sexta-feira, 5 de junho de 2009

Vá...

Se você não soube entender todo meu amor, Vai embora... Se pra você não passei de uma mentira. Vai embora... Se não soube valorizar minha entrega plena e absolutamente sincera, vá saia... Se é daquelas pessoas que se julgam sempre vitima da situação... Sai, se manda. Quero me libertar de você,arrancar essa doença do meu coração, lutar contra ela como se luta contra um câncer . Quero que você vá embora, quero que leve consigo todas as palavras malditas, quero que se disperse como nuvem de fumaça, Tudo que fiz foi pra te proteger e você nunca entendeu, não é inteligente o suficiente pra entender sacrifícios em nome do amor, porque nunca faria um sacrifício por amor. Então vai embora. Arrume tudo que é seu e suma...Desapareça, já matei você em mim. Vá se enfiar debaixo de algum viaduto. Vá se entregar a pequenas histórias, medíocres como você. Va viver uma ilusão, porque você só serve pra viver ilusões, é covarde demais pra lutar por um amor real, ainda mais um amor tão complexo. Covardes são feitos para se esconderem, acham que falando palavras duras que ferem, se mostrarão fortes. Ledo engano, quem é realmente forte, luta, esbraveja...batalha...ou até mesmo espera Você foi mais um engano. De todos o pior, de todos os poemas o mais fantasioso.Não soube interpretar minhas poesias, não viu que eram todas suas. Porque você é como pluma que o vento leva e traz, mas que não tem peso, não tem forma, não é nada...é vão...inutil...imbecil. Foi beleza , hoje é horror... Foi suave hoje é fardo pesado demais pra suportar... Foi sorriso, hoje é lágrima...lágrima de dor de arrependimento... Você foi meu maior amor e hoje é minha maior dor,minha raiva, meu desatino, meu pavor, minha magoa meu desespero... Vá embora e leve com você todas as lembranças, todas as mentiras que conseguiu dizer com maestria, todos os enganos, ainda bem que tirou a mascara antes, ainda bem que se mostrou...Antes tarde que nunca... Vá embora e esqueça que um dia eu passei por sua vida. Quero que suma como fumaça, como nada...Você é um nada... É uma daquelas pessoas que passam pela vida dos outros e só deixam dor e destruição, como uma doença ruim, como um furacão, como um vendaval que leva tudo que temos e só deixa a desesperança... Não pense que quero o seu mal, a sua dor... Quero que seja feliz... Absolutamente e plenamente feliz, porem o mais distante de mim possível.Porque o bem que desejamos a outros volta pra nós com mais força.E não quero que o mal enorme que há em você me contamine.Vá...leve com você toda a sua capacidade de só ver o mal em tudo... Desista mais uma vez. Você não merece nenhum amor... Feche a porta atrás de você, porque a partir de hoje pra você ela nunca mais será aberta. Vai...Estou me despindo de você. Desapareça. Sandra Botelho

Um comentário:

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto. Muito bom.
Gosto daqui.
Tenha um belo final de semana.
Maurizio