domingo, 8 de novembro de 2009

Renuncia

Recolhi meus cacos, Juntei meus restos. Firmei meus passos. Esvaziei meus espaços. Vomitei vestígios de você. Limpei suas digitais. Derramei na janela seu perfume. Expulsei traços de ciume. Me livrei de teus toques. Me limpei de teus beijos. Enterrei meus desejos. E nem fui no cortejo. Me despi da razão. Arranquei meu coração. Retirei laços e traços. O devolvi ao peito em pedaços. Me depilei de você. Daquele imundo querer. Cuspi fora cada sussurrar... Que foi dado ao te amar. Me fiz nua de sentimentos. Te devolvi meus lamentos. Derramei no caos toda dor. E renunciei aquele amor! Sandra Botelho!

20 comentários:

O Profeta disse...

Não sei quem vence!
Não sei quem leva a melhor
Só sei que um sorriso teu
Fez desabrochar das pedra uma flor

Com ela teci um tapete
Engalanei a sombra dos teus passos
Escrevi um derradeiro pedido numa pétala
Rogando a infinita ternura dos teus abraços



Doce beijo

Fatima disse...

Já tive que fazer isso uma vez e não foi a coisa mais facil do mundo não.
Bjs querida.

Juliana Lira disse...

Sandra!

Nossa menina, o que vc escreveu foi tudo que eu queria dizer!
Perfeito!!!!

Milhões de beijos

angela disse...

Sempre inspirada.
beijos

Elaine Barnes disse...

Arrasou morena! Uma vez fiz isso sim. Na dor, a única vontade que temos é de arrancá-la do peito, despir-nos daquele sentimento e é só depois de conversar muito "ela" saber o que "quer" que conseguimos,é fácil não!Corre-se o risco de ficar apenas no superficial e "ela" volta.Por isso quando renunciamos temos já a certeza que é o melhor. O que não podemos é renunciar a nós mesmas,na escolha,melhor que fiquemos conosco né!? Seu poema é lindo e chora como toda despedida.Tem uma raiva nas entrelinhas e isso é bom. Acessar a raiva pra nos movimentar por outro caminho, colocá-la a nosso favor,a torna uma energia poderosa. bjão

SAULO PRADO disse...

ERROS

Renunciei a vontade
e também a coragem
Renunciei a mim mesmo
em nome de um segredo

Um amor a distancia
que me trouxe a esperança
Um amor sem igual
e sem um toque real

Fui vitima de minha ousadia
por achar que eu te merecia
Agora chego a uma conclusão
Sou muito pequeno
para ser dono de seu coração...

Sua linda poesia mexeu com minha imaginação, por isso nasceu estes versos, frutos deste seu lindo mundo de sensação...

Daniel Savio disse...

O mais importante, que você não desistiu de ser feliz, ao abandonar um amor falido...

Pelo menos pensei assim...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

A Magia da Noite disse...

às vezes é preciso purgar os sentimentos, para que haja espaço para que outros tomem o seu lugar.

Everson Russo disse...

Lindo demais, acho que to nessa fase tambem, recolhendo os cacos, me refazendo, chutei o balde, desisti daquele amor que me fazia sofrer, hoje, que ele siga seu caminho e nao esteja mais em minhas esquinas...beijos querida e uma linda semana pra ti.

Luna Sanchez disse...

Quase um exorcismo. Coisa bem difícil de se fazer, hein?

Beijo.

ℓυηα

Helena Rocha disse...

nossa que muito adorei. Sandra to t seguindú me segui di volta blz rsr...
fikú t espesrandú por lá.
bjússs
Lena

sandra Freitas disse...

MARAVILHOSO!!!
Gostei de vc nem ter ido ao cortejo..rsrsr
As vezes pra seguir em frente e achar agente de novo, e gostar de se acahr, se amar, dar colo, é preciso expurgar esse "ladrão" de nós mesmas. Esse que nos rouba de nós e que fato não nos merece. Bora pra frente poeta!!! A vida se descortina cheia de possibilidades pra quem aprendeu o mais difícil: o amor por si mesmo.
Bjos gostosos de chocolate..

Everson Russo disse...

Um beijo carinhoso e o desejo que voce tenha um belo dia.

(Carlos Soares) disse...

Que sacudida, hein? Esse foi um típico:SAAAAAI!!!. Brincdeiras áoarte, o poema ficou perfeito e lindo.beijos

Paula disse...

Lindaaaa.
Vc arrasa sempre!!
Amei!

Bia Maia disse...

Lindo!

Fortíssimo verdadeiro!

Já vivi exatamente isto!

E agora, está LIMPA!!!!

Adorei seu blog e passarei a segui-la!

Esteja sempre lá também!

É por demais bem vinda!

beijos com carinho!

Biazinha

Cris França disse...

Sandra, e depois eu que pego pesado...rs adorei essa poesia, ficou maravilhosa, acho que vai entrar para as minhas preferidas. bjs

Helena Rocha disse...

oi td crtú??? mt obrg porme seguir di volta. Realmente é 1ma luta ki tods sem exeçaum traçam qndú esetaum affim di comprar 1ma roupa. Vamús ver ki bixo da né rsrsr....

podexá vo dar uma passada lá sim nas encalhadas rsr... podexá

bjússsss

AMOR & PAZ disse...

Olá... Que inspiração, Menina!!! Adorei...
Amei o seu cantinho e aproveito para te convidar a visitar meus cantinhos tb...
http://fernandazucchi.blogspot.com
http://reikiamorincondicional.blogspot.com
bjs
Fernanda

Manuela Freitas disse...

Olá Sandra,
às vezes é preciso ser assim radical, mas dói eu sei que dói!...
Beijinhos,
Manuela