domingo, 6 de setembro de 2009

Amanhecer sem ti

Sinto falta de você todo dia ao acordar, De olhar você dormindo, com murmúrios sobre amar! Aquela tua doce voz, inebriante como vinho bom! Era calma, era vida,era amor, do meu dia o mais lindo som! Hoje acordei sozinha, ao som do canto de um sábia, desejei cantar como ele, quem sabe assim meu amor virá! Meus lençóis tem o seu cheiro, cheiro que nunca quero esquecer, cheiro que esta por todo quarto, cheiro que me faz mais te querer... Quero a volúpia dos beijos, quero teu corpo colado ao meu, dividindo nossas taras, nos incendiando de desejos Quero você amor meu, quero dormir e acordar ao lado teu! Vem fazer feliz quem te ama! Volta para o calor da nossa cama. Sandra Botelho!

8 comentários:

SAULO PRADO disse...

Versos regados pela solidão, que faz da distancia do ser amado, o seu grande vilão...


Mais uma de suas dadivas!!!

Beijo e Paz doce amiga...

Milena Vanessa disse...

Admiro sua capacidade de amar, ainda mais num mundo tão cheio de solidão.

angela disse...

Bonito poema, tão doce.
beijos

Márcio Kindermann disse...

Adorei o poema e a visita, apareça também lá no meu "Descobridor Perdido"
Abç, estou te seguindo, voltarei!
http://markindermann.blogspot.com/

Bia disse...

Olá, Sandra! Bonito poema, obrigada por seguir meu espaço, seguirei o seu, também...
Volte sempre... abraços!

Lucas disse...

"Vem me fazer feliz por que eu te amo!"... Djavan hehe

me veio essa música na cabeça quando eu li

e me veio uma pergunta: Será que é possivel sentir falta daquilo que jamais tivemos?

Acho que sim

bjxxx

Ilaine disse...

Querida Sandra!

Venho aqui para agradecer seu carinho lá no ensaios. Adorei! Seguirei seu blog também, assim poderemos sempre permanecer em contato.

Um beijo. Um carinho.

Paula disse...

Ê saudade do ser amado. Falta física, sentimental, esperitual..

Perfeição de texto.
Beijinhos