sexta-feira, 9 de maio de 2014



E então se fez o verso...
De notas soltas infinitas,
versando da boca nua
em entalhes de amor!
Poetando sentimentos,
encantando ouvidos que
debruçados em luz,
versam as cores da dor.
E então se fez o poema,
Lindo!
De pequenas plumas vestido,
iluminado de lua em plena noite
de flor...
E a viajante silenciosa do tempo
calou-se.. naquele momento
encantada com o vento,
que teimava em versar!
Vestida de estrelas soltas,
bailando sobre seu corpo
iluminando seu sonhar...
Em letras adoçadas com mel 
elevou suas mãos ao céu.
E num versar de emoção...
 a menina fez ao infinito
sua primeira oração!
E então se fez o verso...
Sandra Gonçalves




3 comentários:

ReltiH disse...

DELICADO, DULCE TEXTO. COMO SIEMPRE.
UN ABRAZO

Lidia Ferreira disse...

Lindo poema menina !


Tem um sorteio rolando no meu novo blog, quero muito quer voce participe
http://lojatricoecompanhia.blogspot.com.br/2014/05/sorteio.html
bjs

Manuel disse...

Este poema é magnifico!
Tem sentimentos, esperança e uma suavidade que nos leva.
A Sandra Gonçalves é a mesma Sandra Botelho?
Há muito que não me visita.
Um beijo

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...