segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Seus olhos

Me derramava diante de teus olhos, Eram como espelho cristalino... De onde buscava minha inspiração. Escrevia versos...desenhava canção, Me despia pra eles em sensações... Fico a me procurar refletida neles. Quero seu olhar novamente em mim! Via neles teu humor e teu amor. Sutilmente podias ver minha alma! E nessa solidão marejada de lágrimas . Seus olhos me mostram o que sou! Não vejo o que fui um dia... Guardei o olhar do primeiro dia! Tinha nele um misto de amor e alegria. Pequenas partículas de euforia, A paixão era libidinosa e doce... Me levava nele pra onde quer que fosse. Bailava para teus olhos, e gostava que me olhasse. Refletida neles me sentia infinitamente bela, Eu não era essa eu era aquela... Nos seus olhos fui aquarela, Pintada por sua alma em alguma tela. Brincava de pousar para seus olhos, Me desenharem em fragmentos de paixão! Hoje porem me negas teu lindo olhar. E neles agora só consigo ver a escuridão! Onde estou eu dentro deles? Por onde anda seu doce amar? Não me esconda o sol de teus olhos! Preciso da luz para sobreviver Preciso dentro deles me ver... Quero me refletir na sua íris , Ser cor em seu pequeno arco íris Onde estão seus olhos olhando para mim? Venha...Não faça comigo assim... Sandra Botelho!

16 comentários:

(Carlos Soares) disse...

Ah,Sandra.Quem nao quer um espelho assim? Se ver nos olhos da outra pessoa. Quanto mais perto melhor.Parabéns pelo poema.beijos e ótima semana

Everson Russo disse...

Como é gostoso viajar no olhar de alguem, nos sentimentos mais profundos por eles transmitidos....beijos querida e uma linda semana.

Adolfo Payés disse...

Excelente como siempre

Un placer leerte.
Estaba ausente por cuestiones de salud..
pero ya de regreso..


Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos


Que tengas una muy buena semana..

angela disse...

Ô tristeza...
beijos

SAULO PRADO disse...

Dizem que o olhar é o reflexo da alma, mas o ápice do olhar é quando enxergamos nossa alma em um outro olhar! Um dia enxerguei a minha em um olhar que estava a milhares de km, e foi o suficiente para saber que a felicidade existe. Hoje aquele olhar, esta olhando para outros olhos, e eu não sinto ciúme, pois, o amor é assim sempre queremos a felicidade da pessoa amada...

Mais um lindo poema, que faz a gente viajar, minha linda e doce poetisa...

Daniel Savio disse...

Quando amamos, não é só na iris do amado que queremos deixar a nossa marca...

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Geisa Machado disse...

Obrigada Sandra pela sua visita!
Depois lerei com calma as suas poesias que parecem ser ótimas! Hoje estou passando só pra agradecer.
Bjussssss

ઇ‍ઉ Cyss disse...

o olhar diz tudo...
linda poesia amiga!!!
bjo!... ;)

Elaine Barnes disse...

Amiga! Voc~e se superou. Quando amamos de verdade nos vemos no olhar do "outro" Se não estamos lá, é porquê não existimos pra "aquela" pessoa,mas, qdo nos vemos lá dentro...O amor se fez. Muito lindo seu poema e qdo eu melhorar minha escrita quero ser como você. Uma poetisa.bjão e fico "ausente" mesmo,mas, estou presente rs...É só chamar!

Alvaro Oliveira disse...

Olá Sandra

Simplesmente maravilhosa este texto poético,
demonstrativo de um verdadeiro amor. adorei.
O meu desejo de uma bela semana

Beijinhos

Alvaro

Sereia disse...

Boa noite amiga...
Estou passando para te deixar um beijo...
Sua postagem está linda
Bjsssssssssssssssssssssss

Pleiba disse...

Ola Sandra! Tudo bom!?
O olhar demonstra tantas coisas... a verdade e a mentira por exemplo!
belissimo poster!
bjuz

cristal de uma mulher disse...

Os olhos amiga é o sol de nosso universo.Alí encontramos o sentimento maior e único.Quando realmente refletido dentro do amor um do outro...meu beijo e muito bonito

Manuela Freitas disse...

Olá Sandrinha,
Que ardente poesia, que paixão...quanto amor tens para dar!...
E se fosse cá por Portugal, então dizia-se:
Como vais tu de amores?
A resposta pode ser uma fuga, tipo brincadeira!...
Quem tem tanta inspiração para o amor, tem de facto muito para dar.
Beijinhos,
Manuela

Helena Rocha disse...

oieeeee gata blz dorei seu post em rsrs...
verdadi nunka sabemos e mesmu assim tentamus (to falandu do meu post do seu comentario lá rsrsr)

bjússssssssssss apareci em sumida

Le

O Profeta disse...

Lembrarás tu que as manhãs
Acordam da tua luz fugidia
És esperança de perdida estrela
Quem recolhe a dor em Deus confia

Assombração que o luar esqueceu
Nas margens de um lago azul
Hoje passou a voar por mim
A última garça a caminho do sul

Era alva como a espuma do mar
Graciosa como mulher feliz
Voava de encontro ao vento
Com olhar brilhante de petiz


Boa semana


Mágico beijo

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...