quarta-feira, 10 de março de 2010

Quando você não está...

Quando você está distante, Meu coração fica carente. Chamo teu nome em lamento, Não te esqueço um só momento! Quando te ouço ao telefone, Fechos os olhos e lhe vejo. Nessas horas tenho fome, Do teu corpo, do teu beijo! Poucos dias se passaram, Mas são anos para mim! Para os que sempre se amaram, A saudade não tem fim. O peito dói e a lágrima rola, Uma dorzinha que amola! A cama é grande e gelada. Vem dormir com sua amada! Vem fazer amor comigo! Me beijar ao amanhecer, A distancia é um castigo, Pra mim que não vivo sem você! Poder dormir em seu peito, Fazer do teu corpo meu leito! Sentir tua respiração, e as batidas do teu coração. Ver seu sorriso ao acordar, olhando pra mim com seu doce olhar. E me dizendo com todo carinho que para sempre, irá me amar. Sandra Botelho!

23 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Gostei muito,Sandra. E que boa coincidência. Fiz ou estou tentando fazer um poema, que quase pus o título "Quando você não está", mas mudei para "Você em mim". Parabéns,viu? Beijossssss

Ana Cristina Quevedo disse...

Lindo poema, Sandra.
Mostra uma alma amorosa e carinhosa.
Beijo

Maria Bonfá disse...

oi querida.. poema lindo! cheio de ternura.. amei..que declaração de amor gostosa.. lindo dia para ti..beijão

Everson Russo disse...

Minha doce menina, é interessante como são lindos os versos do vazio, da solidão, da distancia...daquela vontade enorme de estar perto e não poder,,,,de sentir apenas a saudade e não o calor da presença...lindo seu poema...beijos de bom dia pra ti.

Daniel Savio disse...

Poesia bonita, mas amor sempre deixa saudades...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Manuela Freitas disse...

Oi Sandra,
Que poema mais cheio da garra!?...
Uma sugestão para ti, vai ver o novo filme de Meryl Streep, aqui passa com o título de «Amar...é complicado». Vais sorrir com certeza e pensar... talvez...
Meryl como sempre, faz um papel «brilhante».
Beijinhos e se estás triste olha para o céu, não olhes para o chão!...
Manú

Ricardo Calmon disse...

meershahunnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn,uma esponja do mar viva,do tamanho de uma montanha,absorvendo por própria vontade e mission,fortíssimos revés,te mentaliza ,assim como a barnes minina coruja,duas oces,de mim ,snif ,partes fazem,!
essa trilha aii me derrubou obrigado pelo acalanto

Paulo Tamburro disse...

SANDRA,

por um momento fechei os olhos e me perquntei:

-Será que Sandrinha escreveu isto pra mim?

Quando abri os olhos caí na real e reconheço que seria muita areia para o meu camihão(rsrs).

Sandra, obrigado pela sua generosa atenção aos meus blogs.

Sinceramente.

Um abração carioca!

Luna Sanchez disse...

Saudade dói, né, flor? =\

Beeeeijos.

ℓυηα

B. disse...

Lindo. Realmente, Luna, a saudade dói e muito. Aqui também é tudo muito doce.

Poetíssima disse...

Menina esse blog é TUDO de bom...!

Lindo!

Eu já tive cabelos vermelhos.. rsrsrs!

Ah, eu amei essa passagem em epecial: 'Vem fazer amor comigo!
Me beijar ao amanhecer,
A distancia é um castigo,
Pra mim que não vivo sem você

Parabéns pelo talento, querida!
Cheiros, viu?!

A.S. disse...

Sandra... Sempre bela e sensual!


Beijos...
AL

José disse...

Olá Sandra,é muito bom ler os teus poemas,escreves maravilhosamente bem, e depois dá a impressão que o poema é dirigido a que o lê, e é
só não é, é aquilo que cada um pensa. Vou parar por aqui.
com um beijinho grande,
José.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Boa Noite......Beijos e poesia!
É sempre uma alegria passar por aki... M@ria

Sonhadora disse...

Minha querida
lindo e sensual poema, gostei muito.

beijinhos
Sonhadora

Graça disse...

Que lindo!

Sandra, li e reli e voltei pra ler de novo...

Bjs, linda e amada!

Obrigada pelas visitas!!!

Felina Mulher disse...

Bem, se costumas me ler, sabes que dessa solidão eu entendo, fiz pós-graduação, sou PHD.

Muito bem escrito Sandrinha.


Beijinhos.

Lady disse...

É tão bom amar e ser amada...
Se entregar, sonhar, se encantar com o par.
Se sentes saudade, é porque valeu cada segundo.
Lindas palavras flor!
Beijos carinhosos

Elaine Barnes disse...

Muito linda a declaração de amor. A distância sempre é boa pra gente dar mais valor. Não tem aquele desgaste tão comum. Sentir essa saudades boa e saber que no próximo encontro poderá ter tudo isso e mais um pouco...Alimentar o amor com fantasias,brincadeiras, surpresas...Sempre terá renovação na sua vida. Parabéns pelo belo poema. Sempre. Montão de bjs e abraços verdadeiros

Zé Carlos disse...

Sandrinha minha menina querida, vc é um estouro de mulher e poeta. Encantadora!!!!!

"Para os que sempre se amaram, A saudade não tem fim."

Beijão do teu fã, ZC

José Ramón disse...

Sandra lindo poema, gracias por tu visita Saludos

Everson Russo disse...

Um beijo carinhoso de bom dia pra voce,,,,

Maria Bonfá disse...

Bom dia ! lindo dia para ti! beijo...beijo...beijo....

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...