sábado, 22 de agosto de 2009

Leito de dor

Procuro abrigo para minha alma, quero o sonho, a paz, a calma! Quero o colo quente para me aninhar Quero a delicia de ser sua, lhe amar. Por onde anda o meu amor? Que me tem negado seu calor, faz frio... E a cama é tão grande, que deitada nela me sinto um gigante! Quero palavras soltas e sem sentido, não precisam ser bonitas nem pensadas... Basta que me façam me sentir amada, basta me aquecer a alma a muito gelada. Meus olhos estão vermelhos de chorar, meu coração sangrando de tanto sofrer, Estou perdendo a razão de viver! Sangrando de tanto esperar. Meu sorriso não tem mais a mesma alegria Nem meu corpo a mesma energia. Lágrimas são minha maior companhia, A dor de ser absolutamente sozinha. Sandra Botelho

5 comentários:

SAULO PRADO disse...

Nostagico e lindo...

Kika disse...

Snifff... que triste!!!

Paula disse...

"Não pense que a cabeça aguenta se você parar..."
É tangível e extremamente perceptível a falta que você sente do seu amor...

Lindo, lindo.Singelo e direto.
Beijinhos Flor!

Lucas disse...

É apesar de hoje ser seguro de si as vezes sinto falta disso, mas, existem coisas que só chegam na hora certa, por isso me cerco de amigos, os que escultam e os que so falam besteiras que é para eu mão me desiludir =)

Amei seu comentário! Ah e uma moça com olhar igual o seu não pode se sentir feia! hehe alias os olhos geralmente são os que menos sentem a ação do tempo diante dos anos que passam...

bjxxx

SweetMelody disse...

Minhas saudações da França! Depois de visitar seu blog, eu não poderia deixar sem colocar um comentário.
Quero parabenizá-lo no seu blog!
Talvez eu teria a oportunidade de recebê-lo na minha também!
Meu blog é em francês, mas à direita é o tradutor do Google!
bom dia
cordialmente
Chris
http://sweetmelody87.blogspot.com/
FELIZ NATAL PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA
http://joyeux-noel-sweetmelody.blogspot.com/

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...