segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Errante



Andei por ruas,vilas e mares,

Respirei todos os ares!
Não me acomodei em um abraço,
Ninguem amparou meu cansaço!



Aprendi a conviver com a solidão
A esquecer a imensa dor em meu coração...
Senti do desprezo a dor cortante,
Fiz de mim um ser errante!

Não quero mais ser desprezada,
Quero alguem que me faça amada!
Alguem que queira meu coração.
Queira ser da minha vida a razão.



Voarei novamente em indecisão,
Vou caminhar sem rumo e nem direção
Vou obedecer meu coração,
Corro, luto, grito, por uma grande paixão!

Sandra Botelho


Tem homenagem no Gotinhas

44 comentários:

Majoli disse...

Oi doce Chocolate, eu estou assim:
"Corro, luto, grito, por uma grande paixão"
Você já sabe que amo te ler?
Mas vou contar de novo, AMO, AMO E AMO.

Ai amiga, será que vou acabar meus dias sozinha?
snifffffff

Beijos cheios de saudades.
Amo você.

reltih disse...

a veces un desamor hace que uno ya no crea. yo creo en ti.
besos

SAULO PRADO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Daniel Savio disse...

Bonito, mas senão houver alguém no solo, já que sabe voar, procure na estrelas, menina...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Tô Ligado disse...

Tenho notado uma certa trsiteza em suas palavras... aconteceu algo???

beijao

C@urosa disse...

Olá querida amiga Sandra Botelho, o errante amor e o coração sempre em busca do contato pleno e feliz, lindo, lindo! Muita paz, harmonia e mais inspiração em sua vida.

forte abraço

C@urosa

Salete Cattae disse...

No amor o melhor é sempre seguir o coração. Acredite sempre.

bjs querida

Fatima disse...

Desistir?
Nunca!
Não é minha amiga!
Bjs.

Vera (Deficiente Ciente) disse...

Sandrinha querida,
Linda poesia! Adorei!
É isso mesmo, antes de mais nada precisamos gostar de nós mesmas, dar o valor que merecemos.

Beijos e uma semana iluminada!

*Mi§§ §impatia* disse...

Aprendemos a conviver com tudo nessa vida né?
Uma linda semana amiga, beijos.

Luis Nantes® disse...

Simplesmente sensacional seu post... Você atingiu a perfeição prá mim, viu? Beijos

Pamela disse...

Qunatas e quantas vezes nos sentimos assim sozinhos, sem niguém... sem qualquer forma de demostre o quanta somos querido por alguém. No peito fica um dor ardente, que parace não findar, mas com o tempo nos acostumamos com ela, um grande erro nosso. Mal de amor essa é que é a verdade...

Lindo o texto parabéns... mais uma vez um grande texto.. muito interessante!Adorei!

angela disse...

Um poema com alguma esperança.
Bonito amiga
beijos

Marilu disse...

Querida amiga, adorei sua linda poesia. Todas nós corremos e lutamos por uma grande paixão, o difícil é encontrá-la, mas um dia ela chega. Beijocas

orespirardopensamento disse...

O teu blogue é sempre um amor...
para saborear precisamente esse amor que tu colocas em cada poema...em cada palavra escrita...

Obrigado, amiga!
Beijo

romantic disse...

e vai encontrar...
sei que na verdade vivemos atras de um sonho e isso nos impede de encontrar o que esta tão perto ,mas vc ,eu ja percebi que merece ,é puro chocolate quente!!rs
obrigada pelo vino ,eu disse a ele a sandra ama vermelho kk ele entendeu bem não foi ele é um amor bjo menina do achocolatada!

Sonhadora disse...

Minha querida

Como as palavras do teu poema me tocaram fundo.


Aprendi a conviver com a solidão
A esquecer a imensa dor em meu coração...
Senti do desprezo a dor cortante,
Fiz de mim um ser errante!


Como eu sei do que falas...

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Paulo Francisco disse...

Gostei muito deste poema! Parabéns!!!!!!

Everson Russo disse...

Errante é o coração que busca o amor,,,se perde, se encontra na dor, ninguem merece o desprezo e sim o abraço da paz,,a atençao do amor e dos sonhos bons,,,um grande beijo pra ti querida,,,adorei o papo por email...lindo feriado pra voce,,,por aqui choooove,,,tá uma delicia.

meus instantes e momentos disse...

não corra, não lute, não grite...
deixe acontecer.
Porque vai acontecer.
que bom te ler.
Maurizio

Zil Mar disse...

Oi querida Sandra....

Lindo seu poema....o importante....é falar do Amor...se temos...falamos coisas loucas e lindas...se não temos...dizemos aos quatro cantos o desejo de ter...e ser feliz...

E vc o faz com muita propriedade!

bjos minha querida!

Zil

J Araújo disse...

Sandra, vc sempre nos surpreende com seus poemas e poesias.
Lindo!

Bjs

Luna Sanchez disse...

Livre e solta, que coisa boa!

* Flor, que bonita essa música que está tocando aqui, não a conhecia. Gostei! ;)

Beijocas!

ℓυηα

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Sandra
Que beleza de sentimento neste poema, não obstante a dor de não ter encontrado quem amparasse seu cansaço. Nessa correria com ou sem direcção, sempre irá encontrar um
coração que tome conta desse doce coração que vc. é.
Beijos
Alvaro

valdivino disse...

Sempre buscamos aquilo que realmente nos falta.

um dia nós encontramos aquilo que procuramos.

Tenha uma ótima semana.

bjos.

Nilson Barcelli disse...

O rumo marcado pelo coração pode ser aos zig-zags, mas ainda é o melhor...
Excelente poema, querida amiga. Gostei.
Beijos.

Pérola disse...

Boa noite minha linda.
Sabe aquela coisa de que quando se menos espera, o q desejamos acontece? Estou seguindo essa linha. E enquanto isso vou seguindo produzinho histórias e aproveitando o tempo para me absorver nas pequenas conquistas.
Amei sua poesia,vc é linda sabia?
Beijos.
Demorei um pouquinho pq estava viajando rs.

Juci Barros disse...

Teus versos aqui foram de uma força, força de vontade, de decisão!
Beijos.

Everson Russo disse...

Uma belissima quarta feira pra ti amiga,,,beijos de paz e carinho.

Daniel Costa disse...

Sandra

Na tua eacrita, nos teus poemas, não tenho dúvida, evidencias sempre o teu acentuado romantismo.Convido a passares por EXPERIMENTAÇÃO, nomeei-te para receber o prémio Dardos. Passas a ler e a linkar?
Beijos

VINO MORAIS - ARTISTA PLASTICO disse...

Olá Sandra,que bom conhecer este teu belo espaço e tuas maravilhosas postagens,estarei sempre ao teu dispor,beijos.

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

"Não quero mais ser desprezada,
Quero alguem que me faça amada!
Alguem que queira meu coração.
Queira ser da minha vida a razão."

Me sinto assim...

É tão ruim quando não encontramos essa pessoa... quando nos percebemos sozinhos querendo estar perto de alguem que não temos.

Espero que eu e todos que sofrem com isso possamos encontrar alguem que cuide bem de nosso corações, tão bem, quanto nós cuidariamos.

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

E obrigada por sua visita e por suas plavras (=


Beijos,
- Fallen Angel!

Livinha disse...

Sabe Sandra, é bem por aí, quando nos encontramos em espectativas, parece que tudo de nós estar a fugir.
Melhor é caminhar a deriva, sem ter hora de partida e sequer a de chegada, pois que de solapeio na virada, a gente tropeça na madrugada, com um marte a esperar...

Belo teu poema minha amiga,
bem descritivo do que representa esses dias...

Bjs

Livinha

Cristina Lira disse...

Voarei novamente em indecisão,
Vou caminhar sem rumo e nem direção
Vou obedecer meu coração,
Corro, luto, grito, por uma grande paixão!


...Me identifiquei com a poesia Sandra, gostei mesmo....e assim como vc vou obedecer meu coração, embora que as vezes tenho receios....


Bjos....fica na paz migaaa!!!

Ana Luiza F. disse...

Oi Gata!! Como eu já havia percebido, tudo que falas é pura sensibilidade, mas esse pedaço:Vou caminhar sem rumo e nem direção
Vou obedecer meu coração.... é lindo demais. às vezes, a melhor coisa da vida é caminhar sem rumo, é se deixar levar ao sabor do vento. Vai por mim: a gente perde um tempão procurando razões e explicações e, muitas vezes, tudo é tão simples. Voe mesmo, é meu conselho. Obrigada, pelo carinho e pela presença no Bar. Bjs

Sueli disse...

Para quem respira amor como nós, morrer de amor e melhor do que viver sem ele, não é mesmo, minha amiga querida? Beijo grande!!!

Lidia Ferreira disse...

Minha achocolatada amiga,
Como sempre voce escreve com a alma
bjs

Braulio Pereira disse...

AMOR....

beijos!!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, minha querida! Sabia que gosto muito do que você escreve? E que neste poema queremos a mesma coisa? Lindo poema!
Um beijinho enorme, Sandra!


Cansa sentir quando se pensa.
No ar da noite a madrugar
Há uma solidão imensa
Que tem por corpo o frio do ar.

Neste momento insone e triste
Em que não sei quem hei de ser,
Pesa-me o informe real que existe
Na noite antes de amanhecer.

Tudo isto me parece tudo.
E é uma noite a ter um fim
Um negro astral silêncio surdo
E não poder viver assim.

(Tudo isto me parece tudo.
Mas noite, frio, negror sem fim,
Mundo mudo, silêncio mudo -
Ah, nada é isto, nada é assim!)

Fernando Pessoa

Tenha um Lindo Dia
Renata

Poemas Proibidos disse...

Bela Postagem! Nos todos amamos você!
Aceite o meu grande Abraço!

Beijos com bastante chocolate!

Luciana Klopper disse...

Cada dia mais lindo vir aqui e ler vc!

orespirardopensamento disse...

Somos todos errantes
neste mundo inconstante
em perpétuo movimento...
à procura da chama gémea...

Adorei este poema Sandra
Beijo e um bf de semana

Ana Cavalcantti disse...

Oi !
Adorei o blog e sua originalidade !!!
me chamoua tencao la no blog da Renata ..ai passei pra fuxicar rs !
Beijos