quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Como borboleta


Ela decidiu mudar...
Tirou dos pés os sapatos,
calçou-se de nuvens..
Lavou do rosto a dura cerviz,
e se pintou de arco iris...
Desnudou-se das roupas,
e se vestiu de borboletas...
Escancarou as janelas da alma
e se fez vento...
E da sua boca, pequenas gotas de orvalho
molharam de ternura a terra dos caminhos
 em que andou...
Daquela canção antiga, roubou as mais suaves notas
e compôs a mais linda melodia!
Ela decidiu mudar...
Por onde anda ninguém sabe...
Diz-se por ai que anda em sorrisos, envolvendo de alegria
todos os que por ela passam.
E se apaixonam...

Sandra Botelho
Estou no blog Encontro de Sonhos.
Deem uma passadinha por lá...Please!
http://encontrodesonhos.blogspot.com/2012/01/um-amor-que-seja-assim.html

27 comentários:

Everson Russo disse...

Lindo esse calçou-se de nuvens,,,essa borboleta ainda voará muito longe no infinito e encontrará ao certo o amor...beijos de linda noite pra ti.

✿ chica disse...

Lindo e mudanças assim fazem bem!!beijos,tudo de bom,chica

edumanes disse...

Como borboleta se vestiu,
O vento a levou
Nunca mais se viu
De arco íris se pintou!

Por onde anda ninguém sabe
Por lá se apaixonou
Que Deus sempre bem a guarde
De orvalho se molhou!

Desejo uma noite de quinta-feira muito feliz para você.
Um beijo.

Evanir disse...

Um Dia todos entenderam coisas que hoje parece não ter muito sentido .
O amor que tentei de todas as formas semear através da vida real .
E na virtual onde encontrei as minhas lindas amizades sem face conheci
a alma de cada um que tive a felicidade de chamar de minhas lindas amizades.
Amor para mim é fazer feliz, perdoar, seguir em frente,
Entregar sem medo ser amigos verdadeiros.
Não tenho medo da morte, pois sei que um dia ela virá e eu nao poderei fazer nada.
Tenho certeza que sempre tentei fazer de tudo por todo mundo que eu tanto
amo e tento ensinar através de palavras o verdadeiro caminho .
Decepção não mata,
eNSINA a vIVER é por tudo isso que devemos aprender amar e perdoar sempre.
Um final de semana na paz e na luz.
Beijos meus no seu coração..
Como é bom ter sua amizade!!.
Evanir..

Rosemildo Sales Furtado disse...

Há momentos em que as modificações são benéficas. Belo poema amiga.

Beijos,

Furtado.

PS. Tudo aquilo que disseste no comentário, foi o que falei para a personagem principal da história que me inspirou a criar o poema.

Tony Manna disse...

neste momento sou todo borboletas, e a minha está a ficar linda,espera ver poetisa...

Aline disse...

Bom dia!
Nossa como me tocou suas palavras!
Eu me vi nesse personagem.
Lindo,lindo
Beijos
Aline.

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti minha amiga, muito carinho, amor e muitos versos entre flores...beijos e beijos.

Regina Rozenbaum disse...

Hum amaaaada...quando a mudança/metamorfose é assim só podemos agradecer, né mesmo?!
Beijuuss n.a.

Paulo Tamburro. disse...

É isso mesmo: o que para a lagarta é o do fim do mundo, para a borboleta, é o seu nasciemnto.

Então, saída do escuro casulo de antes, agora o sol excita suas asas e a borboleta quer calor, odor,amor do ar e da natureza e voa por aí pois, não é de ninguém, não é mais sombria,lerda,feia,sem vida.

Ela agora tem que recuperar o tempo perdido,viver intensamente, aquela transformação e voa por ai, por onde anda minguém sabe.

Só ela sabe.

Não é?

Um abração carioca.

Xipan Zéca disse...

Fico mudo quando mudo... rss

Beijo de fã!!
Tatto/Xipan

wcastanheira disse...

Belo, intenso, quenmtinho, um mimo, adoro este tipo de leitura, por tb gosto taaanto de passear por aqui, vc sempre tem pérolas para seus visitantes, pra vc meu mimo bjos, bjos e bjossssssssssss

Jorge Pimenta disse...

querida amiga,
a poesia e o amor: faces de uma mesma rota, percurso de todas as tempestades, numa geografia que nos define homens e mulheres inteiros bem para além da existência material.
beijinho achocolatado!

jorge vicente disse...

Alegria! Das coisas mais belas da Vida!

Abraços meus, amiga!
Jorge

ReltiH disse...

SIEMPRE TÚ, TAN DELICADA.
BESOS

Solange Maia disse...

porque tem fases que a gente vira mesmo flor... fases de alegrias leves...

que lindo Sandra !!!!

beijoca

ELAINE disse...

Passando pra desejar um ótimo sábado!Dá uma olhadinha lá no blog,tô participando de uma campanha e te convido a participar também, se quiseres, é claro, e/ou ajudar a divulgar! Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti minha amiga querida...paz e carinho sempre...beijos.

Clecilene Carvalho disse...

Nossa! Lindo viu... Parece música... Do tipo suave, gostosa de ouvir. Bejuuuu

ZilMar disse...

maravilhoso!!!!!

fiquei apaixonada pelo poema...de tamanha delicadeza e ternura...que me encantam...


grande beijo, moça de chocolate...


Zil

Anne Lieri disse...

Que poesia mais linda,Sandra!Inspirada e leve como um voo num dia de verão!Bjs,

Machado de Carlos disse...

A janela das almas
se abriu para borboletas
formando nuvens no Céu!

Caíam ainda gotas
de orvalhos que
dançavam ao vento...

Ela chegou vestida numa canção,
Pude sentir notas em seu rosto!...

Ela é a melodia que me fez apaixonar!

Seja bem vinda ao meu mundo;
- Nobre Estrela!

Ricardo e Regina Calmon disse...

Olá poeta amiga,aqui pousamos para te dar um abraço

viva la vida

Parole disse...

Mudar é bom.Poesia mágica e delicada como uma borboleta.

Beijinhos.

ONG ALERTA disse...

Que ela possa voar e mudar o mundo...beijo Lisette.

A.S. disse...

Gotas de ternura... tal como no delicado voo da borboleta, que acaba na mais doce caricia sobre a pele...


Beijos,
AL

Luma Rosa disse...

Porque assim há de ser sempre! O sorriso nunca fez mal a ninguém!! Beijus,