segunda-feira, 26 de abril de 2010

Entrelinhas

Ela vai e vem, Levemente flutua ao sopro de uma mínima brisa, Se levanta por vezes e desfia a teia,
Se embaraça se enleia ... E persiste em ir adiante levada pela mão firme de sua guia, E com sua voltas e mergulhos ela faz formas, desenhada em traços de paisagens mimosas e raras, pequenas e firmes. Em cores diversas ela se colore, Em mãos doces ela é serenidade, em mãos ásperas e confiantes ela é paisagem. Não se incomoda da falta de liberdade , gosta que a levem, por caminhos ténues e macios ! Se faz muralha firme para cobertura do corpo. Se desfaz pequenina em flores e mimos. Se desfia , se enfia, se desenrola e se enrola. Mas nestas muitas voltas ela decora. É fina e delicada , mas pode ser grossa e forte. Forma , disforma, torcida e retorcida, Nessa dança levada por outras mãos ela se conforma e se forma, Se forma... Em flores , em céu em desenhos vários ela segue... E quando chega o fim ela se rompe e dorme, enrolada em algum canto, esperando que alguma mão a venha levar de volta a suavidade do tecer. E a linha encosta, em algum cesto em alguma gaveta... Sandra Botelho!

22 comentários:

Daniel Savio disse...

Pelo jeito, alguém está se metamorfoseando, então espero que sai uma borboleta...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Elaine Barnes disse...

Oi amiga! Caraca esse poema ficou uma obra de arte! Viu só como você sabe? E ficou muito mais bonito! Voc~e usa as palavras realmente como se as bordasse. Parabéns!Montão de bjs e abraços
PS: A Maria não atende o tel, também estou preocupada.

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

As mãos do bordado tecem também lindas palavras.

Beijo, Sandra.

Luna Sanchez disse...

Adoro a tua delicadeza, moça...adoro! ^^

Beijo, beijo.

ℓυηα

Felina Mulher disse...

Bordar a vida como se ela fosse o pano e vc a linha e a agulha do real nas mãos da fantasia.Vá bordando ponto a ponto e aos poucos o amor vai aparecendo nas cores da alegria.Que metáfora linda usaste Sandrinha, e ela me fez pensar no pq dos "bordados" que conheço e ainda acompanhando, terminam no primeiro zigue-zague do tormento.

beijinhos.

Everson Russo disse...

Menina,,,que lindo bordado,,,isso foi uma pintura em acrilico com letras de poesia...lindo demais,,,a cada linha que me prendia eu ficava imaginando quem poderia ser ela...o que ela queria,,,que amor ela procurava,,,e nessas entrelinhas da vida,,,,com certeza irá encontrar....lindo demais seu poema,,,,suave,,,,,,,beijos de otima tarde....

te mandei o email que me pediu....obrigado pelo carinho.

Pitanga Doce disse...

Tão suave, Sandra! Adorei!

Cores em sua vida, então!

Clecilene Carvalho disse...

Oi moça, já conhecia vc pelos blogs da Geisa, Elaine e Majoli, então resolvi vim conhecer o teu cantinho e adorei.
Beijos vou voltar ao blog da Lídia pois estou lendo vc lá no blog: http://simplythebest01.blogspot.com/ depois volto com certeza.
Beijos.

C@urosa disse...

Olá minha querida amiga Sandra Botelho, mãos sensíveis que tecem por amor, com carinho, no mais puro prazer, belo e amoroso, sempre.Parabéns.

paz e harmonia em sua vida,

forte abraço

C@urosa

Fatima disse...

Sôdade do cê trem!
Bjs querida.

José Antonio disse...

olha eu acho seus texto ficou muito lindo viu e quanto ao meu sim as vezes os homens se aproveitam de vcs mulheres...
bjs mill

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Hoje a minha visita é para agradecer.
Nestes dias que celebro a minha vida,
tenho certeza de que a mesma
não teria o brilho de hoje,
se não fossem os amigos e amigas
que a tornam valiosa
mesmo que distantes.

A ti gostaria de dizer obrigado:
Obrigado pelas visitas ao meu blog.
Obrigado pelas palavras semeadas.
Obrigado por sentir os meus textos
com os olhos do coração.

Sou eternamente grato a vida,
por mais estes presentes
que de modo gentil
deixas em minha vida,
fazendo de mim uma pessoa melhor,
e pleno de felicidade.

Lindos dias de vida para ti.

Nilson Barcelli disse...

Cada vez que leio um poema seu, fico encantado com as suas palavras, com a forma como vc constroi todo o poema.
Parabéns pela qualidade poética.
Um beijo, querida amiga.

Lidia Ferreira disse...

Maravilhoso bordado , parabens
Minha querida vim agradecer o seu carinho
bjs

*Mi§§ §impatia* disse...

Aprendi sempre a ler as entrelinhas, principalmente no amor, as vezes as maiorias das respostas que buscamos está contida nelas....
Beijos.

Juliana Lira disse...

Que belo bordado de palavras, que entrelaçam na nossa mesnte e nos faz flutuar pelas linhas da vida.


Milhões de beijos

BANDEIRAS disse...

Oi amiga,

Vc escreve muito bem...há dias que tento escrever, mas nada sai ou o que saí eu descarto, pq me parece não é de muita valia.

Esse é um bordado lindo...

Parabéns,

Mega beijo prá ti

A. Reiffer disse...

"Em mãos doces ela é serenidade,
em mãos ásperas e confiantes ela é paisagem"

Adorei esta passagem, de profunda beleza e expressividade.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Vi estrelinhas de poesia nas suas entrelinhas. Muito inspirada você, como sempre. beijos,Solange

Everson Russo disse...

Um beijo carinhoso de bom dia pra ti querida,,,

Hod disse...

Doce vida da menina que corria no parque
atrás de fios redondos do doce fio de algodão.
Agora adulta como eu com os fios de algodão não tão doce, borda entre linhas curvas da vida.

Abraços, Sandra.

Sonia Pallone disse...

De volta no seu universo e com a emoção, multiplicada. Gosto de vir aqui, pq sempre encontro palavras nuas, coração explodindo...