quarta-feira, 18 de março de 2009

Futebol

Quisera eu saber de onde vem tanta loucura, tanto interesse,
Entender porque as pessoas vibram tanto , se enchem de orgulho ao falar dele ou nele.
Como entendem em tão pouco tempo e desde a tenra idade, tantas regras, tantas denominações,
Entender quando algo não valeu, quando valeu e não foi dado crédito,
São faltas, são erros, saõ quedas,alguem que se machucou e não vai estar presente da próxima vez, guardar na mente tudo que se passa em todo lugar até fora do país, guardar tantos nomes, conseguir decorar as roupas de um e de outro, saber o numero total de vitórias e derrotas, quem comanda, quem comandou, quem é apto para vir a comandar,
Saber hora e lugar e tempo e minuto e segundo em que tudo aconteceu,
Trocar a esposa e filhos e tudo por alguns minutos olhando prá um lugar enorme, avaliando, analisando, julgando e condenando, fazendo de tudo ao mesmo tempo sem se cansar, ao contrário se sentindo, bem por fazer tudo isso, se sentindo feliz, até demais.
Brigas e até mortes, mortes de companheiros, que morrem por amar demais, por ter tanta paixão, que brigam até a morte.
E a vida de todos é desnudada...Há aquele que sai a noite e vai para a boate , mas no outro dia está lá, firme pra recomeçar, tem também aquele que diz que é o cara, mas que tá na hora de parar, e ele para, mas deixa seu numero e seu numero sé 1000,
Tem aqueles que são bons demais no que fazem, mas são ruins com as palavras, agridem , insultam ,ofendem,
outros inteligentes demais para falar muito, lhes basta algumas poucas palavras e muito trabalho a mostrar.
Alguns deixam que a soberba lhes guie, e geralmente não se dão muito bem,
Vários fenomenos surgem, mas poucos são reconhecidos, e valorizados,
São vários os guerreiros, mas poucos ou somente um o vitorioso.
Que paixão é esta?
Que guia multidões, que enlouquece milhões, que faz feliz centenas de milhares,
Paixão nacional?
Uma paixão que causa polémica, que causa atropelos, e da-lhe midia, e é disso que vivem,
Faz os pequenos sonharem, se desdobrarem, e quando não são aceitos faz eles sofrerem.mas quanto aos que são aceitos, o sonho começa,
quero ser como tal, quero ser como aquele...
Aquele que saiu com o travesti...
E dai se ele saiu com travesti?
Ele faz gols, o caráter não importa, o que ele faz na vida pessoal não importa, o que realmente importa é o que ele faz no trabalho
são duas vidas diferentes?
Existe isso, é possível separar, a vida pessoal da vida profissional,
bom se fossem pelo menos clones...
Bom mas por ai vai a paixão, que cega, deslumbra e faz critérios e princípios caírem por terra
Eu já descobri de onde vem essa paixão?
vem do indescritivel, do inquestionavel, do inevitavel, do insubstituivel prazer que o homem a muito tempo tem pela guerra, não que o futebol seja uma guerra, mas se assemelha e muito,
Tem comandantes, soldados e uma arma, com a diferença que essa arma não mata ninguem, apenas é usada para humilhar e encantar sempre.
E a paixão aumenta, e assim é uma paixão que muda vidas e encanta milhões!
Sandra Botelho

2 comentários:

Paula disse...

Ah!
Quem somos nós as mulheres para entender essa paixão por um campo verde e uma bola rolando!!
Deve ser da mesma família que a gente tem por um monte de lojas de shopping, ou por tardes no cabeleireiro..rsrsrsrsrsrs

Beijinhos linda!

henrique disse...

Sensacionall...

Henrique Medina
Sorocaba