sexta-feira, 13 de março de 2009

Pais e Filhos

Um dia você decide que quer muito um filho, Então você começa a se organizar toda pra que ele venha ao mundo, á este mundo tão complicado, sem passar pelo que você passou,(acredite, talvez esse seja um dos seus maiores erros, pois você passou por muitas coisas duras e isso talvez tenha sido o que te fez tão forte, tão corajosa, tão lutadora.) Você faz compras, você sonha com a carinha dele, você faz um plano médico porque criança fica doente fácil ,você decide que a partir de agora, as baladas serão menos frequentes e que comprará menos roupas e sapatos e não mais usará aquele perfume importado, que consome boa parte do teu salário.Que tal substitui-lo por um" falsificado"ou um mais barato , que seja bom . Então você percebe que a casa é pequena pra um bebe, mesmo ele chegando tão pequenino, já começa a ocupar todo teu espaço, e esse espaço é cedido a ele de coração escancarado. Dai quando você descobre que é menino ou menina, você resolve que vai pintar as paredes do quarto de rosa ou de azul, e você que nunca pegou num pincel, pinta com tanto amor que quando termina você faz como Leonardo da Vinci..."Parla" O quarto tá pronto, o enxoval também, tudo pronto pra receber o ser mais esperado do universo, a sua melhor criação, a sua preciosidade, seu maior tesouro. Uma pequena parte retirada de você e do seu amor. A sua fração de si mesma. E quando você sente que tá na hora dele chegar, você corre como doida, e seu marido tropeça ao tentar vestir as calças e cai no chão. e como vocês ainda não tem carro,ele corre naquele vizinho amigo e pede pra ele levar você no hospital, porque seu herdeiro(que seja das dividas) está pra chegar, toda família fica em polvorosa, e você vai pro hospital com medo, ansiedade, pânico mesmo, meu Deus o que será que vai acontecer? E ele chega, já gritando ao mundo que nasceu, que chegou e que veio pra transformar a sua vida. E consegue... Ele transforma mesmo, você já não dorme mais a noite toda, já não tem tempo pra se sentar a mesa e comer, come andando de um lado pro outro com ele no colo e tentando aquecer a barriguinha que dói, e aperta o corpinho dele contra o seu, talvez inconscientemente querendo que aquela dor passe para o seu corpo, ou que o calor do seu corpo ajude a melhorar a dor. Você não tem mais tempopara tomar aquele banho e depois se encher de cremes e perfume e batom , nada disso importa agora. Você só pensa no bem estar do seu bebe. Afinal ele é agora sua vida. E ele cresce e os trabalhos compatíveis com a idade também Então você pensa, agora tudo será mais fácil, mas não é. Os problemas continuam, as alegrias também e são muitas, ele cresce e se torna parecido com você ou com o pai, e você pode ver isso no seu jeito de andar, falar, nas atitudes nas emoções, em tudo em cada pedacinho dele você se vê. E isso faz dele o ser mais amado do mundo . Mas ele também te faz sentir tristeza, te faz chorar, quando diz palavras duras .,e o pior é quando você diz, tudo que sofreu ou passou para que ele viesse ao mundo (coisa de mãe) e ele diz: Eu não pedi pra nascer... É,realmente, ele não pediu para nascer mesmo , foi desejado, foi querido, foi feito com todo amor do mundo, É que ele não pensa que se tivesse pedido pra nascer, talvez não tivesse sido tão desejado. Mas os filhos são assim mesmo. Nós já fomos filhos e sabemos, que só enxergamos o verdadeiro valor dos pais depois que nos tornamos pais.Mas o amor independe de tudo,ao menos o amor dos pais, este é um amor incondicional, intenso e verdadeiro. O único amor verdadeiro e infinito que existe. É uma saga ,uma verdadeira batalha, criar um filho educá-lo fazê-lo ser gente, gente de verdade, gente de primeira, com princípios, com dignidade, com honra, isso é que dá trabalho, isso é que nos tira noites de sono, isso é que nos faz reavaliar e reavaliar, e sempre analisar nossas atitudes. Mas agora é esperar.,
somente o tempo mostra se uma árvore produzirá bons frutos ou não? Plante , com muito amor, regue com educação , sabedoria e compreensão,
e espere os frutos, mas nunca se condene se por acaso eles não forem bon
tenha sempre em mente que fez o seu melhor, que regou, que cuidou ,que amou e que cada um é responsável por seus atos , é por isso que Deus nos deu o livre arbítrio.
Mas, siga amando... Sempre, porque o amor cobre uma multidão de pecados, e ele regenera, cura, alivia, apazigua, Os filhos são nossos, até que se doem ao mundo , então está na hora de deixarmos que vivam. E que a história se repita.
Sandra Botelho

3 comentários:

Paula disse...

Sem comentários. Fiquei com lágrimas nos olhos.
Lindo, lindo lindo textooo!

*G!ll.. disse...

Realmente este texto diz tudo.. parabens

Ondinhas disse...

ADOREI....

Meu sereno amor

Meu pequeno pedação de sonho! Me leva pra passear? Por ai em qualquer canto, onde o sol me descanse do calor... Me lembra...