terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Da cor da alma


Nas sombras da noite a delicadeza fria da dor.

Nas ruas , becos e esquinas a morada do horror.
Na virtude perdida, na consciência neurótica,
 na descência desnudada de pudor.
Nos sonhos, as ilusões de um olhar,
sem brilho, sem vida,absolutamente só.
Soturnamente doente por raiva e pó,vagueia...
Nas trevas de um olhar, eu vi a dor, a dor
infinita e muda de uma rosa negra, seca e sem vida.
Esperando um encanto, uma mágica, uma cor.
Na palidez da bela que sempre foi primavera...
No instinto doente de um palhaço carente que ri de dor e gargalha de mágoa
Na vida fria ela viu a morte, se chocou com a sorte e ele foi embora.
Deixou-a absolutamente,carente , foi inconsequente malvado....
 Deixou-a  jogada ao chão.Como fétido e desprezado lixo.
Bêbada em suas drogas e mergulhada em seus temores...
Nas ânsias de um mundo que não era fim.
Fez-se túmulo escuro e profundo, com uma alma atormentada e vazia.
A luz sempre sombra, e a sombra chegou por um pouco a se fazer luz.
Mas apagou-se e tudo fez-se escuridão... faltou fôlego para trazer de volta a chama
Desesperada e nua, pintou o corpo da cor da alma,
e só se viu naquele dia uma mancha negra em lugar da cor.
E de vermelho sangue, a dor.
Foi assim que mergulhou nas trevas, aquela que era luz!
E que por um amor traidor e fraco. Perdeu a alma e destroçou o coração.
Fez- se sombra de embriagues e drogas. fez-se zumbi e mágoa.
Dor, mágoa, paixão e  traição. Assim ,estuprou-se um coração.

Sandra Botelho


Visitem: 

E meu novo blog:

48 comentários:

MEUS PENSAMENTOS disse...

por vezes a dor do amor é mesmo violenta,sempre digo que é avassalador,mais prefeiro me arrebentar do que não ter vivido o amor rs.um beijo menina achocolatada!
feliz natal!

Machado de Carlos disse...

Saudade da Menina

Tenho teu lenço: - o beijo da vitória...
No batom; uma nota... Ah, melodia!
Na erva doce e alecrim, - vai ventania;
Um gosto que alucina, - ah, aurora!...

Naquela caixa de cor merencória
Uma saudade do final do dia!...
No encontro de crochê: - Luxo e ousadia
Dum “Lecqua di Fiori” e sem glória!...

Num prelúdio com som do eterno mar,
Vejo a silhueta no mesmo luar...
Danço junto à luz de outra ribalta...

Procuro tua alma no fim do meu mundo,
Sinto uma dor num corte mais profundo;
E inebriante caio na maré alta!

Machado de Carlos


Beijos!...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sandra
Pesado, porém revela a realidade de muitas mulheres que não conseguem superar a dor de uma perda.
Bjux

Braulio Pereira disse...

oi Querida

vim dar beijo!

dia feliz para ti.

um poema á dor

noites frias.

o sol vai brilhar.

Everson Russo disse...

São tao intensas as madrugadas,,,esse despudor que ela nos proporciona,,,esses desejos loucos de extase e amor,,,loucura, poesia e paz ao mesmo tempo,,,e vamos seguindo e sonhando,,,beijos de bom dia pra ti minha linda.

valdivino disse...

Desejos não comedidos, isso nos revela tantas coisas da vida.

bjos linda.

C@urosa disse...

Olá querida e sensível amiga Sandra Botelho, texto poético e imagem desafiadora, lindo.

Este é o primeiro preceito da amizade: pedir aos amigos só aquilo que é honesto, e fazer por eles apenas aquilo que é honesto.
(Cícero)

forte abraço

C@urosa

José disse...

Nas noites frias
das madrugadas
passam os dias
nas horas paradas

beijinho,
José.

Flor da Vida disse...

amiga, teu poema tem muito da realidade, e me tocou a alma... Parabéns pela bela e profunda inspiração! Carinhos pra ti... Bjsss

ONG ALERTA disse...

Ninguém falou que seria fácil, ninguém avisou que na vida só se ganha...
Beijo Lisette.

Marinha disse...

"Fez-se sombra de embriagues e drogas. fez-se zumbi e mágoa.
Dor, mágoa, paixão e traição. Assim ,estuprou-se um coração".
Tão forte e belo quanto triste!
Bjo, querida.

Mila Lopes disse...

A alma, muitas vezes, estorvada pela dor nos deixa sem saída, mergulhadas em dor...

Bjs

Mila

Paulo Francisco disse...

Forte!
Muito bom!!!!!!!!

Regina Rozenbaum disse...

Tô aqui me perguntando se há algum coração, nesse mundão de D'US, que já não tenha sido violentado...
Beijuuss n.c.

Tô Ligado disse...

Por que o amor sempre dói?

Bjus

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

A pior forma de estupro que pode haver: a do sentimento.
Sandrinha, hoje comentei num outro blog seu, o de música, para não comentar neste, justamente por causa da barra pesada, embora no comment aluda a este post. Mas merece ser comentado, ainda que de leve.
Você é uma amiga que eu prezo muito. Muito honesta e fiel.
Feliz Natal, querida!
Beijos!!!
Renata

Universo Paralelo em Versos disse...

BELO TEXTO. POETISA GOSTO DE LER VOCÊ!

El Brujo disse...

O Que vc entendeu?

Nilson Barcelli disse...

"No instinto doente de um palhaço carente que ri de dor e gargalha de mágoa"
Gostei imenso do teu poema, como sempre.
Beijos, querida amiga.

manuel marques disse...

Há um limite nas dores e mágoas que termina a nossa vida, ou melhora a nossa sorte .

Beijo.

*Mi§§ §impatia* disse...

Nossa, creio que esse foi o texto mais forte e intenso que já li aqui..... ficou ótimo amiga.
Beijos.

Renato Baptista disse...

Mais um ano cheio de poesia
Algumas tristezas, muitas alegrias
Versos e prosas encantando nossas vidas
E a certeza de que as amizades preciosas
Elevam a alma, erguem o nosso dia a dia.

Que o Natal seja lindo para você e os seus
E que 2011 seja um ano de muita Paz, Saúde e Felicidade.

Agradeço profundamente pelo companheirismo
e pelo constante apoio e carinho para com as minhas letras.

Feliz Natal e Um Super 2011 para você.

Renato Baptista

Pérola disse...

Quem está arrasando é tu rs.
Beijos bombom rs.

Machado de Carlos disse...

Você me deixou curioso! (Risos!...) Por que se lembrou de mim neste filme?

Beijos!...

Luna Sanchez disse...

Será que existe coração que nunca tenha passado por isso, amiga?

=\

Beijocas!

ℓυηα

Marilu disse...

Querida amiga, perder algo ou alguem é sempre muito difícil. Texto muito intenso. Beijocas

reltih disse...

UN TEXTO MUY BELLO, CON UN CIERRE MUY MELANCÓLICO.
BESOS

Dica Cardoso disse...

Querida xará achocolatada!
Nossa...E eu que achava que vinha repleta de dor a relatar...De repente,parece que de certa forma encontrei-me descrita por tuas palavras,talvez não com o mesmo sentido,mas no final,tudo é dor no coração,sendo a minha, dor do musculo cardíaco mesmo,não essa dor metafórica(que haja vista,também sinto!),mas no sentido litéral,cara amiga,estou abarrotada de Hospital,rs.
Alegro-me por ter encontrado forças para de novo regressar(sim,não é a primeira ida,nem a ultima vinda a blogsfera,espero!)
Sabe...Mas mesmo em casa tenho vivido momentos de falta de forças e de vontade pra nada...Mas,deixa pra lá,como eu disse a nossa amiga Pérola,poucos percebem a minha falta e isso é bom,pois basta o que provoco aos presentes em minha vida cotidiana!
Vou ler com tempo ,me atualizar em tuas antigas postagens,a tempo não lia nada de nada e estou saudosa!Rss
Tudo tem seu tempo,né?
Tomara que esse dure bastante...

Abraços no coração!

Everson Russo disse...

Um lindo dia recheado de versos, muito carinho amor e paz...beijos e beijos.

Aмbзr Ѽ disse...

Olá, vim avisar que estou saindo de férias do meu blog e retorno em janeiro. Antecipadamente queria desejar um feliz natal e um 2011 repleto de felicidades. Assim que for possível, estarei tirando alguns momentos para ler seus posts este fim de ano.

abraços fraternos

http://terza-rima.blogspot.com/

ღPat.ღ disse...

Muito melhor viver a dor do amor do que jamais ter sentido isso...

Adoro... beijão linda.

Tatiana disse...

Não estamos livres de decepções e dores... Sentimos nessas horas a dor tomar conta de nosso ser... Mas nada dura para sempre e em breve ela cede dando lugar a algo bom...
Aproveito a oportunidade para te desejar:
Um Feliz Natal!

Um beijo carinhoso

Lidia Ferreira disse...

Minha flor ,
Voce decreveu muito bem a dor , triste mas como poema lindo
bjs

Rosemildo Sales Furtado disse...

A vida só é boa devido a esses altos e baixos, perde hoje, ganha amanhã, e assim a gente vai vivendo. Belo e profundo.

Beijos,

Furtado

Phivos Nicolaides disse...

Lindo poema. Adorei! Bjs

Dica Cardoso disse...

Amiga lindaaa!!!
O que dizer???
-Que você é uma Benção de Deus,todos já sabemos!
-Que você é tão iluminada quanto noite de lua cheia?Também já sabemos!
-Que você é tão doce quanto um tacho de chocolate?...Já sabemos!!!
-Que você é tão amiga quanto só as crianças sabem ser?...Nenhuma novidade!!!
O que posso te dizer de novo é que esse meu coração de peneira(cheio de sopros) está com uma nova goteira: -Está vazando amor por ti,amor pra uma vida inteira!!!

Obrigada coisa doce!

Abraços no coração!

marcinha disse...

passando pra deixar um beijo!

Everson Russo disse...

Um dia cheio de carinho, paz, amor e muita poesia pra ti minha querida...muitos beijos.

Flor da Vida disse...

Amiga, vim lhe dar um abraço de boa tarde e lhe deixar carinhos, viu? Bjsss

Ricardo Calmon disse...

AMADA MININA DO CACAU ORIUNDA,CÁ ESTOU,OLHANDO POR MINHA MÁGICA JANELA DESSA LOUCA E MÁGIC LIFE,DEGUSTANDO DÍGITOS SEUS,DO ABISSAL DE CARDÍACO TEU.

rS rS TÔ TOMANDO UM UISKET

NÃO DEIXE DE IR AO LANÇAMENTO DO LIVRO DE NOSSO IRMÃO E KEEP OUT,ELE É UM SEDUTOR INVETERADO E DANADINHO.

TI LOVIU

PauloMitchell disse...

O seu texto descrevo muito bem o meu estado de espírito.
Espero que possa pegar óculos cedo :)
Beijo

claudete disse...

O caminho da volta depois da vivência amargurada e não solicitada da escuridão não é fácil mas recomeçar sempre é possível ...está aberta a "porta" secreta contida neste verso:

( Na palidez da bela que sempre foi primavera...).Está implicito o retorno da Esperança. Amei seus post.Feliz Natal Amiga!

Manuel disse...

Como sempre um poema cheio de sensualidade, de desejo e paixão.
Fica, sempre, na nossa mente uma vontade grande de nos sentirmos por dentro desses sentimentos.
Adoro as suas ilustrações.

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga SANDRA

Texto poético comovente!
Com uma beleza poética transcendental, definindo a capacidade de escrita da autora.

Um bom fim de semana

Beijos

Alvaro

João Lenjob disse...

Peço perdão pelo sumiço mas o trabalho no Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com aumentou e tá lindo. Hoje tem um curta encantador da atriz Thais Inácio e sinto sua falta lá. Apareça!!
Abaixo um poema meu.

João Lenjob

Isso Quer Dizer Amor
João Lenjob

Tinha certeza e só
Não entrei aqui (seu coração) para sair
Mas vim aqui somente para entender
E lhe remeter o que quer dizer amor
Já lhe adianto, por favor, que foi fácil ver.
Logo que vi você a derivação de brilho e flor
Logo entendi a tal fascinação
Que agita o coração, de tremer, arrepiar,
Na ansiedade estar
Tentar esquecer ou não querer se lembrar.
Compreender a chegada aos céus, falação com pudor,
Respeitar o ar e a natureza apreciar,
Deixar a dor chegar e nem sentir
Ou sentir dor e deixar e nem ligar
Sonhar acordado, sozinho estar a sorrir, de nada.
Sentir um calor acontecer, sempre junto com o frio,
Vezes até calafrio,
O mundo se renovar, cada momento re-acontecer,
Isso quer dizer amor.

Daniel Savio disse...

Hum pouco triste, não é?

Mas não adianta fingir que sente algo diferente do que está no coração...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Antonio Cícero da Silva(Águia) disse...

Reviver o amor não é sofrer, mas sim, degustar o sabor de dádiva tão preciosa... Abraços poetanos...

Antonio Cícero da Silva(Águia) disse...

Reviver o amor não é sofrer, mas sim, degustar o sabor de dádiva tão preciosa... Abraços poetanos...

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...