segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sonhos desfacelados

Ela está lá todas as noites em pé nas esquinas, a esperar por alguém... Quem será que ela espera todas as noites no mesmo lugar, quem vira até ela? Ela não se faz essa pergunta, simplesmente fica a espera. A espera daquele que virá ,com certeza virá... ela se maquiou, uma maquiagem pesada, extremamente pesada, o seu objetivo seria esconder que ainda é tão jovem, tão menina? Porem tão envelhecida na alma. Ela se veste com roupas minúsculas, e exibe seu belo corpo, desenhado a traços firmes pela natureza.Como que torneado por bom marceneiro. Onde ela morará, quem são seus pais, será que ela está feliz hoje? Porque espera na esquina todos os dias,? Estará esperando seu príncipe encantado, aquele que virá busca-la leva-la para uma linda casa e cuidar dela? Doce ilusão, a vida real não é como os filmes, não é como em "Uma linda mulher". Ela está lá, acende um cigarro ajeita os cabelos, retoca a maquiagem, faz pose de mulher fatal, Mas por mais que se esforce não consegue esconder seu jeito de menina, que perdeu a infância , a juventude e que agora se joga em muitas camas com muitos homens. É inaceitável dizer que ela tem "vida fácil", ninguém gostaria de uma vida fácil assim. Alguém lhe roubou a felicidade, basta olhar em seus olhos e ver a dor, a dor de uma alma comprada, de uma vida esquecida, de um corpo vendido. Ela chora quando fala do seu trabalho, e quase sempre diz querer abandonar o serviço. Passamos por ela tão rápido que nem notamos que no fundo de seus olhos existe uma tristeza enorme, uma alma enegrecida pela dor.Ela não é o algoz da situação, ela é a vitima. Ninguém a pergunta como foi seu dia, quais são seus sonhos, ela é produto, é coisa para uso. Vitima da crueldade de uma sociedade desigual, desumana. Vitima de uma sociedade em que se banalizou o sexo. Onde a mulher ,muitas vezes por culpa dela mesma, se tornou produto de consumo. Hoje se vende a mulher, e não é só a prostituta de rua, aquelas que agente vê nas esquinas não, essas estão lá, porque provavelmente a vida não lhe ofereceu mais nenhuma oportunidade. Mas o que dizer das mulheres lindas e famosas, que se prestam a expor seu corpo em revistas somente por dinheiro, e pior aquelas que a vida beneficiou com vários dons, como uma bela voz ou ainda o talento de atuar. E se prestam a fazer filmes pornôs. Essas sim deveriam ser olhadas por nós , não como vitimas , nem como atrizes, mas como verdadeiras prostitutas. Não fazem isso porque precisam, fazem por prazer.E depois andam pelas ruas e viram a cara para aquela jovem sem ilusões que está se oferecendo nas esquinas. Não tenho preconceito, acho que fazemos todos o que quisermos da nossa vida, mas também acho que está na hora de analisarmos nossos conceitos, nossos atos. Você receberia em sua casa uma daquelas meninas de "esquina" para um chá? Certamente que não. E uma daquelas atrizes bem sucedidas que se prestam a gravar filmes pornográficos e dizem que é arte, receberia? Certamente que sim, ainda se vangloriando por isso. você não pagaria para seu marido fazer um programa com uma prostituta, mas algumas mulheres dão ao marido revistas de mulheres nuas. Uma amiga minha me disse que compra prá ele, assim ele não precisa ficar vendo escondido. Bom acho que sou ultrapassada mesmo, mas o único corpo que quero que meu marido adimire é o meu claro. Bom opiniões particulares a parte. Da próxima vez que passar por uma esquina e ver aquela menina, coberta por maquiagem, não lhe vire a cara, não a despreze. tenha certeza que por trás de cada atitude, de cada decisão, existe uma história, e no caso delas, quase sempre uma história de dor.,uma história de dilaceramento de alma e de coração. Ou você acha que ela escolheu viver a margem da sociedade por prazer? Enquanto você dorme, ela se vende e é comprada, enquanto você faz amor com seu marido, ela é abusada, usada,humilhada e por muitas vezes de graça, porque alguns alem de não pagarem ainda a espancam,enquanto você teve uma bela educação, ela não tem sequer o primário completo, enquanto você se alimenta bem, ela não tem as vezes nem o que comer, isso tudo sem falar nos lugares onde mora, uma situação desumana. Não estou generalizando, sei que algumas fazem porque gostam mesmo, universitárias e etc. mas a grande maioria não é assim. Alem do mais, existem mulheres aparentemente bem sucedidas que se prostituem com seus maridos, isso mesmo com seus maridos, conheço mulheres que só" transam" com o marido mediante algum ganho seja ele qual for, presentes, dinheiro, viagens. Como você chamaria isso? Então vamos avaliar melhor nossa vida para depois querermos julgar a quem a vida não deu nenhuma oportunidade. Ela permanece lá... Na esquina esperando, está frio hoje...muito frio!!! Sandra Botelho

Um comentário:

Paula disse...

òtimo texto. Eu concordo com você. Esse filme, Uma linda mulher é um cinderela moderna que não existe na realidade, ou existe sei lá.
Mas certamente dou mais valor a essa garota da esquina, que não teve opção, que não teve fuga, que não teve escolha do que, essas que aparecem por aí, e escolheram o que julgaram mais fácil.
Beião linda