quinta-feira, 7 de novembro de 2013

O Beija Flor e a Flor


Um beija flor beijou a rosa menina.
E ela se fez então mulher
E daquele dia em diante
Ama-lo  é o que ela mais quer

Mas a menina flor agora chora
E pelo carinho dele ainda implora
Mas o malvado voou , a abandonou
E a menina flor de saudades chorou

Um dia sem querer ela o encontrou
Enquanto passeava no jardim do amor
E viu que era aquele mesmo malvado
Que um dia seu coração esvaziou

Mas bastou um olhar mais profundo
Para que a menina flor voltasse a sentir
Todo aquele amor maior que o mundo
 E voltou a cantar, suspirar e sorrir!

Está feliz a menina flor...
Mas sabe que jamais terá seu amor
Pois o doce e lindo passarinho
Ja se apaixonou por outra flor!

Sandra Gonçalves














14 comentários:

✿ chica disse...

Pena! Mas vai ver aquele passarinho não a merecia..Outro haverá de vir...LiNDA! beijos,chica

✿ chica disse...

teste

Thomas Albuquerque disse...

De uam ternura linda este poema....beeijos

Tô Ligado disse...

Leve como pluma e duro como rocha!

Bjos

edumanes disse...

O teu Aconchego
Está bastante acolhedor
Estou longe não lhe chego
Sandra Botelho, mulher-flor!

Para você desejo boa noite
e deixo um beijo.
Eduardo.

Milton Kennedy disse...

Triste, mas bonito.
Grande abraço

ReltiH disse...

UNA HISTORIA DELICADA Y TRISTE. UN PLACER VOLVER A LEERTE.
UN ABRAZO

edumanes disse...

Para ti amiga Sandra Botelho.
Para tudo sempre teres
Com tudo o que te faz sentir
Feliz, para bem na vida viveres
Com tudo o que não te engana
Com tudo o que te faz sorrir
Te desejo bom fim de semana!
Boa noite, um beijo
Eduardo.

Kaka disse...

Que marvado rs esse beija flor.
Outros virão....
Belo poema
beijinho

Manuel disse...

Muito bonito este poema. Gostei e penso que se a flor é a da imagem, compreendo a paixão.
Beijinho

Regina Rozenbaum disse...

É assim...acontece mesmo. Mas outros beijas virão e a flor continuará a amar.
Beijuuss amaaada

Anônimo disse...

O verdadeiro beija flor nunca abandona sua flor.
Agora voce tem asas e tambem voa.
Outra oportunidade vira. Eu protegi meu nome por amor

Don Juan disse...



Õla Sandra,

Malandro do passarinho....srrsrs

Bom ano e muita bsaude.

Bj

Samuel Balbinot disse...

Boa noite Sandra.. poesia sublime que me fez lembrar da minha obra o lago das virgens.. a flor tem que desabrochar sempre.. tem muito beija flor querendo o mais fino aroma.. bjs de boa noite