segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Quando a dor é infinita...


Canto um canto triste, embrulhado em notas dissonantes,
canto a ave carmim sem pouso, nem arredor sem asas...
Sou manto de vaidade entorpecida, pária e fútil...
Minha alma está em grades , em cárcere,
Sou pequena mostra de sangue apodrecido!
Sou vazio enaltecido de desejos suicidas.
Plantei meu sorriso em terra estéril,
da terra brotaram espinhos e abrolhos...
feriram tuas mãos, seu sangue regou a terra.
Dela brotaram flores da noite, negras e sem vida.
reguei as flores com lágrimas...
Fiz da noite minha morada, oculta por um olhar gélido.
Das flores negras fiz meu manto, e seu perfume meu veneno
Hoje me cubro de pó, o puro pó do temor e do ódio.
Faço dos dias o peso das horas, que meu ombro encurva
dos minutos eternidade imutável, que me fadiga e adoece,
Hoje sou escravidão de lágrimas, nelas me afogo e delas me alimento.
 Sou espectro de quem foi luz e sorrisos.
Fiz um colar de dores, pendurei em  minhas paredes,
Dele mágoas escorreram, e o quarto ficou negro.
banhado de tanta insanidade , enlouqueci.
Insuportável peso do coração, onde escondi toda mágoa
insalubre agua de dor e devastação...Um corpo insano...
Comigo  carrego a sentença do meu algoz, 
Viver na penumbra da solidão,no vácuo da alma
Decapitar meus sonhos , sorrisos e paixão,
Morrer embrulhada em manto negro...
Apagar do céu as estrelas, e nunca mais ver o sol raiar
Viciar-me em solidão, derrapar nas estradas da decepção.
e neste caos, nunca mais derramar por ai, sorrisos que não são meus
ser espinhos, venenos, drogas viciantes ser simplesmente dor eterna e infinita.
E rogar a vida que seja passageira em mim...Implorar rapidamente o fim.!

Sandra Botelho

48 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Oi menina
Muito pesado. Mas tem dia que a gente tem que soltar os bichos.
Bjux

Mila Lopes disse...

Texto triste, mas lindo!

Bjs

Luis Nantes® disse...

Lindíssimo texto, tá? Nada mais de belo, maravilhoso me surpreende vindo de você... Te adoro, tá? Beijos

RELTIH disse...

EL DOLOR SIEMPRE... MALDITO DOLOR, CUÁNDO TERMINARÁ!!!!!

Tô Ligado disse...

Hey Sandra... passando para lhe deixar um grande beijo. Nem vou dizer que suas crônicas estão cada dia melhor, porque seria chover no molhado neh????

Beijao e boa semana

manuel marques disse...

A medicina é o remédio para todas as dores humanas, apenas o amor é um mal que não tem cura ...

Beijo.

Nilson Barcelli disse...

Este teu excelente poema é ultra-romântico... adorei as tuas palavras.
Estás a escrever cada vez melhor.
Mas não acredito quando dizes que "Hoje me cubro de pó, o puro pó do temor e do ódio."
Fora isso, tudo bem.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

IsaBele disse...

Ei, minha linda!

Implorarei sim, o fim desta tristeza.

Mando carinhos!

Isa.

Mari Amorim disse...

Sandra gostei muito do banner e a frase logo abaixo dele,um soco no estômago de muitos incautos!
Parabéns,e muito chocolate pra você!

Tenha uma semana cheia de dádivas,boas energias!
bjs,
Mari

Mari Amorim disse...

Sandra gostei muito do banner e a frase logo abaixo dele,um soco no estômago de muitos incautos!
Parabéns,e muito chocolate pra você!

Tenha uma semana cheia de dádivas,boas energias!
bjs,
Mari

Manuela Freitas disse...

Tens a oferta de um selo no meu blogue, mas podes querer ou não querer, não há problema!
Beijos,
Manu

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Não gostei de ver você triste. Gostei do texto sim, ,muuito bem elaborado, mas senti uma revolta na amiga. Liga não,Sandra. Fique bem. Beijos

Ingrid disse...

palavras fortes Sandra..em versos que nos levam..
beijos.

otilia cristina disse...

SANDRA CHEGUEI ATE AQUI PELO BLOG DA REGINA ROZENBAUM...DO DIVÃ VI UM COMETARIO LA ..E ME IDENTIFIQUEI TAMBEM...MAS CHEGUEI AQUI ME DEPAREI COM UM BLOG LINDO CHEIO DE SENTIMENTOS...E TEM DIAS QUE A GENTE TA PELAS TABELAS NÃO É??VI SEU COMENTARIO SOBRE GENTE QUE DESTRATA A GENTE NA BLOGOSFERA E JA PASSEI POR ISSO...AS PESSAOS SISMAM COM A CARA DA GENTE ..FALAM MERRECAS E OS OUTROS JULGAM SEM SABER QUEM SOMOS REALMENTE..EU TAMBEM JA QUIZ DELETAR MEU BLOG E JA ATE O FIZ MAS A PEDIDO DE CARLA FARINAZZI DO BLOG PEQUENOS BARULHOS INTERNOS VOLTEI E HOJE APRENDI..O QUE NÃO GOSTO NO MEU BLOG SE FOR MUITO CHATO EU DELETO SE NÃO SE FOR BABOZEIRAS EU NÃO RESPONDO...E FAÇO DELE QUE EU QUIZER POIS CONSIDERO MINHA CASA COMO SO SEU É NE?FIQUE TRISTE NÃO VOCE ESCREVE POR DEMAIS BONITO E ESSAS PEDRAS A GENTE VAI ENCONTRAR MUITAS ATE VIRTUALEMNTE E EU TAMBEM ACHAVA QUE NÃO

BEIJOS QUERIDA FIQUE BEM

OTILIA

Sandra disse...

"Hoje sou escravidão de lágrimas, nelas me afogo e delas me alimento."
Lindo, lindo, lindo!!!!
Como se acalmam as dores de alma? Chorando...
Beijo

Assis Freitas disse...

nós já somos passageiros, não há o que apressar mais,


beijo

José Vitor disse...

Muito bonita, mesmo que esteja dentro de palavras tristes.
Há certos momentos que nada cobre a magoa dentro da folha branca.


abraços

*Mi§§ §impatia* disse...

Oi, tudo bem?
Vim te agradecer pelas palavras carinhosas que me enviou no meu niver. Seu carinho alegrou-me demais. Obrigada viu? Beijos no coração.

Jose Sousa disse...

Oi querida Sandra, uma mulher tão linda com vc não pode ficar triste, tá?

Olhe, não se regue muito com chocolate! Eu o adoro e posso me atirar a vc e ficar lambendo, hé! rsrsrs

Beijo de chocolate.

Pérola disse...

Olá amada,tudo bem?
Estou de volta rs.
Seu blog tá showwwwwwwwwwwwwwwwwwwwww.
Seu poema esta triste mas creio que em algum momento nos sentimos assim.
Lindo!!!
Beijokas.

Daniel Costa disse...

Sandra

A mudança te tonalidade que se vem verificando nos teus poemas, não deixando os mesmo de prender a atenção, provam como és vesátil no equacionar as questões.
Por mim considero que li um bom poema.
Beijos

Daniel Costa disse...

Sandra

A mudança te tonalidade que se vem verificando nos teus poemas, não deixando os mesmo de prender a atenção, provam como és vesátil no equacionar as questões.
Por mim considero que li um bom poema.
Beijos

gabyshiffer disse...

Vir aqui sempre é bom e ainda mais que lembra chocolate...

e você não pode ficar triste nunca tah
mas o texto tá lindo!
Dá um sorriso e come um chocolate e fique bem.
;)
Vim lhe desejar boa semana
Beijos na alma!

Mera ostentação burguesa a desses jardins com vista para a rua, quando todo jardim devia ser interno (nos dois sentidos) _ um jardim fechado, com uma fonte ao centro e alguém sentado nele, talvez lendo estas linhas...
(Quintana)

gabyshiffer disse...

Ah uma coisa...
o pipoca é lindo!
:*

Pérola disse...

Voltei,viagem solitária e dolorida essa,já passei tanto porísso mas ñ desejei o fim pq lá no final do túnel uma luz sempre brilha.
Tão lindo seu poema,uma força bruta de dor o envolve mas...numa beleza surpreendente.
Parabéns minha querida.
Te adoro de montão.

Fatima disse...

Tá lindo o blog amiga!
Bjs.

ONG ALERTA disse...

A dor é aprendizado para vida, beijo Lisette.

Manuel disse...

Me procuro entre as minhas palavras, diz no seu perfil e eu quero acrescentar que depois deste poema já se encontrou.
Simplesmente belíssimo.
Adorei, também, a nova apresentação. Muito bom gosto.
Hoje sou eu que lhe mando beijos achocolatados.

Lidia Ferreira disse...

Minha querida ,
o que dizer do seu poema?so´tem uma palavra que me vem a mente "DOR"
bjs
Espero que esteja tudo bem com voce , te adoro

Pamela disse...

Não tenho palavras para descrever a tamanha beleza deste poema. VocÊ tem o dom... sinceramente você tem o DOM. Puro talento.
Parabéns amiga. Um dos texos mais lindos que já lih... adoro ler você...; sempre e sempre...!
Adorei o novo desing do blog... ficou muito lindo...!! hehe
Tenha uma linda noite!! Que Deus te abençoue sempre e que essse seu talento com as palavras seja eterno pois é uma delicia ler o que vocÊ escreve.
Beijo ;*

Ilaine- disse...

Sandra! Aqui... sempre belo, sempre diferente... Quando a dor é infinita - ah! Demais,mas sim, triste. E a música suave. Beijo, minha linda!

sandra Freitas disse...

palavras fortes, afiadas como navalha, parabéns pela belíssima escrita que externa tão bem o grito da dor...
Sandrinha minha doce amiguinha, só parece infinita por que nos sentimos pequeninos nessa hora...externar é uma necessidade quase que biológica...mas a boa notícia é passa.(experiência própria..)

Bjitos perfumados..

Sonia Pallone disse...

Sandra, minha poesia de chocolate...Saudades de você amiga, de te ler , de me encantar...Que intensidade nas suas letrinhas de hoje...! Saio daqui com o coração acelerado...Bjs.

Machado de Carlos disse...

A solidão sempre chega. Ainda bem que sabemos lidar com essa companheira. A companheira chamada solidão. Embora cercados por pessoas e automóveis, lá no fundo da alma somos solitários. Entretanto precisamos viver em sociedade para nos manter vivos.
... e assim encontramos nossas grande amizades, assim como a sua amizade, que é muito importante para mim.
Beijos com bastante chocolates!

A.S. disse...

Um poema intenso e belo... estou a ler no fundo dos teus olhos...


Beijos!
AL

Braulio Pereira disse...

eu afago a tua dor coraçâo.


doce noite menina linda


beijos doces!!

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, passei para te desejar um bom resto de semana.
Beijos.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Sandra!

Tristemente maravilhoso!!!!

Um beijo e meu carinho!

Sonia Regina.

Livinha disse...

Olá minha amiga!!!
Retornando a casa, com cheiro ainda de mar e por tanto que naveguei, inspiro aos ventos o meu dom embevecido... expirando lentamente quão suspiros, as belezas destas terras neste meu coração sentido...

Lindos versos nas tuas palavras tão bem inspiradas.
Estava com saudade e cá estou de volta a esta terra amada...

E como tu, acalentada em meu aconchego...

Bjs

Livinha

Universo Paralelo em Versos disse...

Entendo muito do que você acabou de colocar em versos, sentimentos reais,
de uma coisa posso te dizer há uma guerra e estais no meio da luz e das trevas, luta é para guerreiros(as) e ao escrever assim, assim não irá ficar... mudar? este momento não tem data conhecida, apenas lutar, lutar e lutar e vencer é uma questão de equilíbrio para dominar o milagre o que não sabemos explicar. Poemas tem tantas interpretações e eu divagando na minha leitura. Abraços!!

Elaine Barnes disse...

Tem momentos que a gente gostaria de apagar com uma borracha,mas, tem que vomitar e pronto! Exorciza e acaba! Triste, mas um belíssimo texto. É uma poetisa nata. MOntão de bjs e abraços

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Sandra! Lindo poema, só que um pouco triste. Liga não, passa uma esponja e dá a volta por cima.

Beijos,

Furtado.

José disse...

Há dias assim, às vezes semanas até, o pior é quando se prolonga por meses e anos.
Menina que escreve bonito assim, não pode nem deve ficar tristinha dessa maneira, força bola para a frente.
Tristezas não pagam dívidas.

Beijinho açucarado para ti,
José.

Everson Russo disse...

Conheço bem isso, essa solidão,,,essa dor,,,um grande beijo de bom dia.

ღPat.ღ disse...

Bastante triste e entendo que por vezes ficamos assim por mais feliz que estejamos vivendo. As vezes um gesto, uma palavra ou um olhar.. pode nos fazer sentir coisas que não esperamos.

Fiquei emocionada com seu comentário e percebi mais uma vez a grande pessoa que é você! Obrigada minha linda e tuas palavras eu suguei para dentro com o ar de Amor que existe nesta blogosfera.

Beijos meus.

Zé Carlos disse...

Garota linda e achocolatada, vim só para te dar um abraço e aquele beijo delicioso, agradecendo sua visita. ZC

Pérola disse...

Da uma de louca de vem quem quando é bom rsrsrsrsr. Estou me referindo ao seu comentário no Pérola.
Ah!!!Cansei de entender muitas coisas,ai invés disso recupero meu tempo produzindo felicidades e sorrisos rs.
Beijos minha flor.

Daniel Savio disse...

Um pouco triste, pois todo ser humano tem a possibilidade de ser feliz, bastando lutar por isto...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.