quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Pequenos cuidados de amor


Em meus braços ele adormece...
Pego-o em meu calor ,
e em meus seios se aquece,
leal e doce este amor!


Seus sonhos posso ouvir,
posso tocar seus pensamentos...
Um breve sorriso ao dormir,
afogado em sentimentos!

Debruça sobre mim toda sua dor,
em caricias, cubro-lhe de amor!
Um amor terno e cuidadoso,
Merecido e generoso!


Nesse instante o homem se faz menino,
recolhe minhas mãos, com carência!
Deixa clara sua dependência,
de um cuidado , de um mimo.


Assim em meus braços, o aconchego...
Um pouco do muito do apego.
Um pouco de tudo do que eu sou,
acolhendo a dor que ainda lhe restou!


Seu olhar a me encarar,
pede o que eu puder lhe dar...
Meu amor, meu calor , meu abraço,
Para amenizar a dor...o cansaço!


E se eu lhe digo ,
sem ao menos vacilar,
 que o meu amor,sempre vou lhe dar,
fecha os olhos  sorri e dorme ,
 Sussurrando: "Como  é bom te amar"


Sandra Botelho




Visitem o Mulheres
Tem Elaine Barnes em Amor Pueiril

38 comentários:

Elaine Barnes disse...

Seus poemas de amor estão cada vez melhores.Sua sensibilidade aprimorada na arte de amar ao perceber que os homens são meninos eternos e são dependentes dos nossos mimos pra sempre.
Amei! Montão de bjs e abraços

SAULO PRADO disse...

Como é bom ter no colo a pessoa amada..

Lindo seu poema minha doce amiga...

Xipan Zéca disse...

Tudibão o poema...
Eu fico vermeinho mas pra num ser maliducado eu sempre deixo um comentário,,, rsss

Bejo e Deussskiajude
Tatto

Regina Rozenbaum disse...

Afff que agora inté suspirei fuuunnndo...
Beijuuss, engordativa amada, n.c.

Nilson Barcelli disse...

Mais um bonito poema de amor.
Estás a ficar especialista... rs...
Beijos, querida amiga Sandra.

Everson Russo disse...

O amor é isso, feito de pequenas coisas, pequenos gestos, pequenos cuidados,,,um olhar,,,um afago,,,uma acariciada pela madrugada enquanto vela o sono e decifra os sonhos,,,o amor verdadeiro é imenso e feito de pequenas particulas,,,,beijos e beijos e beijos....

Wanderley Elian Lima disse...

Não há homem que não se entregue como um menino, a tanto carinho.
Bjux

AC disse...

Quanta ternura, Sandra!

Beijo :)

Daniel Savio disse...

Não somos apenas amantes, mas pessoas que precisam de momentos para curar a nossa ferida, na qual o melhor tratamento e estar com alguém que amamos e nos da apoio...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

José disse...

No aconchego do teu canto
onde eu me sinto tão bem
e do que vejo gosto tanto
e gosto muito de ti também

beijo açucarado,
José.

RELTIH disse...

CUIDAR Y ALIMENTAR EL AMOR. BELLO TEXTO EL TUYO.
BESOS

Pamela disse...

É incrivel a facilidade que vocÊ expoem seus sentimentos... sempre textos bem intensos e profundos!!
Mais um avez um belissimo texto, muito bom... estás de parabéns... vocÊ puro talento com as palavras... muito bom te ler sempre...!! Nunca pare de escrever ;)
Simplismente mais uma vez adorei... tenha uma linda tarde, beijo flor!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pequenos cuidados de amor...é preciso ter muitos cuidados...
e sempre.
Amiga obrigada pela visita ao
sinfoniaesol. O Wordpress não
permite seguidores.
É um bocado mais complicado e
exigente.
Beijinhos e que se sinta bem.
Irene

Mari Amorim disse...

Vir aqui e receber-te é sempre uma grande alegria,grande dia para você,com boas energias sempre!
beijos
Mari

Ps:estou com dificuldades em abrir teu blogue,bjs

Daniel Costa disse...

Sandra

A certo ponto o amor é todo carências. As carências que o podem tornar belo, porque são duas almas que se irmanam com o mesmo folgor. É assim que o amor é sublime e vale a pena ser vivido.
Beijos
Daniel

Tô Ligado disse...

Muito lindo Sandra... continue inspirada assim.

Bjus

José Sousa disse...

Belissima!!! mais uma bela poesia.
Para bens querida!
Beijo achocolatado

Thomas Albuquerque disse...

Sono E Sonho

Deixa meus olhos se fecharem
nos seus seios,
entre versos e silêncios íntimos.
Sua ternura pra mim é alento urgente
nessa noite de crepúsculo decadente.
Pensa apenas em me concertar em afagos,
cria em mim fervores longos
para eu me reconstruir
em sono e sonho.





*Thomas Albuquerque*


Com certeza, é tudo o que nos faz viver..estar assim, acolhido e bem cuidado..beeeijos

Anita "Menina Flor" disse...

É! Eles adoram uns mimos, se dizem fortes, valentes, mas se derretem quando são acarinhados por nós. Bjs, Sandra.

Machado de Carlos disse...

“E como diz o poeta: Que não seja imortal posto que é chama. mas que seja infinito enquanto dure;
Lindo poema.Feliz semana amigo
Bjos achocolatados”

Vinicius de Morais pensava assim, porque gostava da noite, era rico e teve muitos amores. Para ele, o amor tinha uma duração efêmera, pois tenha o poder financeiro em suas mãos, ou seja possuía a mulher que lhe desejava, como os copos atrás dos outros copos. Eu, como sonhador ainda acredito que o amor seja para sempre. Vejo, sem cessar estas cores em tudo o que escrevo.

Geisa Machado disse...

Bela sacada! Realmente, em nossos braços eles se tornam meninos entregues ao aconchego que só as mulheres podem lhes proporcionar.
Bjussss

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Sandra! Passando para te desejar uma ótima quinta-feira e dizer que adorei o poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

Nesse instante o homem se faz menino,
recolhe minhas mãos, com carência!
Deixa clara sua dependência,
de um cuidado , de um mimo.

Beijos,

Furtado.

Everson Russo disse...

Imenso beijo de carinho e bom dia pra ti querida...muita poesia e paz...

Luis Nantes® disse...

Uhauu!! Lindo seus pequenos cuidados de amor, viu? Parabéns!!
Beijos

A.S. disse...

No teu aconchego deixo a ternura de um beijo!

AL

Cadinho RoCo disse...

Na delícia do amor o encaixe do prazer.
Cadinho RoCo

ONG ALERTA disse...

Pequenos mas talvez imensos, beijo Lisette.

Alvaro Oliveira disse...

Olá amiga SANDRA

Que lindo poema! sensual, terno, doce, carinhoso! Assim, é bom amar!
Não esqueci o prometido. Demorei um
pouco, por motivo de uns sintomas gripais, que me impediram de abrir o PC, pois estive de cama.
Seguirá agora!

Beijinhos

Alvaro

Machado de Carlos disse...

Querida Amiga Sandra;

Suas palavras me encantaram. Fizeram-me pensar em todos os sentidos psicológicos. Obrigado por esta aula de um comportamento humano; que o vemos e não conseguimos aceitá-lo.
Obrigado! E queira aceitar uma caixa completa de chocolate!
Beijos!

Wevertton disse...

Oii Sandra, estou de volta da viagem! QUando puder, passa la no blog! beijo

Sonhadora disse...

Minha querida Sandra

Cada vez mais os teus poemas escorrem um amor imenso...adoro ler tanta ternura.

Beijinho com carinho
Sonhadora

valdivino disse...

Quem ama cuida, protege, preserva,acolhe,assim é o amor.

bjos querida.

Manuel disse...

As suas poesias são lindas e tão cheias de sensualidade.
Gosto de a ler e de levar todo este encanto.

HSLO disse...

Bonito poema...lindoooo.
abraços
de luz e paz.

Hugo

José Vitor disse...

O amor é desta forma, adormece na sutileza de em colo; a noite passa, a viola cala, mas, sua música é um sussurro que faz tremer os joelhos.

abraços

Dica Cardoso disse...

Oi amiga doce,
Tá tudo bem sim,viu!
Levando como sempre e feliz pela tua presença em minha paisagem,mesmo que a minha(presença)seja assim,tão inconstante,por tudo o que você mesma já sabe e um pouco mais...E quanto ao amor...Ah,essa forma de amar refletida em tudo o que escreves é um deleite,bela,desejável...

Abraços no coração!

andrebdois disse...

uau, que honra!
fico muito feliz e motivado com seu comentário!! :D
Parabéns pelo lindo post.. alias, pelos belissimos posts, nao canso de vê-los.
abração

FRANCISCO PINZÓN BEDOYA disse...

Una versiòn en Castellano sería, algo así:

"Pequeños cuidados de amor

Él se queda dormido en mis brazos ...
Lo atrapo en mi calor,
y en mis pechos se calienta,
Esto es amor dulce y leal!

Sus sueños pueden oír,
Toco sus pensamientos ...
Una breve sonrisa mientras duerme,
inundado de sentimientos!

Se inclina sobre mí todo su dolor,
en caricias, yo lo cubriré con amor!
Un amor tierno y cariñoso,
Merecido y generoso!

En ese momento el hombre se convierte en un niño
recoge mis manos, con la gracia!
Pone de manifiesto su dependencia,
de la atención, de un mimo.

Así que en mis brazos, el calor ...
Algo de mí se apega
Un poco de todo lo que soy,
aceptando el dolor que añun está!

Su mirada para mirarme,
me pregunta si le puedo dar ...
Mi amor, mi calor, mi abrazo,
Para aliviarle dolor... el cansancio!

Y si yo le digo,
sin siquiera pestañear,
que mi amor siempre le voy a dar,
cierra los ojos, sonríe y se duerme,
Susurrando: "Que tan bueno es el amor"

----------------------------

e não falo Português ... Eu só queria dizer Olá para compreender e comentar ... é muito macia