quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

"Viver é pura magia"

Na sala não me canso de olhar para meu aquário, Sentada no sofá, apaguei as luzes da casa acendi somente a do aquário e fiquei observando. Observar os peixes sempre me fez bem... O que fiquei observando é que nadam de um lado para o outro dentro de um mesmo ambiente. Repetidas vezes, saltam e mergulham e mexem nas pedrinhas no fundo, e não se entregam , nem se cansam... Gosto de vê- los! Há momentos em que param frente a frente e é como se estivessem se comunicando... Pode parecer viagem... mas acreditem estou sã... E apesar da hora, bem acordada...É a insónia minha mais fiel amiga. Não sofro com ela mais, me levanto e sempre acho algo para fazer, descobri o aquário e meus peixes , Eles me acalmam e me fazem refletir... Puxa, quantas vidas são como a dos peixinhos no meu aquário! Vidas vividas sem sonhos...sem objetivos... Aprisionadas dentro do aquário de suas próprias amarguras Das dores que não conseguem arrancar do peito Dos fracassos que nunca superam, Algumas pessoas aprisionam sua alma. É como se parassem o tempo e mergulhassem na dor, Mas os peixes parecem felizes, nadam de um lado para o outro, vez ou outra eles vem a superfície e mergulham novamente, fazendo um barulhinho, gostoso de ouvir. Como se quisessem me fazer sorrir... E conseguem...me encantam...Eles me ensinam tanta coisa... Me ensinam que é possível mergulhar na dor, mas que também é possível ter forças para vir a superfície. Porque a vida é assim... Me ensinam que por menor e mais simples que sejam nossos lares é possível fazer deles nosso castelo. Me ensinam que podemos viver em harmonia, mesmo dentro de um espaço pequeno... Que o alimento é para ser dividido... Que podemos brincar com a vida, podemos fazer das nossas dores risos... Alardear aos quatro cantos a nossa dor não vai nos curar, Mas quando sorrimos, parte dela vai embora. Chorar para sempre é como morrer em vida. Já chorei demais...revivi meu passado sombrio, cobrei da vida tantas coisas... Culpei a Deus por minhas tristezas, E isso somente me fez mal, e afastou de perto de mim a vida. Nós tiramos a vida de perto de nós, apagamos nosso sol. Nublamos nosso dia... Uma amiga me disse que meu sorriso é radiante.! E é isso que tento passar, felicidade... Essa felicidade que eu conquistei depois que compreendi que não é a vida, nem ninguém que me fará feliz, mas sim eu mesma. Ninguém cura nossas feridas se retiramos as cascas delas todos os dias. Ninguém apaga nossas lembranças ruins se as trancamos dentro do peito, e nos alimentamos delas. Ninguém nos faz sãos se não acreditamos na cura. Ninguém vive se se condena a morte, antes de lutar. E meus peixinhos nadam, felizes... Comendo restinhos de ração que estão no meio das pedrinhas... E eu os observo e agora sou aluna e eles meus mestres... Se colocam em cima das bolhas do oxigénio e são lançados para cima...Quantas vezes alguma mão amiga já nos tirou do fundo do poço... Nos impulsionou...Nos fez vir a superfície. Mas só é possível que alguém pegue nossas mãos, se elas estiverem estendidas. Na natureza há tanta sabedoria, basta pararmos para admira-la. São três horas da manha e meus olhos já mostram sinais de sono. Vou dormir porque amanha a vida recomeça. E sei que estarei mais forte e mais feliz do que hoje... Porque meu maior tesouro é estar viva e não ter me tornado uma pessoa que a dor conseguiu amargar... O sol nunca se cansa, renasce... A lua nunca se apaga, brilha... E eu nunca serei cinzas, sou chama... Sou feliz e amo viver.. Assim como meus peixinhos... Sandra Botelho! Obs: Meu amigo Ricardo tinha que ser este o nome do meu post. Peguei emprestado sem nem ao menos pedir, mas é tarde e não quis te acordar. Obrigado!

14 comentários:

Daniel Savio disse...

E no final das contas, tudo depende de como você encara a vida, pois sempre há o seu lado negativo e lado positivo...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Everson Russo disse...

Minha querida amiga,,,eu já tive tambem um aquario,,,e gostava de fazer igual a voce,,,apagar as luzes e ficar só olhando a vida que movia nele,,,ali eu me perdia,,,eu me via,,,na realidade a nossa vida é um grande aquario onde nos movemos de lá pra cá,,,tentamos muitas vezes fugir, mas não se tem como, e vamos nos adaptando ao limite imposto, e assim vamos seguindo, vencendo, sofrendo,,,sorrindo, e buscando nossa felicidade,,,,até que se apague a luz de nossos sonhos....beijos e um dia lindo pra ti.

Zé Carlos disse...

Bom dia Sandrinha, adoro seus escritos, lindos e suaves.....

Mas hoje quero outra coisa. Eu fiz uma foto sua que acho que gostará mas não encontrei seu e-mail para enviar. Escreva para mim por favor que te mando. Meu endereço é: joseccm@terra.com.br

Beijão para ti.... ZC

Amapola disse...

Bom dia, Sandra.
Gostei do texto, gostei do seu blog.

Um grande abraço.

sandra Freitas disse...

Hummm " O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã".(Sal 30:05)
A "noite" pode ser um mês, um ano, um dia, ou uma noite mesmo.O certo é que ela acaba, tem data de validade, sabe por que? " As misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã" (Lam 3:22,23)
A misericórida chega a tristeza vai embora. Mas durante a "noite" não precisamos ficar apenas lamentando, podemos aprender com muitas coisas.
Até as mais pequeninas sempre tem algo a nos ensinar...

sandra Freitas disse...

bjo bonequinha...

Pérola disse...

Boa tarde minha linda.
Por muito tempo cultivei a tristeza dentro de meu interior,algumas coisas me marcaram profundamente,depois eu percebi q a felicidade dentro de mim sempre esteve e q eu podia fazer a diferença se assim eu desejasse.Com o tempo eu fui aprendendo a driblar minhas tristezas e cultivando minhas alegrias naquilo q me fazia bem e me considero na função de dividi-las.
É o q tenho feito desde então e tem me dado bons resultados,por essa razão amo a minha disponibilidade de trazer conforto e alegira para as pessoas,sou pentelha huahuahuahua.
Te adoro minha linda.
Beijos.

Felina Mulher disse...

Sabe sandra, vc escreveu um momento lindo seu, um momento de paz...mas sinceramente eu tbm já fiz isso, e fiquei com fobia de ver os peixinhos nadando de um lado para o outro...não consigo ver a beleza que vc viu...me colocando no lugar dos peixinhos eu pensei:muitas vezes nos restringimos a ficar no oceano nadando com o cardume, sem a possibilidade de fazer nada pelas pessoas, apenas seguindo o bando sem a possibilidade de refletir sobre a vida e nem sequer olhar para além do oceano e também na nossa ância por atenção, queremos viver num aquário, fazendo apenas espetáculo para ser admirados pela nossa beleza...não, quero o mar, não conseguiria viver num espero que me impossibilitasse.


Beijos menina linda...

Braulio Pereira disse...

olá querida

quero ser teu porto
em ti encalhei
senti-me no teu corpo
náufrago eu sei!!


beijo no teu mar!!

O Santo Forte disse...

ADORO A FÊNIX ACHO ALGO BEM MÁGICO

Zé Carlos disse...

Oi querida, pode levar todas as poesias que desejar, o que encontrar nos dois blogs é para vc, use e abuse.

Beijão do ZC

Everson Russo disse...

Um beijo querida e um lindo final de semana pra ti.

Juliana Lira disse...

Oi Sandra

Sábias palavras, ainda me impressiono em como podemos aprender tanto com seres mais simples que nós.
Vários pontos me chamaram atenção em seu texto:

"Chorar para sempre é como morrer em vida.
Já chorei demais...revivi meu passado sombrio,
cobrei da vida tantas coisas...
Culpei a Deus por minhas tristezas,
E isso somente me fez mal, e afastou de perto de mim a vida."

"Ninguém cura nossas feridas se retiramos as cascas delas todos os dias.
Ninguém apaga nossas lembranças ruins
se as trancamos dentro do peito,
e nos alimentamos delas."

E outros...

Mas esses trechos especialmente me fizeram refletir, então só posso dizer que hoje (mesmo sendo um ser complexo e raro)vc foi meu aquário, obrigada.

Milhões de beijos

Ricardo Calmon disse...

Mas acordei ,amada amiga,seis e vinte e cinco da manhã,e o que mais me comove e sensibiliza,snif,é sentir voce em pele minha de sol teu através,snif,excita cardíaco meu,deixando-o rubro e retesado,quase explodindo,do abissal de peito meu,queria NOW,te abraçar forte,e em cangote teu,snif,e profundamente suspirar e te pedir desculpas...e contigo dançar trilha linda essa que em peito meu gravastes !Sandra ,sabe porque choro agora?di amor por voce,mas,espere!doces são,as gotas que em canto de boca minha pousam,cada uma delas me diz...Sandra te ama,mininu veio!snif eu também te amo e muito e muito e muito e muito e muito e muito e muito e muito e muito e....muito!Vida !snif