filme que iria reunir multidões. Eu estaria na primeira fila.
Bravo! para a menina Sandra, para a mulher Sandra, para a mãe Sandra!

Beijos no coração, amada.
Que Deus os protejam, hoje e sempre.

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...