quarta-feira, 30 de março de 2011

Ai que sardade das Minas Gerais...

Me mudei  cá pra São Paulo pra ganhá  um trocadim,
memo sabeno que a vida aqui é agitadim.
Mas eu num to gostanu não ,desse lado movimentado...
Todo dia  tem cidente, tem carro rebentado.
Os carro que era pra andá ,toda hora tá parado.
Mió i de a pé memo, economizá uns trocado!
Credo !Aqui as pessoa é estressada.
A mué xinga a outra, de vagabunda e amalucada!
Ninguem cuida dos  idoso. É tudim disrespeitoso.
Vixi maria !Óia só! Tem lixo jogado na rua,
as pessoa num respeita nem a porta da casa sua!
Aqui o céu num é azul, agente num ve as estrela.
Pra gente ve o sol ,tem que chuvê e lavá a pueira.
Ninguem fala com ninguem... Nem bom dia se dá.
E se agente dá um sorriso, os óio deles é de matá!
Tem um trem danado de grande, nem apetece amuntá,
vive lotado o danado e o povo a se empurrá...
Nos onibus é correria, um empurra empurra todo dia.
Ai meu Deus do Céu que loucura! Isso é quase uma clausura!
Outro dia acustumada a vivê no interior,
 pedi ao trocadô do onibus pra me fazê um favô.
Me deixá numa esquina ,de uma rua tar e tar...
O danado de mardade, viu que eu não era da capitar,
me enganou o farsante, me deixou no endereço errado, 
andei ki nem  uma errante...
Tomei chuva a noite, toda sem chegar no meu destino...
Mas Deus á de fazê justiça com o cobrador cretino!
Eu to desacossoada de morá na capitar...
Um povo male educado, que faz as coisa do mar...
Outro dia um bandido, matou duas mocinha,
sem nenhum motivo fez isso, tirou a vida de duas anjinha!
E isso me dói o coração, perco a paz e a razão.
Já falei pro meu fio tomá cuidado, pra ele num ser assartado.
Craro que aqui tem gente boa, iguar em quarqué lugá.
Mas eu mineirinha da boa, to querendo saí da capitar.
Quero ver o céu azul, as estrelas lá no arto,
quero ver as montanhas da janela do meu quarto!
Buscá o pão na padaria e sorri pra dona Maria
Perguntá como foi a noite dela e  receber um sorriso banguela!
Porque lá no interior as pessoas é mais sincera...
Agente pode lavá a roupa e deixá no varar, 
sabendo que a noite ninguem vem nus robá.
No interior num tem essas coisa de grade pra todo lado,
lá nóis dexa tudo aberto e dorme um sono largado.
 Agente faz oração e aos pais pede a benção.
E isso, faz a criança e tambem  o rapagão.
Agente leva  a quitanda pru vizinhu isperimentá.
E ele divide cum nóis o porco que acabô de matá.
lá agente divide as tristeza e as risada que dá.
Tumá banho de cachoera, andar discarço na ribanceira...
Robá fruta no quintar da vizinha e correr atrás das galinha
Fazer frango com quiabo angu e feijão massado,
comer com gosto o mexido , feito de arroz manhecido!
E vivê na simpricidade, mas numa terra tranquila e sem nenhuma mardade...
Podê andá na rua sem medo de bandido,
Porque lá nóis é tudo amigo.
Ai que sardades das Minas Gerais!
Por isso que dizem por ai:
"Quem te conhece num esquece jamais!"

Sandra Botelho

40 comentários:

Majoli disse...

Aplausos mil!!!!
Adorei por demais da conta sô.
Jamais que tenho sangue mineiro nas veias, e sei o quanto é bom morar no interior, não troco isso aqui por capital nenhuma.
Agora, quero dizer que dei deliciosa gargalhada com esse pedacinho aqui:
"Buscá o pão na padaria
e sorri pra dona Maria
Perguntá como foi a noite dela
e receber um sorriso banguela"
Maravilha minha doce Chocolate.
Minas Gerais, terra de gente boa por demais.

Beijos minha querida.

Elaine Barnes disse...

Sensacional e animado, quase um repente do povo nordestino,mas com sutaque mineirim ficou bem mais engracadim. Belas rimas, bela história,divertida e inteligente. Como sempre amiga, você arrasou! Baita criatividade. Montão de bjs e abraços

Pamela disse...

Que lindo... mesmo sem conhecer pessoalmente deu saudade de minas!!
Bom eu nasci em Mato Grosso, ams tem dois estados que me fascinam pela simplicidade, beleza e acolhimento, que é Goiás e Minas gerais!!
Parabéns pelo texto... lindissimo!! Tenha uam ótima noite!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sandra
Adorei o desabafo. Sou a pessoa mais bairrista que existe, adoro o nosso estado ,e principalmente minha querida BH.
Bjux

Flor da Vida disse...

Uai amiga, mais isso ficô bão demais sô! Não conheço Minas, mas aqui onde moro, é bem iguar a tudo isso que ocê acabô de narrar... Eita que iguar ao interior nenhum lugar não há!
Amada amiga, aplausos mil pra ti!!!
Carinhos meus pra você, viu?
Beijos

Fatima disse...

ô boba!
Vorta pra cá uai!!!
Bjim

angela disse...

Essas terras que são o coração do Brasil. Lindo, menina.
beijos

Tô Ligado disse...

Saudades da minha terra tbm Sandra. Sei lá... Minas tem em sabor diferente ne?
Conhece a música Seio de Minas da Paula Fernandes? Linda demais http://www.youtube.com/watch?v=RUAkEeY1gmU

Bjus

Wevertton disse...

Que lindo!!! Olha o texto ficou sensacional! Confesso pra você, que com toda essa correria, toda essa maluqice e tals da cidade grande. Eu não troco por NA-DA! é bom morar na cidade grande!

mas como você retratou no final do texto da vida do interior. confesso que tambem é boa.... mas! rsrsrs

beijos sandra, passa la quando puder! ;-)

Sonhadora disse...

minha querida

Gostei da pronúncia a do poema

deixo um beijinho com carinho

Sonhadora

RELTIH disse...

SIEMPRE ES UN GUSTO VISITARTE. NO ENTENDÍ MUY BIEN, PUES EL TRANSDUCTOR NO FUNCIONÓ BIEN.
BESOS

Luna Sanchez disse...

Rs...que bonito, flor! E o sotaque é uma delícia, né?

=)

Beijo grande!

Assis Freitas disse...

Minas de belos horizontes e tantos encantos,

beijo

Regina Rozenbaum disse...

A-DO-REI! Lindio dimais da conta sô! Se é bairrismo ou não...nossas GERAIS são assim: simples, acolhedora, amor puro!
Beijuuss com gostim de pão de queijo

Daniel Costa disse...

Sandra

Eu que vou pesquizando o nordeste!
Fiquei encantado com o teu poema, se bem que não te penso oriunda, mas conseguiste dar uma de genuina.
Realmente gostei deveras, a tua versatlidade parece não ter limites.
Beijos

ASTROTERAPIA JUNGUIANA disse...

Ai minerinho rsrssrs
Bom.....
Bjs Cy.

manuel marques disse...

Maravilha minha querida.

Bravo,bravo,bravo.

Beijinho meu.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Delícia, Sandra.Eu estou só 35 dias e não estou aguentando mais de sardade de Minas, uai.Sardade pra lá de metro sô. Beijos, amiga. Cada vez mais inspirada.

claudete disse...

Ai que delicioso poema, não é bairrista é saudosista e fiel o contexto. Estive em Minas Gerais há 03 anos e amei BH. beijos querida.

Pelos caminhos da vida. disse...

Tá lindo por dimais...

Já morei em Minas, o povo mineiro é gente boa...

Bom fim de semana amiga.

beijooo.

A.S. disse...

Sandra... vim sentir o aconchego das tuas palavras!


Beijos, querida!
AL

Mafia Sonora disse...

Eu também gostei muito do pouco tempo que morei em minas gerais, morei em uma cidade minúscula chamada Monsenhor Paulo, fica perto de Varginha, cidade pequena mas bem aconchegante com certeza.

PauloSilva disse...

Não tenho outra palavra para descrever este post a não ser LINDO. Beijos *

Sonia Pallone disse...

Uai sô !!! Bão dimais essa prosa... conheço tudim...moro assim, num lugar maravilhoso por demais...Beijim Beijim

✿ chica disse...

Maravilha.Isso é pra ler e reler! Adorei! beijos,chica

Rosemildo Sales Furtado disse...

Minina, ficô bunito por dimais, uai! Lembrô a quenga qui eu cumi no bar do zezim, só qui o quiabo tava mei duro.

Beijos,

Furtado.

Vinicius.C disse...

texto merece ser degustado, colocado entre fileiras a espera de mais!!

Simplesmente perfeito!!

Os meus parabens!!

Eu adoraria participar do encontro, mas moro no Rio de Janeiro.

Mas, torço para que de tudo certo, um encontro ao bom gosto, entre amigos e muita poesia!

Entre um brinde- uma prosa ou um verso, estarei de alguma forma com vocês!!

Beijo e um ótimo fds!

Nos encontramos no Alma.

Vinicius

José disse...

Sandra!
Não sei se estou certo, mas acho que compreendi tudo o que escreveste, e que bem escrito,eu também vivi no campo, e agora vivo numa cidade, embora não seja uma grande cidade, tem tudo de ruim o que as grandes cidades têm.
Gostei muito.

bom fim de semana,
José.

Jorge Pimenta disse...

magnifiquim! :)
sabes, sandra, a maioria dos meus blogfriends são de minas. e como têm uma estatura afectiva especial!
um beijinho com chocolate, pois claro!

Lidia Ferreira disse...

Minha querida ,ficou lindinhu por demais rsrsrs
Querida eu sou paulista , amo demais São Paulo mais estou louca para ir para uma cidade mais tranquila
bjs

Everson Russo disse...

Lindo lindo e lindo,,,e olha menina,,,não há lugar melhor do que aqui pra se viver, comer pão de queijo, tropeiro, tocar uma viola sob a lua, escrever poesia, namorar,,,nossa Minas Gerais de tantos e tantos sonhos,,,,beijos de bom final de semana...

Perola disse...

Beijos minha querida.
Amei a sua foto,seu blog ta um charme.
Bjs.

IsaBele disse...

Que bonito, minha linda! Parece um cordel... Adorei!

IsaBele disse...

Que bonito, minha linda! Parece um cordel... Adorei!

Anita "Menina Flor" disse...

Maravilhoso, muito bom mesmo, já morei em Sampa mas é fogo viu, agitação total. De Minas, só conheço Governador Valadares. Minas Gerais, terrinha boa, de gente faceira e gentil, assim como você./

Beijos chocolate.

José Sousa disse...

Que linda esta sua postagem!
Sempre com tanto amor!

Um bom fim de semana
Beijo achocolatado.

Geisa Machado disse...

Eu sou da capitar, mais tenho qui confessá: interior das Minas Gerais é bão dum tanto que ôce nem carcula o tanto. ahahahah
Super legal, amiga! Parece até uma língua estrangeira, não é? kkkkk
Bjussss

Cristina Lira disse...

Oiii...
É sempre bom vir aqui e receber essas energias que fluem de suas palavras.
Energias que inspiram e acalmam, que agitam e nos poe pensamentos e ideias na cabeça.
Bjos no coração e tudo de bom pra vc. É bom poder estar aqui...

flaviopettinichiarte disse...

acchocolatadas palavras com sabor mineiro!! parabens!! Bjs e passa lá, tem algo que sei que vais gostar!!
bjs do seu Admirador
Flavio

Dica Cardoso disse...

Oxente minina,
Que prosa mais arretada de boa!
Aff Maria,mulé,e eu que tô penssando em ir embora da Bahia,chegá parece que comí uma buchada de bode,tô suando feito acarajé na tina,o coração tá num tum tum feito dia de ensaio de olodum na ladeira do pelô!!!rss
Eita,acho que vou não,quero não...kk
Lindo,minha querida guloseima!Quero declarar aqui a minha saudade de ti,saiba que mesmo com essa natureza felina,que vai e vem sem nem se quer avizar,meu coração a tempos já tem o teu cantinho e é cativo,viu?Não te esqueço,independente de 'onde' e 'como' eu esteja,enquanto sobrevivendo em meio a(por tantas vezes)dolorida relidade,vou pelo mundo dos sonhos imaginando e realizando e nele,você faz parte das cores!

Abraços no coração!

Ps:Pode me dar notícias da Pérola?Tento o blog dela e não consigo,preocupei-me.
Obrigada

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...