segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Em vão

Como flor em dia de verão, Debaixo de sol escaldante, Assim eu me senti no coração, Um amor que doía, um amor amante. Hoje gotas de chuva caem, E minhas dores aos poucos saem. Começo novamente a desabrochar, E graças a chuva, volto a respirar. Todas as minhas forças eu usei. Inúmeras palavras de amor pronunciei. Me derramei em paixão e dedicação. E só recebi desprezo e indecisão. Fui inconveniente como são os apaixonados, Esperando somente uma palavra de esperança. Abandonaria o mundo para te encontrar. Mas você não quis, não pode me amar. Hoje começa um novo ano, E agora decidi mudar meus planos. Quero caminhar por outros lugares, Navegar sozinha em outros mares. Não pense que já te esqueci Um amor como esse não se esquece assim. Mas como nuvem que vai se dissolvendo, Aos poucos sei que irei te esquecendo. Somente quero lhe deixar uma certeza. E quero que a leve por toda eternidade. Ninguém nesta vida o amou como eu o amei, Ninguém se deu a ti por inteiro ,como eu me dei. Estou cansada e esgotada de lutar. Não queria desistir, mas não tenho opção. Vou abandonar a paixão e voltar a razão, E ela me diz pra desistir, parar de sonhar. Estou a procura de um abrigo, Do calor de um coração, de um amigo. Preciso de um ombro pra chorar, Todas as magoas que ainda me restar. E depois que tudo acabar,passar, Quem sabe um dia eu volte a amar, Alguém que me queira de verdade, e que por mim esteja disposto a lutar. Sandra Botelho!

18 comentários:

Everson Russo disse...

Sempre é bom acreditar no amor como uma nova estação, uma nova primavera onde tudo colore e faz renascer a esperança...beijos moça bonita e uma linda semana pra ti.

Daniel Savio disse...

Menina, apesar de doer para esquecer um amor, é melhor do opção do que ficar com um amor falido.

Fique com Deus, menina Sandra Botelho.
Um abraço.

Fatima disse...

Pois é amiga,
a vida é assim caindo e levantando.
Bjs.

Sereia disse...

Ah!!!Isso já é covardia!!!
Cada poema uma surpresa,ai,ai,ai.
Desse jeito vc me deixa doida, rsrsrsrsr...
Ainda vou postar muitos deles....
Um beijo grande minha linda.
Lindo esse também,parabénssssssssssssss

Alvaro Oliveira disse...

Amiga SANDRA

Em Vão! Maravilhoso poema, que reune em cada verso, em cada estrofe, os condimentos necessários e indispensáveis à poesia.
Há sentimento, amor, dor e desilusão e uma
decisiva vontade de vencer e seguir em frente.
Simplesmente adorei.

Beijinhos

Alvaro

Adolfo Payés disse...

Que bello poema.. y tus fotos están preciosas..

Un abrazo
Saludos fraternos

Que tengas una excelente semana..

angela disse...

Lindo poema amiga, agora as duas primeiras quadras são muito lindas e originais.
Uma flor no sol de verão...
beijos

Jou Jou Balangandã disse...

Sandra,
lindíssimo poema! Parabéns!
Obrigada pelas palavras de carinho no Jou Jou.

Bjos

Fernando Christófaro Salgado disse...

Olá Sandra,

Vim lhe agradecer por sua contribuição no Falando.com no ano de 2009 e lhe desejar tudo o que há de melhor neste ano que se inicia!!!

Grande abraço,

Fernando C. Salgado.

Zé Carlos disse...

Sandra querida, uma garlota linda como vc, tem coragem de se dizer para baixo? Tome jeito guria, levante a cabeça quanto mais para o alto mais o mundo admirará a sua beleza !!!!!

Elaine Barnes disse...

Oie! saudades viu! Obrigada por ter visto o vídeo do Davi. Pois é. O poema é transparente como você. Lindo como você e também um monólogo sofrido de quem tenta se despedir de algo que nem viveu,mas, que daria tudo pra experimentar a recíproca.Claro que esse amor que tem aí em seu coração é seu,ofereceu e pelo visto recusaram, então,ele ainda é seu. Desejo que agora em 2010 encontre alguém que aceite seu amor e é claro,o mereça,assim como a flor merece o sol. bjão

Everson Russo disse...

Trazendo pra ti um beijo e uma rosa pra desejar uma linda terça feira.

BANDEIRAS disse...

Oi linda morena !

FELIZ 2010 PRÁ TI !

Lindo poema, um pouco triste. Mas a vida é assim, cheia de altos e baixos.

Obrigada pela visita,

Bjs

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Importante decisão,Sandra. Buscar outros caminhos para o coração. Belo poema

Passe em gvpoetapresentes.blogspot.com. Tem um selinho lá.beijossss

Ricardo Calmon disse...

Em mares outros,Sandra Botelho,vc habita,como o meu,sôdades muitas e tristeza,por vc abandonado tenha esse velho mininu,que tanto te ama,como pessoa amiga,inteligente e....puro mel!snif!buábuá!smaaaaaaaackkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

viva La Vida!

Luna Sanchez disse...

E eu só quero ser florzinha solta, ao vento. \o/

Beijo, beijo.

ℓυηα

sandra Freitas disse...

Ai minha amiga morena, não sei se esse poema falar de você,mas sei que ele leu minha alma...quase chorei..temos coisas em comuns. Eu devo te dizer de antemão que não se esquece um amor assim, não precisa esquecer, é só guardá-lo como um presente do tempo lá num cantinho, mas nada impede que outro amor chegue e adorne com flores e perfumes o coração da gente..basta permitir.. Se for o seu caso fique trânquila, Deus enviará um amor pra te dar colo..
beijossssssss

Reflexo d Alma disse...

Feliz 2010,
pra frente sempre
entre sonhos e delírios

...Entre

...Entre o
tudo e nada há uma
lacuna,
porém
nós somos o meio
e podemos transformar
toda e qualquer
realidade ;
basta querer... Reflexo d'Alma