sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O mal virtual

Enganos e mentiras linhas ténues, que ao simples toque se quebram. Boca febril e dissimulada, Uma alma recalcada... Riso cínico, escarrado pelas costas. Um olhar falso fica á mostra Mentiras avulsas e complexas. Palavras doces e convexas Olhar sem brilho e sentimento. Uma alma carregada de ressentimentos... Uma falsa pintura , lamentável lamento... Entregue somente ao prazer do momento. Solidamente derramados como concreto, lhe basta uma tela e um teto. Não tem vida nem verdade, tudo em si é falsidade. Somente a covarde descrição de um coração endurecido... De um amor nunca sentido, nunca vivido... Incapaz de dividir um olhar de carinho... somente é feliz sozinho. Garras sempre afiadas, ataque premeditado e sutilmente preparado... Fraquezas e paixões minuciosamente investigadas... As vitimas a todo momento observadas. Armadilha pronta, preparada com requinte, Para atacar no dia seguinte Á espera da vitima está a triste figura. Não tem beleza nem feiura. Uma figura sem brilho, sem rumo. que sente prazer em tirar da vitima o sumo... Envolvido em mistérios, se defende da vida. ataca a vitima sempre distraída. Mora nas sombras, caminha na escuridão... nunca cultivou amor em seu coração. Inteligencia , usada com brilhantismo, obscurecida por puro sadismo. E assim são aqueles que brincam de deuses. Fascinantes, porem falsos com o poder que tem. Limitados ao ardor da dor, pois com ela se entretém. Se enquadram em um quadro sem molduras... Nem são gente, nem criaturas. E seguem vivendo nas sombras... Não tem presente e nem passado. Montam armadilhas por todo lado. Portanto ás suas vitimas sobra o triste alento todas as armadilhas que aprisionaram almas... Farão de seu algoz seu maior detento. Sandra Botelho!

23 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Você falando de riso cínico, de gente dissimulada e eu falando de pouco caso. Parece que combinamos.Beijos.Ah, o texto com essa imagem da Fênix é lindo também. Parabéns.Beijos

Felina Mulher disse...

É minha linda e temos que estar atentas pra este tipo de gente!Bom o teu texto!

Beixo o meu beijo e votos de um bom dia!

Pérola disse...

Bom dia maravilhosa.
Um beijo grande.

Pleiba disse...

OIe amiga tudo bom! desculpa minha ausência...estou na correria do trabalho rsrs olha nem sei oq dizer heim, vc quer um banner p colocar no seu blog UAU!!! nem imagina minha felicidade viu!!! vc como sempre demonstrando teu carinho por todos nós do blog ... :) fico mto grato por isso querida... passa p mim teu email que te mando ...sera um imenso prazer...o blog do pleiba vai faze sucesso heimmmm ahahahahahha mil bju de pura ternura :) agora vou la no outro blog rs

Meus Reflexos Contos e Afins disse...

Sandra!
Passando pra te ler
e deixar
bjins entre sonhos e delírios

Majoli disse...

Seu texto é brilhante, mostra a realidade de muitos.
O mal virtual, no qual muitos embarcam.

Beijos.

Sandra Ribeiro disse...

Ótimo texto, ja fui tão ferida virtualmente, e a gente nunca sabe quanto tempo vai durar a paz virtual, a decepção e a maldade chegam sem aviso

Sandra Ribeiro disse...

Amigaa, 23 anos de paixão? Que lindo isso, ahh eu nunca tive um amor assim que durasse tanto...Fiquei feliz de saber que vc o tem!

Pérola disse...

Nossa amiga,vc arrasa.
Concordo com seu poema.
Será q no virtual a gente teria um colinho gostoso e aconchegante igual esse teu?
Hoje eu acredito nisso sem sombras de dúvidas,por experiência própria.Hei, deixa eu te contar um segredinho,estou prestes a ter um rs.
Será q eu encontrei o amor da minha vida?
Beijokas,esse poema foi pra mim,tenho certeza.
Eu ñ falo que os poetas enxergam por detrás das almas?
te adoro.

Cadinho RoCo disse...

Na vida os mares são muitos, as ondas são muitas e por isso [e ficamos expostos a tantas consequências.
Cadinho RoCo

SAULO PRADO disse...

"Enganos"

O mal em pele de cordeiro
E o amor se transforma em desespero
Doce foi à ilusão
Que eu poderia ser dono do seu coração

Virtual foi aquele sonho
O qual hoje sei, que foi engano
Meu amor não foi mentira
Foi você, que criou a fantasia

Um príncipe em um cavalo branco
E não um sapo por de traz de seu planto
Mas agora eu sei que esta feliz
enquanto eu contabilizo mais uma cicatriz..

Seu aconhego é uma fonte de inspiração, seu lindo texto me levou a este versos mais uma vez...

Beijos e Paz...

Adolfo Payés disse...

Es un placer leerte.. me encanto el poema.

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que disfrutes del Fin de semana..

Adolfo Payés disse...

Un bello poema... que gusto pasar siempre a leerte..

Un beso

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que disfrutes del Fin de semana..

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Hi, my Beautiful!!!
O SORRISO DELE ME ENCANTA

O sorriso dele me encanta.

Como me encanta a forma como ele me olha, a carinha de inocente quando faz coisa errada, ou o jeito de perdido quando não sabe alguma coisa...

E os olhos? Que brilho é aquele? Eu poderia ficar olhando durante horas e não me cansaria.

Tem o abraço mais gostoso que já senti. Dentro daquele abraço me sinto protegida, querida e feliz. E a cada abraço é como se o mundo parasse e eu pudesse ficar ali aquele instante aproveitando tudo aquilo sem ter que se separar novamente.

Sinto tanta saudade, o peito aperta de saudade.

Sou muito feliz por ter um amor que me faz suspirar todos os dias, que me faz rir sozinha, que tira meu folêgo

Tão divertido, tão inteligente, tão lindo.
Tô perdidamente apaixonada pelo meu ursinho de pelúcia****************
By Renata eu e daí?

Beijos mil**************************
Teadoro**********************
Don´t forget it: Love is Life and Life is Love!!!
I never forget you, my dearest friend*************************
Have always a great day!!!

MOISÉS POETA disse...

OI SANDRA , QUE BOM ESTAR AQUI EM SEU BLOG SIMPATICO E ACONCHEGANTE... PARA LER TEXTOS TÃO BONITOS COMO ESTE ! BEIJOS , MINHA QUERIDA !
FIQUE NA PAZ !

Luna Sanchez disse...

Há mal em todo o lugar, né, flor?

=\

Beijo.

ℓυηα

O Santo Forte disse...

vivo isso...

Zé Carlos disse...

Sandrinha linda e querida, me desculpe, hoje não tinha vindo ainda mesmo. Estive fora da cidade e cheguei agora à noitinha.

Tudo o que vc escreve é lindo e bem escrito e quando vc aparece na coluna enfeitando o blog com sua beleza, só pode nos encantar!!!

Beijão do teu amigo ZC

Norberto Marques disse...

Amiga, desejo um bom fim de semana :)

Beijo

Norberto

Daniel Savio disse...

Para mim, isto se chama solidão, ma solidão de si próprio...

O texto ficou bom.

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Elaine Barnes disse...

Êita! Bem oportuno. Seu poema como sempre é bem explorado,explicado e lindo! O uso das palavras de forma primorosa e particular. Parabéns mais uma vez. Cada um tem seus momentos a serem vividos e explorados também, territórios antes desconhecidos precisam ser desbravados para então entendidos.Tive meu momento também e creio que tudo vale a pena,aprendemos mais sobre nós mesmos, o que realmente queremos e o que de verdade aguentamos. Temos limites e a net não.No final de 2008 postei: Um certo homem virtual. Eu tinha encontrado meu limite. Montão de bjs e abraços

Alvaro Oliveira disse...

Olá Sandra

Minha amiga, adorei este texto poético, sobre o mal virtual. Infelizmenmte, há pessoas assim,
utilizando o mundo virtual paralançarem seus males, porque neste mundo virtual, podem usar
máscaras atrás das quais se escondem.
Adorei este texto.

Amiga Sandra, tenho em meu blog meu selo de 5000
visitas, que lho ofereço, se me conceder essa honra. está na barra lateral.

Beijos

Alvaro

El Drac disse...

Prefeito amor verso, porque há imensas e platônico como nós temos todos os seus fãs para você. Que a sua "própria" não vai se incomodar, você deve compreender que uma mulher bonita elogios embelezar e decorar a mais. Un abrazo