sexta-feira, 12 de março de 2010

Um dia ...Bem distante!

Um dia não terei o mesmo sorriso,
Meus passos andarão mais lentamente,
Meus olhos não serão os mesmos, seu brilho estará nublado, como névoas.
Um dia minhas mãos não serão tão macias,
Minha pele não terá mais o mesmo viço,
mesmo que eu nunca me descuide.
Um dia talvez até a vaidade partirá,
e eu ficarei sem o espelho que me acompanha a todo lado.
Talvez não consiga mais gargalhar , como gosto de fazer hoje.
Talvez não toque mais meus pés com as mãos,
e nem dance como amo dançar.
Um dia não farei mais amor,
não serei mais sedutora,
andarei pela rua e ganharei olhares de carinho e de ternura,
e não mais olhares de desejo.
Talvez nem me olhem, talvez sintam pena dos meus passos lentos,
do meu olhar sem brilho,
dos meus cabelos brancos!
Um dia, não pularei mais o muro, do quintal ao lado para roubar frutas.
Não ralarei o joelho, por cair tanto como caio,
Não me queimarei tanto, por ser tão descuidada.
Não poderei comer mais comida apimentada e bem temperada como gosto .
Um dia não me levantarei da cama de um salto,
sem precisar me apoiar em nada,
não andarei pelas ruas pulando as calçadas rsrsrs, riem de mim por isso.
Um dia não terei mais a coragem que tenho...
Não terei mas a força na garganta para gritar na janela,
quando estiver entediada.
Um dia meus sonhos não viverão mais,
Não poderei mais parecer uma criança grande,
Terei que ser mais sensata,
mais coerente, mais madura.
Um dia minha vida terá que mudar...
Um dia não me vestirei mais de cor,
tudo será mais discreto e sóbrio.
Não vou escolher a lingerie para o amor,
apenas me contentarei em não sentir dor
Um dia...Um dia...Um diaaaaaaaaa!!!!!
Mas enquanto esse dia não chega,
eu quero mais é subir em árvores,
correr pela chuva,
mexer com os outros na janela
junto com meu filho e me esconder,
me vestir para o amor,
ser sensual,
ser desejada,
ser sedutora,
me olhar no espelho
, fazer caretas,
me maquiar,
usar saltos finos e enormes,
Dançar muito,
cantar muito também,
amar e amar...
E quando a velhice chegar...
Ser uma velhinha bem moderninha!
Porem me orgulhar de cada ruga,
de cada marca,
certa de que foram marcas de uma vida bem vivida.
Me olhar no espelho da vida e sorrir,
de mim para mim e por mim.
Não quero ser uma boneca de cera,
quero assumir minha velhice com dignidade e verdade.
E nunca ...Jamais morrer antes da hora.
Sandra Botelho!

21 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Isso se chama amadurecimento,Sandra.Sabedoria. Seu texto de novo bate com o meu. Magnífico como sempre seu texto. Velhice não é o fim, é colheita. Beijão e ótimo final de semana

José Ramón disse...

Sandra interessantes Post. Obrigado por sua visita e seus comentários
(MUNDO DA IMAGINAÇÃO PASTELARIA)
Saudações

Luna Sanchez disse...

E eu só quero chegar a esse dia com tranquilidade, mais nada. ;)

Beijo, beijo.

ℓυηα

Beatriz Prestes disse...

Um momento que toca o coração, faz pensar.....e muito amar a vida!
Uma paixão teu blog e teus sentimentos em poesia!
Beijo carinhoso minha amiga
Bea

O Santo Forte disse...

Queria uma ajuda sua se você puder é claro tou fazendo um declaração de amor pra uma pessoa muito especial e gostaria de sua ajuda ex: você tira uma foto sua e escreve esses dizeres Fernanda aquixxx (o nome da sua cidade ) todos ja sabe que Herberth te ama muito, mas informações no meu blog se você puder divulgar abradeço de coração...

A.S. disse...

Sandra...

Em ti, jamais acabará a beleza, o desejo, a sensualidade!
Serás sempre uma Mulher excitante!!!


Beijosss
AL

Luciana Klopper disse...

Que presente sua visita! Amei seu blog, já linkei na minha página pra sempre voltar nas suas atualizações! bjs

Fatima disse...

Que bonitinho Sandra!
Bjs.

Caurosa disse...

Olá minha querida Sandra Botelho,o tempo, às vezes, é bem cruel...mas se a alma estiver...teremos alegria.Muita inspiração e sensibilidade, adorei.

Paz e harmonia em seus dias,

forte abraço

Caurosa

MARIA L. BÓZOLI disse...

Olá amiga!

Belíssima postagem....Parabéns!

BOM FDS e beijos meus!

Norberto Marques disse...

Oi Sandra :)

Um dia todos passaremos por essas transformações.

Bom fim de semana :)

Beijo

Norberto

jefhcardoso disse...

Que seu aconchego me seja aconchegante. Ei, eu gosto de ter lugares para me aconchegar!

Abraço e tudo de bom!

Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogpsot.com

Thomas Albuquerque disse...

Começou um pouco melancólico e depois explodiu em alegria...

isso é vida!!!

beeeijos

Graça disse...

Sandra, que riqueza deixaste aqui para nós, menina!

Amei de amar teu texto, tão maduro, tão reflexivo, tão perfeito!!!

Estou encantada com ele! Li duas vazes e não me satisfazendo, li uma terceira, antes de comentar!

Puxa, muito profundo e muito bem escrito, amiga! Lindo, parabéns.

E, já que és essa "moleca" peralta até hoje (alegria de viver dá nisso...) então serás, sem dúvida, uma velhinha muito linda e simpática e sensual...rsrs

É só querer!

Vim dizer tb que um selo te espera, no meu Anjo. Te aguardo, vai buscar!!!
Bjs!

T I N I N disse...

Sandrinha
Que delicia de visita voce me fez!
Mas mais delicioso é este seu aconhego!
Ai ai , eu com 47 e voce me escreve isto? Hahahaha
Que nada, não tenho problema nenhum com a idade, apesar de ainda não ter sentido muitos de seus efeitos...
Quero ser uma velhinha legal!
Beijussssssssss
T I N I N

Alvaro Oliveira disse...

Olá SANDRA

SIMPLESMENTE BELO!
PORÉM, ESSE DIA CHEGARÁ...E TEREMOS
DE SABER ACEITÁ-LO COM DIGNIDADE, COM ORGULHO E ATÉ COM VAIDADE DE LÁ
CHEGARMOS. APENAS É NECESSÁRIO NÃO
PERDERMOS A NOSSA AUTO-ESTIMA.

UM BOM FIM DE SEMANA

BEIJOS

ALVARO

Abstrata disse...

Sandra esse dia pra todas nós...

e
''...certa de que foram marcas de uma vida bem vivida''



bj

Elaine Barnes disse...

É amiga, essa é a certeza da vida. Que começamos envelhecer depois que nascemos. É o caminho de todos nós. Sorte a nossa, que podemos amadurecer com as frutas e escolher nosso sabor. Ou doces até cairmos naturalmente do pé, ou azedas,amargas e ácidas expulsas por isso. Não podemos escolher em termos pele de pêssego até o fim,mas, podemos escolher como envelhecer docemente. Lindo ! Montão de bjs e abraços doces

THUNDER5 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Everson Russo disse...

Com toda certeza, a vida sempre nos cobra algo por tudo que ela nos dá,,,a natureza nos cobra o tempo,,,, e nesse tempo vamos aprendendo e perdendo pedaços da nossa essencia pelo caminho...um beijo e um lindo sabado pra ti.

Daniel Savio disse...

Mas com certeza, até que a velhice te alcance, que os teus dias tenha felicidade, bem como depois das tua juventude que esta felicidade persista.

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...