sábado, 3 de dezembro de 2011

Fumegante

E entremeios adiante, vi nascentes e poentes...
Num mergulho incandescente, flutuante me despi.
Não haviam navegantes eram mares a se abrir...
Depois de gemidos uivantes, em seu corpo frenesi!
Distantes aberrações da alma, em sinuosas canções,
nada vi senão teu corpo,
e nele  vertigens senti!
Com as estrelas submissas, ao universo me ergui,
 fiz-me lua em devoção,
ao teu corpo e coração!
 Soluçantes choros, incontidos de paixão...
Vertigens de desejo.  enlouquecida me abri.
E nua, sob um sol de desejos, 
Comecei desvendar teus primeiro beijos.
Ah suave mergulho da alma! Quando
um corpo ardente se acalma...
Quando a vida num segundo.
perde o enredo , esquece o mundo!

Sandra Botelho

27 comentários:

ilma alcantara disse...

Sandra, seus textos são tão lindos, gosto muito da sua sensibilidade poética!!!
grande beijo!!!

ReltiH ReltiH disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, ME SACASTE SUSPIROSSSSSSSSSSSSSSSS...

Regina Rozenbaum disse...

Afff que isso me en-gor-douuuuuu muito!"Perco o enredo,esqueço o mundo" messsmo (será que tem viv'alma que não?). A-DO-REI!
Beijuuss-gratidão, engordativa amada, n.a.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Um poema cheio de alternâncias, Sandra. Desejo intenso, ma que sente um poouco de carência, um mar esperando um navegante, um corpo querendo outro, num encontro que até acontece, mas que deixa gostino de quero mais.Beijos e parabéns.

Evandro L. Mezadri disse...

Um poema muito caliente, Sandra!
Escreveu com muita maestria.
Grande abraço e sucesso!

Pat. disse...

Fumegante é o imenso carinho que deixas por onde passas.
Lindo poema minha amiga.
Uma saudaaaaaaaaaaade de ti.
Estou ausente mesmo, mas não esqueço vocês.
Beijoca.

Luna Sanchez disse...

Achei lindo do início ao fim, amiga, mas os "gemidos uivantes" me ganharam!

=D

Adoro!

Beijos, querida!

edumanes disse...

Desejos do prazer
Escaldantes emoções
Por momentos esquecer
Ouvindo lindas canções

Corpos em chama ardente
Por amor enlouquecidos
Relâmpago incandescente
De loucuras cometidos!

De nada quiseram saber
Pela paixão despidos
Protegidos pelo prazer
De corpo e alma unidos!

Desejo um dia muito feliz para você, Amiga Sandra Botelho.
Um beijo
Eduardo.

Christian V. Louis disse...

Tal como Luna, adorei os gemidos uivantes. E não há nada como estes momentos de esquecimentos do mundo...

Manuel disse...

Que posso dizer mais?
Um poema de Sandra Botelho e a magia e o encanto da paixão.

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha linda e querida adoçicada Sandrinha!
Te desejo tudo que deixa achocolatado,kkkkkkkkk
Seu poetar é exigente no amar...arrasta até os desejos mais insanos,kkkkkkkkk,vou nessa querida,kkkkk...
bjs

Daniel Costa disse...

Sadra

A suavidade, ainda que eivada de sensualidade, depois de um belo banho quente, se acalma com outro frio.
Beijos

Lúcia Soares disse...

oi Sandrinha
que poema lindo, uma tarde maravilhosa bjs

Sueli disse...

Só quem já viveu um grande amor conhecerá a magia de um momento como esse. Beijo grande, amiga!

Severa Cabral(escritora) disse...

Hoje vim trazer um convite especial.
vá no meu cantinho comungar comigo da minha vitória da qual vc tbm faz parte.
bjssssssssssss

Paulo Tamburro disse...

Quando a vida perde o enredo, aí vem o melhor, pois então, o negócio é improvisar.

É hora de chutar o balde,jogar a meia branca e aquela calcinha bege pela janela,correr das mesmices, e lembrar o que Chico reclamava , afinal," todo dia ela faz tudo sempre igual".

Cotiano mata, cara!

Acaba com o fôlego até do mais inspirado poeta, se não houver muita criatividade e vontade de caminhar pelo corpo e a alma alheia,com a sabedoria dos novos pés limpos,refeitos e bem lixados por podóloga competente, depois deles terem pisados em tanta merda!

Acordar às seis horas da manhã, com a boca de hortelã...nunca mais!

Um abração carioca.

Janaina Cruz disse...

Nada como o tórrido calor de uma paixão, consegue ser mais quente que o sol e mai encantadora que a lua... Linda tua poesia Sandra! Abraços

Manuel disse...

Gostei de voltar a ler.
Bom fim de semana.

Tatiana Moreira disse...

Lindo... Tudo fica envolvente quando a paixão toca a gente!
E você apaixonada brinca com as palavras de uma forma mágica! Adorei!
Um beijo carinhoso

Sonia Pallone disse...

Que linda sintonia entre imagem e poema! No meio dela, apenas sentimentos que a gente aconchega...Beijos minha querida Sandra, pessoinha linda demais!!!

claudete disse...

Somente você em seus versos e arroubos ser Lua e Sol, conjugação perfeita e harmoniosa como reverbero ao infinito...Sente-se que a paixão se expande e vai além do conhecido. Parabéns Sandra! Obrigada pela partilha e Feliz Natal!

ONG ALERTA disse...

Uma paixáo causa frenesi...beijo Lisette.

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela imagem...belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Parole disse...

E entremeio adiante, vi nascentes e poentes...

Sempre lindas e suaves suas palavras, Sandra.

Beijos

Fatima disse...

"Quaisquer cores que você tenha em sua mente
Eu as mostrarei a você
e você as verá brilhar"
Boby Dylan canta assim na música Lay, Lady, Lay que acompanha seu lindo poema!
Bjs.

Regina Rozenbaum disse...

Não conseguiria escrever uma mensagem para cada um, mas querendo que receba meu carinho e gratidão por mais esse ano de amizade e convivência deixo aqui meus desejos


Quisera
neste Natal
armar uma
árvore dentro do
meu coração e nela
pendurar, em vez de
presentes, os nomes de
todos os meus
amigos. Os amigos de longe e
os de perto. Os antigos e os mais
recentes. Os que vejo a cada dia e os
que raramente encontro. Os sempre lembrados
e os que as vezes
ficam esquecidos. Os
constantes e os intermitentes.
Os das horas difíceis e os das horas
alegres. Os que sem querer magoei ou,
sem querer me magoaram. Aqueles a quem
conheço profundamente e aqueles que me são
conhecidos apenas pelas aparências. Os que pouco
me devem e aqueles
a quem muito devo. Meus
amigos humildes e meus amigos
importantes. Os nomes de todos os
que já passaram pela minha vida. Uma
árvore de raízes muito profundas, para que
seus nomes nunca mais sejam arrancados do
meu coração. De ramos muito extensos, para que
novos nomes, vindos de todas as partes, venham juntar-se
aos existentes. De sombra
muito agradável, para que nossa
amizade seja um momento de repouso,
nas lutas da vida. Que o natal esteja vivo em cada dia
do ano novo que se inicia, para que as luzes e cores da vida
estejam presentes em toda a nossa existência e concretizem, com
a ajuda de Deus, todos os nossos desejos. Feliz Natal!
Feliz Natal!
Feliz Natal!
Feliz Natal! Feliz Natal!


QUE A HARMONIA, O SENTIMENTO DE SOLIDARIEDADE E COMPAIXAO, O RESPEITO E AS ALEGRIAS DESSA ÉPOCA DO ANO SE SOLIDIFIQUEM NO MAIS PURO AMOR, ENCHENDO DE LUZ TODOS OS CORAÇOES...
E QUE ESSA LUZ ALCANCE TUDO E TODOS... MUITA PAZ!
Com amor
Regina

flaviopettinichiarte disse...

como sempre enebriante!!! Lindo ,,um mergulho dentro da profundeza do amor!! parabens,,,,!!! VOLTEIII!!!!
bjs

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...