segunda-feira, 4 de junho de 2012

O silêncio de uma canção


Ó doce canção de amor...
De onde vens?
Não vês que enches meu coração de dor?
Faz-me lembrar aquele infinito amor...
Cessa tua melodia...
Deixe que venha em mim o  silencio...
E me traga novamente o dia!
Ó triste escuridão, que me anuncia esta canção...
Cala-te! Deixa que novamente sorria meu coração!
E nessa caminhada de silencio e dor
Ainda me pergunto...
Por onde andará aquele amor?

Sandra Botelho


29 comentários:

Majoli disse...

Certas canções de amor, nos deixa assim, cheios de lembranças e questionamentos.
Sabe doce Chocolate, vivo passando por momentos assim.
Ainda bem que são só momentos, logo levanto, sacudo a poeira e dou volta por cima...rs.

Linda poesia e imagem.
Beijos enormes, com saudades e carinho.

Sergio disse...

Muchas veces esa cancion casi en silencio ..nos trae el recuerdo de un gran amor.Y entonces ya no me siento solo... QUE BONITO ESTO AMIGA..!! UN BESO EN UNA MELODIA TE DEJO..!!

Sergio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Everson Russo disse...

A canção muitas vezes tem isso,,,nos remeter a momentos tristes, doloridos, trazer esse silencio ensurdecedor, nostalgias, as vezes até, temos que entender novos acordes pra poder continuar a sonhar...uma noite bela pra ti e ótima semana...beijos.

Evanir disse...

Uma amiga muito especial
hoje marca a postagem do meu blog.
Um ser divino que em pouco tempo conquistou corações nesse mundo virtual.
O meu foi quase um dos primeiros a ficar apaixonado pelo carisma ,
e grandeza de seu coração.
Convido você a deixar seu carinho e fazer parte dessa preciosa amizade.
Espero em Deus ter saúde o suficiente para conhece-la pessoalmete
em 2012.
Vou ficar agradecida com sua doce presença.
Uma linda e abençoada semana.
Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.

Thomas Albuquerque disse...

a canção ilustra o amor, ou vice-versa?

é de se pensar.

beeeijos

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre um belo poema, escrito do mais fundo da tua alma.
~
Um beijinho com carinho
Sonhadora

LORENA LEITTE disse...

nossa que profundo,as vezes sempre temos uma canção que lembre um amor ,uma dor.
lindo
abraços

José disse...

Olá Sandra!
Essa canção, umas vezes alegra, e outras entristece o coração, mas é preciso é ter esperança, o sol amanhã
brilhará novamente.

Beijo,
José.

Everson Russo disse...

Um belo dia cheio de canções pra ti minha amiga...beijos.

Assis Freitas disse...

certas canções nos alcançam,



beijo

Regina Rozenbaum disse...

Tenho coletânea de música assim...memória de UM tempo que não volta mais. Brigou comigo, foi engordativa amada?rsrs
Beijuuss n.a.

silvioafonso disse...

.


Eu vim me aconchegar
nesse aconchego e gos-
tei...

Beijos,

Palhaço Poeta






.

✿ chica disse...

Linda poesia e questionamento! beijos,tudo de bom,lindo dia!chica

wcastanheira disse...

Um mimo adorei, adorei andar por aqui e fazer mais uma bela leitura, vc sempre reserva lindas pérolas para quem faz a visita, por isso é tão bom passear por aqui, pra vc bjos, bjos e bjosssssssssssssss

Arnoldo Pimentel disse...

Um texto triste e belo.Beijos.

Daniel Costa disse...

Sandra

Há que tempos não trocamos comentários.
Este teu poema tem um cunho diferente do que nos habituaste.
No entanto achei um óptimo poema a mostar a tua versatilidade de poeta.
Beijos

Everson Russo disse...

Um dia todo lindo pra ti minha amiga...beijos.

Expedito Gonçalves Dias disse...

Um desabafo singelo movido pela ausência...
Abraços!

Everson Russo disse...

Um excelente dia de feriado pra ti minha amiga querida...beijos e beijos.

Manuel disse...

Mais um belo poema, mais uma elegia ao amor.
É um encanto ler.

Machado de Carlos disse...

Na azafamada perspicácia para compor versos incríveis, nossa cultura se perde no chamado coração (um órgão responsável ao envio de ondas ao cérebro), assim, loucuras sob novo, prisma tomam conta de nossas mãos, ao bailar como se fora a moda de todos os tempos; - Nascem versos!
Obrigado, querida amiga! Que bom que você ilustra sempre meu coração com um gosto incrível de chocolate!
Beijos!.

ReltiH disse...

ERES TAN DULCE...

Sonia Pallone disse...

Que alma mais linda eu vejo com os meus sentidos, depois de ler essas linhas, entrelaçadas de emoções tão delicadas!...Gosto de te ver escrevendo assim...Beijos amada.

Jesus te ama! disse...

OLÁ LINDO TEUS ESCRITOS PARABÉNS PELO BLOG TENHA UM
▒▒▒▒▒▒▒██▒▒▒▒███▒▒▒▒██ BOM DIA!!!
▒▒▒▒▒▒█▓▓█▒██▓▓▓██▒█▓▓█
▒▒▒▒▒█▓▒▒▓█▓▓▓▓▓▓▓█▓▒▒▓█ post lindo
▒▒▒▒▒█▓▒▒▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▒▒▓█ lembre-se
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ que você
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ é uma pessoa
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓█▓▓▓▓▓▓█▓▓▓█ maravilhosa
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓██▓▓▓▓▓██▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒█▓█▒▒▓▓▓▓█ DEUS
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒███▒▒▓▒▒▓▓█ te abençoe
▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒▒█▒▒▒▓▒▒▓▓█ em todas
▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓█ áreas de
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓███▓▓▓▓▓▓█ sua
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ vida Jesus
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█te ama
▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█ UM FORTE
▒▒▒▒█▓▓▓█▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓█▓▓▓█ABRAÇO
▒▒██▓▓▓█▓▒▒▒██▒██▒▒▒▓█▓▓▓██ DIANA
▒█▓▓▓▓█▓▓▒▒█▓▓█▓▓█▒▒▓▓█▓▓▓▓█
█▓██▓▓█▓▒▒▒█▓▓▓▓▓█▒▒▒▓█▓▓██▓█
█▓▓▓▓█▓▓▒▒▒▒█▓▓▓█▒▒▒▒▓▓█▓▓▓▓█
▒█▓▓▓█▓▓▒▒▒▒▒█▓█▒▒▒▒▒▓▓█▓▓▓█
▒▒████▓▓▒▒▒▒▒▒█▒▒▒▒▒▒▓▓████
▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓█▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒▒████▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓████
▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓█▒█▓▓▓▓▓▓

Severa Cabral(escritora) disse...

...Olá !!!!!
A vida nos faz acreditar que devemos andar em busca sempre do amor...
bjsssssssssssssssssss

Milton Kennedy disse...

Oi Sandra, parabéns pelo poema, um pouco triste mas belo.
Também sou movido a canções.

Abraços, saúde, boas músicas e paz interior.

wcastanheira disse...

_Por onde andará aquele amor? Eu tb por vezes pergunt-me por onde andará? Assim sigo poetizando, delirando na delicia do mundo de faz de conta, vc mais uma vez deu um show e adoro viajar nos seus delirios lindos e sugestivos, pra vc bjos, bjos e bjosssssssssss

Juliana Lira disse...

Essa pergunta é o que nos prende. Quando nao existir mais o desejo de saber a resposta, estaremos livres.

Beijos

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...