domingo, 2 de maio de 2010

Do Inferno ao Paraiso

Caminho entre destroços, pedaços que sobraram de uma podridão mórbida. Naufrago no sangue resoluto e imundo de muitos inocentes e culpados. Crianças correm sobre histórias não terminadas sobre mãos assassinas e inocentes. Ainda restam destroços de muralhas, restos de celas ardentes... O sol se pôs tão cedo para alguns e caminho sobre seus restos mortais. Impedida de me calar eu choro e diante de tantas lembranças imploro, que não repitam-se tais dores. Massacres de tortos seres que defraudaram, mataram, roubaram almas e destinos. O pequenino vai ...levado pelas mãos doces de uma mãe , acarinhado como talvez aqueles que aqui viveram nunca foram. O idoso se apoia em uma árvore e senta, admirando o por do sol Ele talvez pense: Estou tão velho e minhas forças estão se esvaindo aos poucos! Envelheceu, talvez tenha conseguido seus cabelos brancos porque aqui não mais serão libertados seus prováveis algozes. As fardas não são mais armaduras somente sobrepoem alguns homens que se espalham a proteger o patrimonio. A terra ainda tem cheiro suave do sangue, da morte, da dor. Misturado ao som suave das flores ... As celas agora estão abertas e são poucas, somente ruínas de vidas sem luz. A grama verde esconde as colunas e as árvores majestosas decifram enigmas. O sol se esconde por entre as árvores e de repente me sinto só. E o silencio se faz pleno. Posso então ouvir o grito fúnebre dos mortos vivos que não estão mais aqui. E de repente o canto doce de um pássaro me trás de volta a paisagem ao meu redor. E em sobrepostos de horror, para onde um dia foi inferno ,um nome de vida; " Juventude" descabidamente o lugar se faz. Calaram-se os gritos de socorro dos inocentes, mas seu sangue ainda grita da terra Fecharam-se as bocas dos culpados, e sua culpa não foi punida... Caminho entre cinzas de um passado recente , onde a dor se fez sol poente Onde raros sorrisos se perderam, e onde a desgraça morou... Sandra Botelho Foto acima: Parque da Juventude Foto abaixo. Carandirú

37 comentários:

José Antonio disse...

Como sempre seu texto é muito lindo e me remete ao tempo distante e ao mesmo tempo proximo, vcs se lembram da ditadura foi um breve momento de nossa historia marcante para alguns e motivo de vergonha para outros.

angela disse...

Lindo e triste.
beijos querida

*Mi§§ §impatia* disse...

Eu to no oposto.....do paraiso ao inferno.....affffff
Bom domingão amiga, beijos.

Majoli disse...

Oi amiga, que peninha você tirou nossa foto do encontro aqui do seu blog.

Agora falando do texto, lindo como sempre, adoro te ler.

Beijos com saudades.
Tenha uma linda tarde de domingo.

A.S. disse...

Querida Sandra,

Do paraiso ao inferno... é tão curto o caminho!!!


Beijos
AL

Sueli disse...

Eu ia lendo e me perguntando a que lugar você poderia estar se referindo... No final, quando descobri, rendi-me à sua criatividade. Impossível descrição melhor que essa para um paraíso que já voi inferno. Beijão, amiga!

Manuela Freitas disse...

Que surpresa querida Sandra!...
Contrariamente à tua temática preferencial - romântica - este texto é de um grande realismo, mas ainda assim, aqui e ali, com o teu olhar doce. Gostei muito, tens estilo!
Parabéns Mami, pelo teu dia, além demais os teus filhos são muito bonitos.
Beijinhos «amore»,
Boa Semana!
Manú

[ rod ] ® disse...

Visitar estes dois mundos, no antes e no depois, é entender a força do homem quando quer corrigir os propósitos... estimular a criatividade e o senso de responsabilidade cidadã é a saída. Bjs moça.

Insana disse...

Lindo e intenso..

Bjs
Insana

Luciano Braz disse...

Eis aqui um tema de forte sensibilidade e criticidade, poucas vezes parei para pensar sobre esta fato social tão complexo.
Mas vc amiga, postou divinamente a com coerencia impar.
Parabéns.

Um super abraço!

Luciano

Sonhadora disse...

Minha querida
Tocante e triste.

Deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Felina Mulher disse...

Melancólico....mundos extremistas.



Um beijo Sandrinha.

Amordemadrugada disse...

Sandrinha
Ke saudades já tinha de tu, kerida
Desapareceste?
Boa noite Sandra
muita luz pra tu
beso

Pérola disse...

Vim te deixar o meu beijo de boa noite.
Beijos poeta.

Amapola disse...

Nossa... só de pensar no Carandirú, é um assombro!
Nossos sonhos de paz e perfeição, se tornam devaneios diante de realidades
tão perversas!

Um grande abraço, amiga Sandra.

Gilson disse...

Sandra

No post abaixo tinha um prêmio para você, passe lá e apanhe, é com carinho.

Abs

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Texto profundo, muito bem tramado, de uma realidade triste, da crueldade acima dos direitos humanos. Ai,sem palavras. Beijos, e boa semana Solange

Juliana Lira disse...

Sandra

Teu texto é tão cheio de vida!A mim fez pensar na ditadura, na segunda guerra, nas tragédias desse mundo.

A voz da juventude não pode se calar e enquanto um coração bater no peito e a voz sair da garganta, se é jovem...

Lutar é preciso, para que coisas horrorosas como estas, nunca mais se repitam.

Milhões de beijos

Alma Poética disse...

POis eh ttive o prazer de desenvolver um trabalho la no momento das transferecias realmente um clima pesado, as vezes passo la perto pra mim ainda nao mudou nada pde estar lindo e tudo porem o clima ainda e pesado rsrsrsrs bjux so quem vivenciou tudo aquilo sabe o que eu quero dizer, bjux anjo

Braulio Pereira disse...

ai meu bem.......

da alegria ao fracasso há somente um passo..

mas niguem derrumba os nossos sentimentos.

beijos achocolatados...

Luna Sanchez disse...

Confesso que fiquei impressionada, e não consegui terminar a leitura...me tocou.

Beijo.

ℓυηα

Machado de Carlos disse...

Realmente, este é o resumo do mundo em que vivemos. Mas em tudo existe uma lógica. A lógica está dentro de nós mesmos. Embora presos em gaiolas, estaremos sempre dentro da nossa própria consciência. Todos hão de pagar ou receber conforme a Lei Única: - De Causa e Efeito. Ainda vivemos dentro de um Universo de Perdas e danos.
Dessa forma podemos deleitar-nos com belas pérolas de chocolates!... Adorei o chocolate que você me deixou! Obrigado Sempre.

Chica disse...

Muito lindo e emocionante, triste mesmo!beijos,tudo de bom,chica

Machado de Carlos disse...

De todos os sabores, o mais precioso está com você. Ah, se pudesse, poderia saborear um pedacinho do seu chocolate. Uma emoção impar!...

ONG ALERTA disse...

É a realidade da vida...nem sempre temos flores, paz.

C@urosa disse...

Olá querida Sandra Botelho, muito sério e profundo, a alma humana fica pequena com esses tristes fatos na vida do ser, precisamos de muita energia para tais momentos...

paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa

Hod disse...

Um cartão de visitas que por 46 anos se apresentou como um sistema falido. Marcas históricas e estórias que ficarão por séculos. É inenarrável sem causar medo.
Lembro de ler sobre a Casa de detenção dos Limoeiros na Portugal dos anos 1.500. De onde partiram centenas de degredados em naus para iniciar o Governo Geral em terras tupiniquins, entre eles a autoridade que cumpria pena e foi premiado pelo Rei para ocupar pela primeira vez o cargo de Ministro da Justiça em Terras Trasilis.

Diametralmente oposta à Casa de Detenção do Carandiru o Parque com suas quadras poliesportivas, biblioteca e nichos culturais. Que passou a revigorar uma sociedade cansada.
Pode-se sim fazer mais e melhor.

Forte abraço para Sandra com agradável semana.

Alôha.

Luciana Klopper disse...

Qdo eu crescer quero escrever igual a vc, que coisa mais linda!

Elaine Barnes disse...

É isso aí,sempre se pode transformar. Pegar algo tão doloroso,sofrido e com energia densa e transformar em alegria e benefícios pra muita gente. Bem lembrado e descrito também. Adorei! Montão de bjs e abraços

Tô Ligado disse...

Amar é ir do céu ao inferno em questões de segundos!

Boa semana!!!

Graça disse...

Sandrinha,

minha querida!

Que bela descrição vc fez aqui, amiga. Sim, é triste, mas vale a pena quando se quer de verdade transformar!!!

Vc está morando agora em Sampa? Que chiqueza, hein?rsrs

Amo vc, viu? as coisas apertaram um "cadim" por aqui(lembra? eu sou mineira...)
mas logo se normalizarão e poderei ser mais frequente com pessoas que tanto amo, como vc!!!

Um grande beijo, e parabéns, linda descrição!

legalmente loira... disse...

oi sandra,
lindo seu texto mas tão triste mas muito verdadeiro.
um dia vou ser igual a você!!
Amei, lindo post!

Doce beijo

reltih disse...

besitos para ti.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ai, S A N D R A! Me perdoa, não foi por mal, nem por descaso. É sonseira mesmo, se serve como desculpa. Nâo foi só com você. Outro dia chamei Sônia, de Sandra. Ai fiquei mal agora. Beijos

José disse...

Olá Sandra,
Mais um belíssimo texto, falando de coisas bem reais,e muito tristes.
"Caminhos entre cinzas de um passado recente."

um beijinho grande,
José.

Everson Russo disse...

Eu to precisando de uma mão assim,,,que me leve calmamente ao paraiso,,,,com muita pressa....fugir de todos os escombros e destroços...um beijo de bom dia pra ti.

Daniel Savio disse...

Tdos temos um passado doloroso, mas isto nunca deve impedir a busca pela felicidade...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.