sábado, 30 de maio de 2009

Solidão

Solidão, é viver em um mundo de sonhos, onde você faz a sua historia, sem tropeços sem erros, sem dores, porem sempre só. é perseguir o irreal, o insondável, o inegável, o incomensurável, solidão é acordar todos os dias sem objetivo, sem esperança, é ser alguém sem pretensões, é ser gente sem sonhos, sem vontades, sem amores. é escolher não ter dores, nem rancores. Solidão é abrir mão de você mesma, é ser alguém que não tem espaço no coração de ninguém, e nem deseja ter, e não luta por nada. vive simplesmente com medo. medo de se entregar e se ferir, e por isso prefere não tentar. Solidão é verdadeiramente não ser ninguém. È não ter amigos, nem ser capaz de fazê-los, é viver um rascunho nunca passado a limpo, é rabiscar palavras , e sempre apaga-las no final, é sempre se encolher dentro de sua casinha pessoal, seu caramujo emocional. nunca deixando uma fresta para o sol, porque a claridade nos obriga as vezes a fechar os olhos, as vezes... mas também deixa exposta muitas coisas que talvez desejamos esconder. Solidão é não querer amar, escolher ficar só para não correr o risco de sofrer, Solidão é não dar a mão a alguém, fechá-la a carícias e abraços, assim não sofrerá possíveis abandonos Solidão é se fechar, é se conter, é abandonar. é ter medo de caminhar acompanhado da própria sombra e por isso preferir andar sozinha. Solidão é uma escolha, uma dor desejada, Só sente solidão, quem não se ama, quem não gosta nem da própria companhia. Quem se acovarda, quem se encolhe , para as dores, para os amores, e principalmente para a vida.É guerreiro desertor, no campo de batalha que é a vida E viver é uma estranha e maravilhosa aventura... Onde a dor e os abandonos nos fortalecem, nos fazem maiores e nos dão a plena convicção de existir. Sozinhos não somos ninguém.

Um comentário:

Paula disse...

Sandra meu anjo!
Como é que você consegue retratar tão bem certas coisas, que você nunca transmite aos outros, nem por um segundo que seja.
Espetacular, fabuloso essa poesia. Me encantou, lindo, lindo. Triste as pessoas que se entregam a solidão em uma bandeja de prata. Pensando e sentindo ser o caminho mais curto, mas fácil.
Deus nos livre de deixar de lutar, deixar de amar, deixar de sofrer, e simplesmente vegetar por essa vida grandiosa!!