terça-feira, 17 de agosto de 2010

Desalento



A noite chegou em dores e sombras,
O sono não vem e as horas me ferem.
A mente desenha pedaços de dor,
e a alma derrama lágrimas de horror.
Meu rosto não tem mais o brilho nos olhos,
Nem se levantam para olhar o azul do céu
Da boca o sorriso, fugiu sem voltar.
Restou apenas o gosto de fel.
A vontade de vida o corpo esqueceu perdeu,
e a coragem que ardia a lágrima emudeceu.
Os sonhos morreram a cada ferida,
e nem as flores enfeitam minha vida.
As estrelas caem sobre meus ombros,
Toda paz se desfaz em escombros.
E o céu em negro se faz tempestade
Tirando de mim, o que resta de felicidade.
Meu corpo dolorido não quer mais a cama.
A cama vazia, sem o calor de quem ama.
As mãos sem coragem secam lágrimas insanas
Que descem pela face e o coração inflama.
Meu rosto disforme de tanto pranto e dor
Não quer mais se pintar, se olhar...
Cobri os espelhos de negra escuridão
Pintei o passado, e as dores que aqui estão
Fiz deles uma tela e emoldurei meu coração.
Agora não tenho mais o sol, é negro o meu dia.
E chove em meu corpo, em lágrimas derramadas
Incontidas, por uma vida devastada e sofrida.
Teci um casulo, e nele me fechei.
Diferente da lagarta,nunca mais me transformarei,
me despedi da esperança,
deitei em minha alma a descrença
E simplesmente chorei!

Sandra Botelho!





Esta semana tem Percepção no
                                                                         BlogGirls
                                                 Ficarei feliz com sua visita.



 

54 comentários:

Machado de Carlos disse...

Um poema bem escrito, mas triste!... Você é uma mulher muito bela. Parece que suas palavras, apesar do poema belo, não sejam para você. Logo alguém que adora a felicidade de degustar bons chocolates.
Fique bem! Torço para você!
Beijos meus!...

Daniel Savio disse...

Menina, deixa as dores se curarem e acredita num dia melhor...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Amor feito Poesia disse...

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.

Madre Teresa de Calcutá

Bons sonhos e beijos meus!! M@ria

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O negócio é deixar passar essa dor e receber o novo dia de braços abertos.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

ღPat.ღ disse...

Estás a tirar as palavras do meu pensamento, ou seja, conexão de pensamentos amiga...

Beijos mil...

euemmim disse...

Oi Sandra....

Olha ,vc me fez chorar...com este poema...tô aqui com lágrimas nos olhos...

Vc sabe o que faz....e faz muito bem....

Tocou meu coração profundamente!

Bjos querida Poetiza!
Zil

reltih disse...

ufffff, me agonizaste con tu tristeza. me doliste.
besos

Lianara **Lia** disse...

Que lindo, Sandra!!

"...E chove em meu corpo, em lágrimas derramadas
Incontidas, por uma vida devastada e sofrida.
Teci um casulo, e nele me fechei.
Diferente da lagarta,nunca mais me transformarei,
me despedi da esperança,
deitei em minha alma a descrença
E simplesmente chorei!"

Bravo! Belíssimo!

Beijos
Lia

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sandra
Nada de tristeza. A vida continua, basta olhar para dentre de si mesma e ver que no fundo de seu coração a esperança de ver o sol brilhar, espera por você.
Beijos

Pleiba disse...

OIe amiga,

Nada como um dia apos o outro não é verdade? :)
saudade de vc amiga bjus

Assis Freitas disse...

combinação perfeita, canção, texto, emoção,


beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Deixe essa dor ir embora, sempre haverá um novo amanhecer.

beijooo.

Everson Russo disse...

Conheço bem essas noites,,,esses vazios que elas trazem,,,essas dores que sentimos sem saber ao certo quando irão acabar,,,suportar a gente até suporta,,,mas não é a nossa melhor rima, belissimo e triste seu poema........beijos de linda quarta pra ti querida....

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Minha querida, é lindo o seu poema, mas dói só de ler! Faça-me o favor! Levanta, Mulher! Beijos, te amo!

"O Fogo que na branda cera ardia

O fogo que na branda cera ardia,
Vendo o rosto gentil que eu na alma vejo,
Se acendeu de outro fogo do desejo,
Por alcançar a luz que vence o dia.

Como de dous ardores se incendia,
Da grande impaciência fez despejo,
E, remetendo com furor sobejo,
Vos foi beijar na parte onde se via.

Ditosa aquela flama, que se atreve
A apagar seus ardores e tormentos
Na vista de que o mundo tremer deve!

Namoram-se, Senhora, os Elementos
De vós, e queima o fogo aquela neve
Que queima corações e pensamentos.

Camões*

Beijos, Sandra*
Tenha Lindos Dias!
Renata

Adolfo Payés disse...

Bello escribes, siempre que te visito me doblego con cariño a tus letras..

Un beso mi querida amiga..

Un abrazo
Saludos fraternos..

Sonhadora disse...

Minha querida Sandra
Muito belo o teu poema, cheio de sentimentos, que eu sinto também.

me despedi da esperança,
deitei em minha alma a descrença
E simplesmente chorei!

como fala de mim.

beijinhos com carinho
Sonhadora

Sergio disse...

"Triste é viver na solidão
Na dor cruel de uma paixão
Triste é saber que ninguém pode viver de ilusão
Que nunca vai ser, nunca vai dar
O sonhador tem que acordar

Tua beleza é um avião
Demais pra um pobre coração
Que pára pra te ver passar
Só pra me maltratar
Triste é viver na solidão"

Bom se a música não cura remedia. E a bossa nova, recomendadíssima para as dores dessas tristezas que chegam e nem se saber porque. A “tocada” aí encima é dessas que a gente lê e a música vem como um balsamo. Pode não estancar por completo a melancolia, mas dá um aliviozinho revigorante.

Tenha um dia de perceptível melhora. Quem sabe se na noite já não choras mais?

SAULO PRADO disse...

Quando sair do seu casulo a alegria ira voltar ao mundo....

Saudades minha amiga não quero ter ver triste espero que seja ficticio...

Vanuza Pantaleão disse...

O amor é como a Fênix, renasce mais forte das cinzas...

Beijos super achocolatados, amiga!!!

Isadora disse...

Sandra quantas vezes, ao longo da vida, nos sentimos assim, como descrito em seu poema. E pensamos que o sofrimento será eterno. Para nossa sorte não há tristeza ou dor que dure por toda a vida e um belo dia acordamos e vemos que nos sentimos melhores.
Um beijo

Manuela Freitas disse...

Vim por a escrita em dia e reparei nas tuas flutuações de humor!...
Neste poema estavas muito tristinha, menina levanta a crista! Outro dia disseste lá pelo meu blogue, que uma casinha branca simples no campo era o que querias, já estive a ver a casinha. Concordo contigo, mas a casinha principalmente tem que aquietar as nossas inquietações, não é?
Beijinhos carinhosos,
Manú

sandra Freitas disse...

Querida Pretinha de chocolate, você leu meu coração, aqui dentro tá tudo nublado, triste, angustiado..
Obrigada por sua visitinha constante no meu blog...suas palavras são sempre encorajadoras..
Obrigada pelos beijinhos de chocolate...

Machado de Carlos disse...

Sempre uma alegria inexplicável toma conta de mim ao vê-la. Você me trás uma Alegria de Muita Paz!
Beijos!...

Hod disse...

SAndrita,
Legal suas doces frangrâncias achocolatadas, que deiscates em minha atmosferas, pelo Duplix, também ficaria bastante contente se vc aceita o convite de fazer um comigo, ou me convidasse para fazer com vc. aceitaria na hora...

Opoetunamente volto pra apreciar este seu lindo post..

Beijos querida Sandrita.

Braulio Pereira disse...

vim secar sua lágrima

mandei a tristeza... embora

vamos dançar bora... bora..


beijos com chocolate!!!

Alvaro Oliveira disse...

Amiga SANDRA

Finalmente de4 regresso aos amigos, após forçada ausência.
E encontro um belo poema, apesar da tristeza que o envolve.
Estou certo que o poema não traduz
sua realidade actual e seja apenas um imaginário. Está muito bem escrito, definindo reais passagens dea vida de cada um de nós.

Beijos

Alvaro

José disse...

Olá menina estás tristinha, alguém já disse que a esperança é a ultima a morrer.

deixo um beijinho de boa noite,
José.

Curiosa disse...

Lindíssimo escrito ...

Pérola disse...

Que poema lindo mas confesso que muito triste.
Parabéns minha flor.
Beijokas.

ONG ALERTA disse...

Cada so nho que parte é para chegada de um novo, paz.
Beijo Lisette.

Tô Ligado disse...

sandra... impressão minha, ou ultimamente vc está mais apaixonada que de costume?? rsrs bjuss

se quiser add mns: brlre@hotmail.com

IsaBele disse...

Querida, uma pessoa doce como vc jamais amargará.

Deixo meu carinho:)

Talita disse...

Olá por alguns motivos estarei deletando meu atual blog, mais já estou construindo outro espaço para postar idéias, pensamentos e imagens.
Gostaria de ter sua presença neste blog tambem:

http://tatapalavrasaovento.blogspot.com/

Beijos com carinho!!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Teci um casulo, e nele me fechei.
Diferente da lagarta,nunca mais me transformarei,
me despedi da esperança,
deitei em minha alma a descrença
E simplesmente chorei!

Lindo minha amiga, muito profundo e dotado de muita sensibilidade.

Beijos,

Furtado.

Mikaely disse...

Amada amei a presença lá no meu cantinho.. mas achei vc triste. Doeu a medida que lia..

beijão de boa noite amada.

Daniel Costa disse...

Sandra

Este geu poema, sendo inevitalmente, iguamente bonito e interessante, em vista, dos anteriores parece configurar um sonho.
Beijo

ღPat.ღ disse...

Venho aconchegar-me em tuas palavras e captar tua linda essência...

Mil beijos de carinho e agradecimento por tão belas palavras que deixa em meus blogs.

Everson Russo disse...

Beijo super carinhoso de bom dia pra ti querida,,,muito amor e paz no seu dia.

Marilu disse...

Querida amiga, triste porém lindo teu poema...Parabéns pelo post do Bloggirls muito bonito...Beijocas

Lidia Ferreira disse...

Lendo esse poema triste mais belo e verdadeiro voltei ao um momento triste da minha vida , que por estranho que pareça hoje me da orgulho pois sobrevivi a ele rsr
bjs

Poseidón disse...

hola SANDRA

un placer leerte.

Esos besos de chocolate me los llevo, soy goloso y necesito.

feliz noite

con besos de chocolate

Insana disse...

Sandra você sempre tao maravilhosa com seus textos.

bjs
Insana

gabyshiffer disse...

Lindo post amiga,
tudo perfeito como sempre.
E quando ao poema do meu blog...
pode pegar o que desejar qdo quiser.
:)
Que vc tenha uma linda noite
Beijos na alma!

Os homens
pensam que possuem uma mente,
mas é a mente que os possui
Há pessoas que amam o poder,
e outras
que tem o poder de amar
Bob Marley

Alguém... disse...

Selinho para ti*

J Araújo disse...

Sandra, obrigado pela passagem lá em meu humilde espaço. Volte sempre!

Bj

Lou Albergaria disse...

Fagner é sempre um luxo e suas, então, o engrandecem ainda mais.

Belíssimo post! Parabéns!!!

Há presente para você no blog da Loba!

Beijão!!!

Phivos Nicolaides disse...

Oi querida amiga. Bjs, Felipe

Anita disse...

O nosso coração é assim mesmo!
Belo texto querida!

Um beijinho*

Everson Russo disse...

Muitos beijos carinhosos de bom dia pra ti querida e claro,,,otimo final de semana.,,,por aqui ta um frio danado de bom...rs..rs...

Lou Albergaria disse...

Agora que vi que engoli a palavra 'palavras' no meu último comentário. Ando muito gulosoa.

E o seu texto sempre lindo. Até voltei para ler novamente.

Tenha um maravilhoso final de semana!!!

Beijão!!!

Felina Mulher disse...

Vou te deixar como comentário a letra de uma musica...."Sorri
Quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri
Quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doridos
Sorri
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz"


Beijos Sandrinha...bom fim de semana.

Marilu disse...

Querida amiga, tenha um lindo final de semana...Beijocas

Daniel Savio disse...

Cadê a poesia junto com o Hod menina?

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Amor feito Poesia disse...

Na minha memória, tão congestionada e no meu coração tão cheio de marcas e poços você ocupa um dos lugares mais bonitos".

(Caio Fernando Abreu)

Feliz Semana.....Beijos meus!M@ria